quinta-feira, 5 de julho de 2012

O AMOR DE DEUS E O ETÍOPE EUNUCO

Um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Dispõe-te e vai para o lado do Sul, no caminho que desce de Jerusalém a Gaza; este se acha deserto. Ele se levantou e foi. Eis que um etíope, eunuco, alto oficial de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todo o seu tesouro, que viera adorar em Jerusalém, estava de volta e, assentado no seu carro, vinha lendo o profeta Isaías. Então, disse o Espírito a Filipe: Aproxima-te desse carro e acompanha-o. Correndo Filipe, ouviu-o ler o profeta Isaías e perguntou: Compreendes o que vens lendo? Ele respondeu: Como poderei entender, se alguém não me explicar? E convidou Filipe a subir e a sentar-se junto a ele. Ora, a passagem da Escritura que estava lendo era esta: Foi levado como ovelha ao matadouro; e, como um cordeiro mudo perante o seu tosquiador, assim ele não abriu a boca. Na sua humilhação, lhe negaram justiça; quem lhe poderá descrever a geração? Porque da terra a sua vida é tirada. Então, o eunuco disse a Filipe: Peço-te que me expliques a quem se refere o profeta. Fala de si mesmo ou de algum outro? Então, Filipe explicou; e, começando por esta passagem da Escritura, anunciou-lhe a Jesus. Seguindo eles caminho fora, chegando a certo lugar onde havia água, disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que seja eu batizado? [Filipe respondeu: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.] Então, mandou parar o carro, ambos desceram à água, e Filipe batizou o eunuco. Quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, não o vendo mais o eunuco; e este foi seguindo o seu caminho, cheio de júbilo. (Atos 8.26-39)

O texto bíblico nos informa que Filipe realizava uma excelente obra em Samaria. O amor de Deus faz com que ele tire um servo seu de um trabalho junto a uma grande multidão, e o direcione para uma região deserta a fim de evangelizar uma única pessoa.

No caminho que desce de Jerusalém para Gaza, sob a orientação do Espírito Santo, Filipe aproximou-se do eunuco, e ouvindo-o ler o livro do profeta Isaías, perguntou se ele estava compreendendo o texto. A resposta do eunuco foi negativa. Filipe se prontificou dessa forma a ajudá-lo na interpretação e entendimento das Escrituras, e isso aconteceu de uma forma tão clara, que o eunuco creu em Jesus para a sua salvação, confessando-o como Filho de Deus, para logo em seguida ser batizado nas águas, e depois seguir o seu caminho alegremente, convicto de sua salvação.

Todos os dias, semana, meses e anos, milhares de pessoas frequentam reuniões religiosas de adoração, sem, contudo, conhecer de fato o verdadeiro Deus e seu Filho Jesus Cristo. Era essa a condição do eunuco, superintendente do tesouro de Candace, rainha dos etíopes.

Desejoso de conhecer a Deus, e de entender o seu grande plano de salvação, o eunuco lia a Escritura, mas não conseguias entendê-la claramente. Temos, dessa maneira, duas situações bastante peculiares em nossos dias: Pessoas que frequentam reuniões religiosas, mas não conhecem de fato o Deus que adoram, e pessoas que leem a Bíblia, mas que não a entende.

Deus considera o desejo daquele que em sinceridade o busca. Conhecedor do coração do eunuco etíope, Ele providenciou graciosamente um meio para que aquele homem pudesse conhecer o seu grande plano de salvação em Jesus.

Por seu grande amor por nós, em graça e soberania, o Senhor ainda continua provendo oportunidades e meios para que as pessoas possam conhecer a Jesus Cristo, o seu Filho, e conhecendo-o aceitem o seu plano de salvação, e assim prossigam em júbilo a jornada da vida.

Nenhum comentário: