domingo, 24 de março de 2019

ADORAÇÃO BÍBLICA

Nos últimos trinta anos mudanças significativas aconteceram no contexto da adoração na igreja evangélica brasileira, e as Assembleias de Deus não ficaram de fora. Vejo isso de forma positiva.
Diante da realidade vivenciada, trabalhar em eventos o tema “Adoração Bíblica”, é uma questão fundamental para se manter o equilíbrio entre o modelo tradicional e as novas expressões de adoração.
As novas expressões de adoração fazem parte de uma renovação necessária, que trouxe de volta espontaneidade e liberdade aos cultos, rompendo com o engessamento litúrgico que se mantinha, e que ainda se mantém em alguns lugares, em nome de uma zelosa mas equivocada e extremada defesa do “antigo e da tradição intocável”, e do aparente “único jeito” de fazer as coisas.
O velho e o novo podem conviver harmoniosamente quando a direção do Espírito é discernida, obedecida e seguida.
A adoração não deve ser fossilizada nem banalizada. Deve ser bíblica, plena de júbilo, amor, gratidão, e que em tudo busca a glória de Deus.

Nenhum comentário: