quinta-feira, 14 de novembro de 2013

CONTRAPONDO A ARROGÂNCIA COM A HUMILDADE - SUBSÍDIO PARA LIÇÃO BÍBLICA

A ARROGÂNCIA

Altivez, orgulho, insolência, pedância, estes e outros sentimentos estão presentes na vida do homem arrogante. Ser arrogante é ser escravo da natureza carnal, é ser e viver dominado pelo “eu”.

O arrogante pode até tentar se esconder por trás do cinismo, mas sempre revelará quem de fato é através da prática  da injustiça, do descaso e desrespeito  ao próximo, pelo personalismo ou desejo de autopromoção, pela postura dominadora e opressora, pela facilidade em envergonhar os outros publicamente, pela falta de consideração com as pessoas, pelo comportamento e postura eu tentar demonstrar superioridade em tudo.

O arrogante é um tolo.

O arrogante é um pobre e miserável pecador que precisa urgentemente reconhecer a sua condição.

O arrogante não é respeitado, é temido.

O arrogante não é querido, é tolerado.

O arrogante não é aceito, é engolido.

A arrogante pensar ser dono da situação, dono da verdade, dono das coisas e dono das pessoas. Ele não é dono de nada, nem de si mesmo.

O arrogante é um tolo.

A HUMILDADE

A humildade é um ideal de Deus para a vida cristã. Ela faz parte da verdadeira vida em Cristo.

A humildade, do grego tapeinós, significa modéstia, a capacidade se colocar e estar numa posição “abaixo de”, sem perder o senso de dignidade pessoal. Jesus é o nosso grande referencial de humildade. Ele disse: 

Tomai sobre vós meu jugo, e aprendei de mim que sou manso e humilde de coração [...]. (Mt 11.29)

Para adotar uma postura humilde é preciso ter uma mentalidade humilde (de coração). Comportamentos arrogantes é resultado de mentes arrogantes, do pensar altivo.

Somente os humildes se colocam debaixo do jugo de Jesus, e lá permanecem. Já há muitos que sacudiram e saíram debaixo do jugo de Jesus, para subjugar outros em seus próprios jugos, pesados e opressores.

Na antiguidade a humildade era compreendida como um sentimento de fraqueza. Jesus tornou o vício em virtude (A. T. Robertson).

Ser humilde é considerar os outros superiores a si mesmo (Fp 2.3), considerar o outro em sua subjetividade e necessidade (Fp 2.4), é ter o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus (Fp 2.5-11).

Paulo nos exorta para que nos revistamos de humildade (Cl 3.12-13).

A CONTRAPOSIÇÃO ENTRE A ARROGÂNCIA E A HUMILDADE

Deus sabe recompensar a humildade e punir a arrogância:

Agora, pois, eu, Nabucodonosor, louvo, exalço e glorifico ao Rei do céu, porque todas as suas obras são verdadeiras, e os seus caminhos, justos, e pode humilhar aos que andam na soberba. (Dn 4.37)

[...] assim diz o SENHOR Deus: Tira o diadema e remove a coroa; o que é já não será o mesmo; será exaltado o humilde e abatido o soberbo. (Ez 21.26)

Derribou do seu trono os poderosos e exaltou os humildes. (Lc 1.52)

Antes, ele dá maior graça; pelo que diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. (Tg 4.6)

Rogo igualmente aos jovens: sede submissos aos que são mais velhos; outrossim, no trato de uns com os outros, cingi-vos todos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, contudo, aos humildes concede a sua graça. (1 Pe 5.5)

Com certeza a palavra do sábio deve ser considerada, pois nos alerta para o fato de que a soberba precede a ruína (Pv 16.18). É só uma questão de tempo.

O arrogante tem seus dias contados, e no momento oportuno, caso não se converta, o Senhor o derrubará do alto de sua soberba, do trono de sua insolência, do pedestal do seu orgulho.

Cultivemos a humildade para a glória de Deus!

Nenhum comentário: