sábado, 5 de janeiro de 2019

Interpretação Bíblica: Necessidades e Possibilidades


“Ao contrário de muitos, não negociamos a Palavra de Deus visando lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus” (II Co 2:17)
Uma prática que se tornou costumeira de certos “conferencistas” negociadores da Palavra de Deus na atualidade, é o “leilão de agendas”. Quem dá mais?
O negócio (literalmente) funciona da seguinte maneira:
1. O conferencista é contactado por uma igreja e fecha uma agenda, estipulando de imediato o valor da oferta.
2. O conferencista recebe um outro convite para a data já agendada.
3. O conferencista não informa de imediato que já tem compromisso para aquela data.
4. O conferencista com base no valor da oferta que acertou na agenda já firmada, estipula um valor maior para a nova agenda.
5. Caso seja aceita a proposta, o conferencista aceita a nova agenda, sem considerar a que já tinha firmado.
6. O conferencista agora busca uma maneira de cancelar a agenda anterior, geralmente contando uma mentira, inventando uma desculpa.
7. A agenda anterior é cancelada, gerando muitos transtornos para a primeira igreja que contactou o conferencista.
8. O conferencista aguarda a data da agenda onde conseguiu a oferta maior.
9. Se surgir até a data da agenda um outro convite, ele volta a proceder da mesma maneira, podendo firmar e cancelar diversas agendas até as vésperas do evento.
10. O conferencista chega enfim ao evento da igreja onde conseguiu a maior oferta, faz ar de espiritual, e prega com todo o cinismo possível, levando geralmente, por suas habilidades de oratória, as massas ao delírio.
Ao longo dos anos tenho acompanhado, e digo isso com tristeza, a ascensão e o fracasso de muitos destes renomados negociadores da Palavra de Deus, que existem desde os dias do apóstolo Paulo.
Que os tais se arrependam e se convertam dos seus maus caminhos enquanto é tempo. Que andem em verdade e integridade diante de Deus e da Igreja.
O detalhe é que as igrejas geralmente ficam sem saber que estão participando de um leilão.
Um fato que deve ser considerado, é que nem toda agenda cancelada por um conferencista, palestrante, pregador ou ensinador, é em razão do motivo aqui exposto.
Existem situações emergenciais e justificáveis, que podem resultar na necessidade de se cancelar uma agenda, e isso tanto por parte do preletor, quanto por parte da própria igreja que o convidou.

Nenhum comentário: