terça-feira, 22 de maio de 2018

Missões Fatos e Fotos

O que muitas vezes se vê em fotos enviadas dos campos missionários não condiz com a realidade da obra.

O trabalho missionário não é fácil, e dependendo do lugar os resultados demoram um pouco (ou muito).

Quando falo de resultados, é preciso lembrar que o sucesso de um trabalho missionário não está diretamente e exclusivamente associado ao tamanho da igreja implantada, nem ao número de pessoas que ali congregam. Tal visão não condiz com a missiologia bíblica.

O propósito geral e específico de Deus em cada trabalho missionário precisa ser considerado. No trabalho e nas viagens missionárias do apóstolo Paulo, percebemos a sua ênfase na evangelização, e em outros momentos na confirmação das igrejas já implantadas.

A evangelização sempre acontecerá, mas a urgência e a necessidade no campo missionário implicará, em certas circunstâncias, e sob a direção do Espírito, numa ênfase maior no trabalho social, ou no ensino mais sólido aos já convertidos.

Infelizmente, alguns líderes e igrejas que enviam missionários possuem uma visão reducionista acerca da missão, e dessa forma os missionários se sentem pressionados a "mostrar serviço".

É exatamente sob tal pressão que alguns missionários são tentados a maquiar relatórios e a enviar fotos de festas, onde muitos convidados se encontram presentes, tentando passar a ideia de que o trabalho está crescendo e vai muito bem.

Outras vezes as referidas fotos são publicadas com a intenção de impressionar e conquistar novos parceiros para o "próspero" trabalho.

A realidade missionária, diferente de muitas fotos e relatórios, se manifesta também em lágrimas, em igrejas pequenas e vazias, em poucas decisões e batismos, e em muitas e grandes dificuldades.

Na condição de missionários, não deixemos de divulgar em fotos os fatos do campo, mas sejamos em tudo sinceros e verdadeiros diante de Deus e dos homens.

Escrevo esse texto com base na minha experiência com o trabalho missionário aqui na Itália.

Nenhum comentário: