domingo, 26 de fevereiro de 2012

ENTREVISTA COM CAIO FÁBIO: PARA OUVIR, REFLETIR, RETER OU REJEITAR

2 comentários:

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Caro pr. altair Germano,

A paz amado!

A entrevista com o Caio Fábio, certamente, é de grande importantância para ouvir, para refletir, para se reter e prover uma análise minuciosa e com cuidado sobre as suas palavras.

Importante rejeitar as referências CHULAS, para que não sejam motivos e exemplos de grosseria à imitação dos desgovernados no espírito.

O Senhor seja contigo, nobre pastor,

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal.

ALTAIR GERMANO, disse...

Prezado pastor Newton, acredito que é possível ser incisivo sem baixar o nível.

Vale lembrar, também, que Jesus, João Batista, Pedro, Paulo e os profetas do Antigo Testamento usaram formas de linguagem que chocaram os seus ouvintes (ex: trapo de imundícia, escória, prostituta descara, raposa, etc.)

É imprescindível que se discirna entre a palavra dura e direta, do termo de baixo calão e obsceno.

Abraços,