quarta-feira, 23 de setembro de 2015

O ENGANO DOS RESULTADOS MINISTERIAIS E ECLESIÁSTICOS





Conversões, batismos, crescimento e coisas semelhantes não são necessariamente sinais da aprovação de Deus ao nosso ministério, nem endossam por si só a nossa integridade de caráter. 

Resultados não bastam, é preciso viver a Palavra e andar em sinceridade e verdade diante de Deus. 

Não importa se a nossa agenda é concorrida, a questão é se andamos em santidade. 

Não importa se os nossos ouvintes são impactados por nossas habilidades de oratória, mas se a nossa vida os impressiona também. 

Não importa se ocupamos cargos honrosos, mas se a nossa disposição é de fato servir. 

Não importa ter fala mansa, se a alma é ambiciosa. 

Não importa se fazemos, se a motivação é sermos vistos pelos homens. 

Não importa se mobilizamos muita gente, se é por medo dos mecanismos de controle e da punição que o povo se reúne. 

Não importa se construímos grandes e muitos templos, se buscamos nos promover com isso. 

O que importa é se somos, temos, vivemos e realizamos para a glória de Deus.

Nenhum comentário: