segunda-feira, 6 de agosto de 2012

O EVANGELHO EM PALAVRA, EM PODER, NO ESPÍRITO SANTO E EM MUITA CERTEZA (1 Ts 1.5)

Fonte da Imagem: http://www-users.cs.york.ac.uk

[...] porque o nosso evangelho não foi a vós somente em palavras, mas também em poder, e no Espírito Santo, e em muita certeza, como bem sabeis quais fomos entre vós, por amor de vós. (1 Ts 1.5)

O evangelho (gr. euangelion) é a boa e nova mensagem de que Jesus nasceu, viveu, morreu e ressuscitou para a nossa salvação e justificação.

A vontade de Deus é de que o evangelho seja pregado a toda a criatura (Mc 16.15). A cidade de Tessalônica, na Macedônia, foi alcançada pela pregação do evangelho através do ministério do apóstolo Paulo. Ao escrever aos crentes tessalonicenses, Paulo relembra a maneira pela qual o evangelho foi até eles, destacando que isso não aconteceu apenas em palavra, mas em poder, no Espírito Santo e em muita certeza.

Em palavra (gr. logo) – No caminho a Tessalônica a pregação do evangelho foi uma constante. Os episódios que envolveram a conversão de Lídia e sua família (At 16.12-15) e do carcereiro em Filipos e sua casa (At 16.16-34) provam isto. Quando chegou em Tessalônica, como de costume, Paulo tratou de expor e demonstrar aos judeus que Jesus era o Cristo, gerando algumas conversões, mas principalmente alcançando muitos gregos religiosos e muitas mulheres distintas (At 17.1-4). O evangelho precisa ser comunicado em palavra, com clareza, simplicidade e objetividade, pois somente assim ele será compreendido por seus ouvintes.

Em poder (gr. dynamei) – O evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê (Rm 1.16). O poder de Deus atua através da pregação do evangelho abrindo os corações (At 16.14), ou seja, produzindo entendimento espiritual, libertando da ação demoníaca (At 16.18) e livrando seus filhos sobrenaturalmente (At 16.26).

No Espírito Santo (gr. pneumati hagio) – O Espírito Santo é aquele que escolhe quem e onde a obra de Deus será feita (At 13.1-3). Foi ele quem guiou Paulo rumo a Macedônia (At 16.6-10). É o Espírito Santo quem conhece as reais necessidades dos povos, a obra missionária precisa ser feita sob sua direção e orientação.

Em muita certeza (gr. plerophoria polle) – A convicção na vida de quem comunica o evangelho através da pregação ou do ensino é fator indispensável para a superação das lutas, combates e adversidades que naturalmente disso resulta (At 16.22-24; 17.5). Acusações, açoites, injustiças, prisões, rejeições e tantas outras coisas são situações e condições vivenciadas por quem prega o autêntico evangelho, tão distorcido e falsificado em nossos dias, servindo aos mais diversos e convenientes interesses.

O evangelho chegou a Tessalônica, e lá foi estabelecida uma igreja que se tornou modelo para os crentes (gr. pisteuoysin) na Macedônia e Acaia, e para a glória de Deus.

Anunciemos o evangelho em palavra, em poder, no Espírito Santo e em muita certeza!


2 comentários:

Nilson Queirós disse...

Que possamos estar com este Evangelho sempre em nossas bocas e termos o mesmo como prática em nossas vidas, pois infelizmente nestes tempos o que prevalece é o evangelho dos interesses...

nilsonqueiros.blogspot.com (O EVANGELISTA)

e fomos muitos edificados pelos grandíssimos ensinamentos de vossa parte aqui em Rio Branco - AC na Conferência de EBD...abç.

assis cruz disse...

muito boa essa palavra do pastor Altair, DEUS ME ABRIU OS MEUS OLHOS,GLORIAS A DEUS PELLA A VIDA DO PASTOR ALTAIR..