terça-feira, 3 de abril de 2012

CARTAS ÀS SETE IGREJAS DA ÁSIA


As cartas de Jesus às igrejas da Ásia são de um conteúdo riquíssimo e atual.

Em nossos estudos procuramos contextualizar cada uma das sete cartas à realidade da igreja evangélica no Brasil, e de forma mais específica às Assembleias de Deus.

Não acredito na eficácia de um estudo bíblico que se limita ao conhecimento gramatical, literário, cultural, histórico e doutrinário, mas que não avança na extração dos exemplos e na aplicação dos princípios, essenciais para orientar e tratar as situações-problemas atuais vivenciadas pela igreja.

Apesar de concisos, esperamos que os textos aqui publicados proporcionem a todos edificação e transformação para a glória de Deus!

ÉFESO
ESMIRNA
PÉRGAMO
TIATIRA
SARDES
FILADÉLFIA
LAODICEIA

4 comentários:

Unknown disse...

Caro Pr. Altair, A Paz do Senhor!

A contribuição deste material é excepcional para o nosso desempenho na sala de aula da EBD, portanto, colaborando para a divulgação deste excelente subsídio e comentário, estarei publicando na íntegra em nosso blog “oassembleiano.com” esta postagem e referidos links, creditando ao nobre companheiro a autoria do mesmo.

Abraço fraterno,
Pr. Charlles Oliveira
Venha Ver-RN

Mendes disse...

Apaz do Senhor a todos. Deixo aqui um comentário interessante a ser repassado na introdução do estudo das sete cartas.
Os problemas das Igrejas hoje são diferentes das do primeiro século, do segundo e assim por diante?O pecado mudou? Somente a igreja de É feso abandonou o primeiro amor?Somente a de Tiatira tinha falsas doutrinas e palavras adulteradas?Somente as da "época" de Pérgamo eram perseguidas?
Bem, devemos tomar todo cuidado para que não ensinemos como muitas denominações o fazem em afirmar que estamos neste momento vivendo no período e exortações somente com referência a de Laudicéia por acreditar que muito semelhante é com os pecados e hábitos dela com as de nossos dias.Paulo direcionou aà Corinto, Roma, Colossos etc,e destinou a todas as épocas enquanto Cristo não raptar a Igreja e não somente à sua época.
Paz a todos.

ALTAIR GERMANO DA SILVA disse...

Amado Pb. Charles Oliveira, que vossos leitores possam ser edificados com os textos publicados.

Abraços,

ALTAIR GERMANO DA SILVA disse...

Amado T. Mendes,

uma observação muito válida.

Abraços,