segunda-feira, 25 de junho de 2018

AS OBRAS DE ARMÍNIO - PROBLEMAS COM A TRADUÇÃO






Um caso que ganhou repercussão nas redes sociais envolveu as Obras de Armínio, onde “batismo por aspersão” foi traduzido por “batismo por imersão”. Na ocasião a CPAD publicou uma nota se comprometendo a corrigir o texto em sua próxima edição.
Uma, duas, três. Quantas obras já publicadas tiveram este problema, e exatamente em conceitos e palavras essenciais na perspectiva teológica pentecostal?
A grandeza de uma editora confessional (até então era), não está em seu faturamento, no seu parque gráfico, em sua estrutura predial oponente, mas em sua fidelidade denominacional e doutrinária, e na integridade textual de suas publicações.
Erros acontecem? É claro. Mas erros devem ser corrigidos em todos os aspectos. E no caso da CPAD isso é urgente.
Meu posicionamento crítico não é para destruir a imagem da Casa, mas para corrigir o atual percurso. Não ataca pessoas, mas contesta ideias e decisões tomadas, no meu entendimento, equivocadamente, com base em tudo que tenho até aqui pontuado.
Mantenho o meu apelo à Mesa Diretora da CGADB, ao Conselho Administrativo da Casa, aos Conselhos de Doutrina e Apologética, aos pastores presidentes de igrejas em todo o Brasil, e aos demais membros filiados à CGADB.

Nenhum comentário: