quinta-feira, 24 de agosto de 2017

MISSÃO, MENSAGEM E MÉTODO

Para atrair e manter "clientes" nas igrejas, muitos aqui na Europa também adotaram um evangelho desfigurado, que não chama as pessoas ao arrependimento, ao compromisso com Deus, à uma mudança de vida produzida por uma genuína conversão mediante a fé em Cristo Jesus.  Pregam um  tipo de mensagem que promove o conformismo com os padrões do mundo,  o imediatismo das bençãos, o relativismo moral e o comodismo espiritual.

No outro extremo estão os legalistas que colocam os costumes acima dos princípios bíblicos, e a aparência acima da essência. Boa doutrina produz bons costumes, equilíbrio em tudo, moderação no falar, no vestir, no ser, no fazer. Não promove a ostentação, a sensualidade, a imoralidade, a indecência, e nem tampouco a alienação fanática.

O evangelho desfigurado ou amputado, é anunciado em nome de um crescimento "instantâneo" da igreja local, do status ministerial que isso dá, e quem sabe, de um aumento significativo nas contribuições financeiras para benefício próprio.

Uma missão genuinamente bíblica não se rende aos desvios ministeriais, eclesiais, doutrinários e kerigmáticos que se multiplicam nos dias de hoje.

Os falsos missionários e obreiros podem ser identificados também por suas mensagens e métodos.

Fique atento, e não se deixe enganar!

Nenhum comentário: