quarta-feira, 10 de outubro de 2012

COMPROU VOTOS E FOI PEDIR A BÊNÇÃO PARA O MANDATO



Candidatos evangélicos (ou não-evangélicos) eleitos através da compra de votos ou de outros meios ilícitos, não deveriam ser convidados, nem procurar a igreja, ministério e pastor para pedir a bênção para o mandato, antes, deveriam confessar os seus pecados e pedir perdão.

Quem na eleição corrompe e usa da ilegalidade, imagina o que será capaz de  fazer depois.

Aos que foram eleitos mediante uma postura ética e cristã,  de forma digna e honesta, o meu conselho é que busquem o bem de todo o povo, e acima de tudo a glória de Deus.

2 comentários:

Pr.Daniel S Acioli disse...

Meu Nobre Amigo e Irmão Pr. Altair!

Graça e Paz da parte de Jesus Cristo, O Senhor!

Isso é uma desgraça sem adjetivos para nomear!

Onde está o Sal da terra e Luz do mundo?

Quem haja reverberação do seu sucinto post, mas de grande importância no caráter.

Deus te abençoe e guarde.

Pr. Daniel S Acioli

PS) - Fora aqueles que são pilhados com dinheiro "ao vivo e a cores" para compra dessa "mercadoria" sem preço!

ALTAIR GERMANO, disse...

Caro amigo e pastor Daniel Acioli, como sou humano, e por isso falho, por vezes me pego beirando a "síndrome de Elias", que nos leva a pensar que "ficamos sozinhos" no embate contra a corrupção, e a favor da ética e do testemunho cristão.

Obrigado pela manifestação e apoio.

Sei que muitos outros são da mesma opinião, e possuem a integridade necessária para caminhar de cabeça erguida, e para em tudo honrar o nome do Senhor.

Recebo sempre ligações e apoio de presidentes e companheiros em geral.

Temos mais do que "sete mil" que ainda não se dobraram diante do baal da corrupção, da barganha e da ilegalidade.

Abraços e Paz do Senhor.