quarta-feira, 4 de maio de 2016

TEMPOS DE CRISE


Pastores adulteram, deixando suas esposas por outras mulheres, e tempos depois são recolocados nos púlpitos das igrejas como se nada tivesse acontecido. 
Profetas bajuladores pintam e bordam nos cultos.
Acordos com políticos bandidos são feitos descaradamente. 
As contas da igreja são maquiadas.
O culto da manipulação e do emocionalismo é promovido.
Quem pensa diferente é excluído ou punido.
A politicagem eclesiástica com a sua fome de poder é vergonhosamente praticada.
O povo está indo embora.
As contribuições financeiras diminuem.
O ministério é desacreditado.
A liderança é imposta.
Os valores bíblicos relativizados.
A liderança perdeu o foco, o entendimento e o temor a Deus.

4 comentários:

Pb. Gastone Alves disse...

Como nunca precisamos de Homens de Deus! Creio que, como nos tempos de Elias, ainda exista os que não se contaminaram.
Deus lhe abençoe nessa sua missão!!!

Murilo Lima disse...

Graças à Deus que alguém do meio também cansou de ver tanta hipocrisia... Deus continue te dando ainda mais coragem.

Joao Cruzue disse...

Pastor Altair Germano,

Há quanto tempo...

A Paz do Senhor Jesus Cristo.


Jeremias 33:3 "Clama a MIM, e responder-te-ei; e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes"


Irmão João Batista Cruzué


.

João Paulo Mendes disse...

A Paz do Senhor Pr. Altair.

Parece-me que alguma semelhança há entre o caminho atual e o que a igreja católica traçou antes da Reforma. Aquilo que combatíamos veio a ser cultivado em nosso meio em muitos lugares.

Senhor, socorre-nos!

João Paulo
www.joaopaulo-mendes.blogspot.com