quarta-feira, 12 de outubro de 2011

CONGRESSO DE JOVENS DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM ARAÇATUBA-SP - MINISTÉRIO DO BELÉM

Um comentário:

Emmanuel Martins disse...

Paz pastor Altair!
Sou de Campina Grande-Pb, sou leitor asciduo de seu blog e gosto muito de sua visão!
Eu não tenho tempo no momento pra uma faculdade teologica, e achei interesante fazer o curso a distancia do IBAD, queria uma opinião sua sobre isso. Ele é melhor do que o IBADEP e o EETAD?
Por que geralmente esses dois cursos são muito criticados pois dizem que são básicos demais!
Então quero uma opinião sua sobre isso.
E também vou lhe contar algo, em 2006 eu migrei de uma igreja tradicional (Batista), de ensino cessacionista, para a Assembleia de Deus. Estou lá prosperando na obra do Senhor sem choques doutrinarios pois eu avaliei o credo Assembleiano e o ví como bibliocentrico e coerente dentro da ortodoxia. Porém sempre que eu me deparo com Marcos 16. 16-18 uma duvida me corroe, não pelo fato desse texto não está presente nos manuscritos mais antigos (como aprendí) e sim por outra coisa que que aprendi aos pés dos cessacionistas. Eu aprendi que o texto aludido não é normativo para a igreja hoje, pois o contexto diz que Jesus censurou a incredulidade dos discipulos (ver. 14) e que a fé aí exigida para a ocorrencia dos sinais apontava para os 12, a interpretação é que Jesus estava dizendo assim "E estes sinais seguirãos aos [discipulos] que crêem...". E eu ví que a palavra crêem usada nesse versiculo não tem o significado de "aqueles que veierem crendo" e sim que aponta apenas para os discipulos.
Me esclareça melhor esse texto!