terça-feira, 1 de dezembro de 2015

O PERIGO DO JUÍZO PRECIPITADO E EQUIVOCADO


A mensagem foi editada e tirada de seu contexto, onde a crítica da pregadora era sobre a exposição sensual da mulher cristã, e postagens de fotos inadequadas em redes sociais. Se colocar toda a mensagem isso poderá ser observado.

No demais, o pastor Caio Fábio se condena ao dizer em tom jocoso:

- "Quando ela fala dos outros, fala de suas frustrações, fazendo confissão."
- "Quando Pedro fala de Paulo, Pedro fala de si mesmo."
-"De todas as palavras frívolas que saem de nossa boca nós prestamos conta."
- "Quando eu estou falando, mesmo que eu esteja julgando o outro eu estou me confessando, mesmo que eu não saiba [...]."
-"Eu carrego a mesma coisa dentro de mim (espírito de juízo perverso) e não quero admitir, [...] transformo em pregação para terceiros, ao invés de me enxergar e me curar."

Temos aqui o que podemos chamar de efeito bumerangue.

O juízo precipitado e equivocado não edifica a igreja de Jesus.

Usando as palavras do próprio Caio Fábio: só tomei a liberdade para falar por causa da multidão.

Sigamos a verdade em amor.

Nenhum comentário: