domingo, 24 de julho de 2016

EU TAMBÉM ORO PELA CPAD


Oro para que o que foi construído ao longo dos anos não se perca em nome de crescimento, vendas e faturamento.

Oro para que a sua missão confessional, apologética, educativa e evangelística se fortaleça.

Oro para que valorize mais os autores nacionais, e que abra mais espaço para os novos talentos.

Oro por seus escritores, por todos aqueles que continuam comprometidos com a sã doutrina.

Oro por seu diretor, gerentes e funcionários para que continuem cumprindo com fidelidade a Deus a grande missão lhes confiada.

Oro para que permaneça como parte, e regimentalmente debaixo da orientação de outros órgãos institucionais.

Oro para que tenha a humildade de reconhecer as suas falhas e corrigir os erros.

Oro para que o labor de todas as gerações passadas seja considerado.
Oro para que as grandes decisões, presentes e futuras, que dizem respeito ao seu destino possam ser amplamente discutidas e decididas em todas as instâncias competentes.

Oro para que a Casa continue sendo nossa, e comprometida exclusivamente com os fundamentos da sã doutrina.

Oro para que resista e feche as suas portas para os modismos doutrinários, e para toda a sorte de herança teológica ou tradição que seja incompatível com a verdade das Sagradas Escrituras.

Sim, oremos todos nós pelas reais, visíveis e urgentes necessidades da nossa CPAD.

Nenhum comentário: