sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

MEU PRECIOSO!



O personagem Sméagol, da saga "O Senhor dos Anéis", foi consumido pela obsessão por seu "precioso" anel, que por um bom tempo lhe facilitou a vida através dos seus poderes. Com Sméagol aprendemos que aquilo onde colocamos o nosso coração pode edificar ou destruir. 

Há muitos que estão destruindo sua vida, família, amizades, saúde, carreira e ministério, por colocarem o coração no poder do seu "precioso". Quando as coisas (dinheiro, bens, poder, fama, sucesso, etc.) ganham prioridade em detrimento das pessoas, o fim será a destruição de nós mesmos.

Em nossa escala de valores não poderá haver nenhum "precioso" acima de Deus.

Nos relacionamentos interpessoais dos casados e das famílias, o cônjuge torna-se o principal  "precioso(a)", juntamente com os filhos e os parentes.

As boas amizades são também "preciosas" e devem ser buscadas e cultivadas.

O cuidado com a saúde física, orgânica, mental e espiritual é também "precioso".

Como podemos observar, há muitas preciosidades na vida que promovem o nosso bem e crescimento integral. 

Fujamos do "precioso" que desfigurou, e que promoveu a destruição de Sméagol. 

Um comentário:

João Paulo disse...

Amado pastor Altair,

A paz do Senhor!

O próprio Jesus pontuou: "Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração" (Mt 6.21).

No Senhor,

JP