sexta-feira, 21 de outubro de 2011

COMO ENFRENTAR A OPOSIÇÃO À OBRA DE DEUS. Subsídio para Lição Bíblica da CPAD - 4º Trismestre/2011


A oposição sempre foi uma realidade constante e presente na obra de Deus. Em todas as épocas e lugares onde algo começou a ser feito para a glória de Deus, pessoas e instituições se levantaram contra, na tentativa de impedir a todo custo a implantação, o avanço e a conclusão do projeto divino.

Na Bíblia temos vários exemplos de oposição à obra, e/ou às pessoas envolvidas na obra. Vejamos alguns deles:

- A oposição de Faraó na libertação do povo do Egito (Êx 5.1-23ss)

- A oposição dos reis dalém Jordão na conquista da terra de Canaã (Js 1.10ss)

- A oposição de Senaqueribe contra Judá (2 Rs 18.13ss)

- A oposição dos príncipes e presidentes no reinado de Dario contra Daniel (Dn 6.1ss)

- A oposição de Sambalate e Tobias contra Neemias na reconstrução dos muros de Jerusalém (Ne 4.1-23ss)

A oposição nem sempre vem de fora. Quem faz a obra de Deus com zelo e integridade enfrenta oposição de dentro:

- A oposição de Corá, Datã e Abirão contra Moisés e Arão (Nm 16.1-50)

- A oposição de Saul a Davi (1 Sm 18.10ss)

- A oposição sofrida por Jesus da parte do povo, escribas, fariseus, saduceus, etc. (Hb 12.3)

- A oposição dos judeus e dos falsos irmãos contra Paulo (At 28.19; 2 Co 11.26)

AS CAUSAS DA OPOSIÇÃO

As causas da oposição infligida contra a obra de Deus, e contra os que estão realizando a obra são diversas, e passa pelo receio ou medo do crescimento da obra, e pela ameaça que este crescimento infringe aos paradigmas e cosmovisões mundanas . A obra e os que a fazem são perseguidos porque alguém (ou grupos) teme perder o poder, o espaço, o cargo, etc. Se sentem ameaçados em seus postos e em suas convicções ou ideologias. Em se tratando da oposição que vem de fora, ela pode ser realizada por políticos governantes, por legisladores e juízes, ou seja, pelos poderes instituídos. Os mecanismos de oposição são os mais diversos, dentre os quais: leis, censuras, violência moral em forma de ridicularização e menosprezo (Ne 4.2) e física (a polícia é usada em governos totalitaristas). A oposição é feita também por formadores de opinião (professores, jornalistas, artistas, celebridades, líderes de movimentos sociais, etc.).

Na oposição que vem de dentro, os opositores buscam de todas as formas e maneiras impedir o avanço do trabalho de indivíduos e de ministérios prósperos. A inveja é uma das motivações mais comuns para a oposição que vem de dentro. Infelizmente, a tristeza com a prosperidade do próximo ainda é bem presente em nosso meio. Na oposição que vem de dentro, sofrem também aqueles que resolvem denunciar o erro, a mentira e o pecado. Quando os dominadores se sentem ameaçados em seus reinos pessoais, logo se utilizam de ameaças, retaliações, censuras e outros artifícios para calar a boca, ou impedir o trabalho daqueles que estão restaurando os “muros”.

Assim como no mundo, a própria imprensa oficial é utilizada como mecanismo de oposição e opressão. Os questionadores e denunciadores das mazelas do sistema (reconstrutores de muros) são barrados ou perdem os espaços conquistados em programas, jornais e revistas. Seus livros não são publicados, e seus artigos são censurados. Um sistema opressor, doente e perverso não admite críticas.

Quem sabe para quem está trabalhando, e com a consciência tranquila de que está fazendo o que deve ser feito, sofre com a oposição, mas se alegra com o conforto, a presença e a aprovação de Deus em sua vida e ministério. Ele entende que Deus é o maior interessado no processo de restauração dos muros, e simplesmente confia naquele que o vocacionou, preparou e chamou para a grande obra.

Nem sempre a oposição é barulhenta e explícita, podendo ser silenciosa e discreta.

O desprezo e o descaso também fazem parte dos métodos dos opositores (Ne 4.4). Você pode ser duramente afrontado ou simplesmente ignorado, desprezado e humilhado.

A NOSSA ATITUDE DIANTE DA OPOSIÇÃO

Porém nós oramos ao nosso Deus e pusemos uma guarda contra eles, de dia e de noite, por causa deles” (Ne 4.9)

Moisés, Josué, Davi, Ezequias, Neemias, Jesus e Paulo, todos estes recorreram à oração quanto sofreram oposição. Enquanto oravam avançavam na realização da obra lhes confiada.

Neemias não buscava projeção pessoal ou qualquer tipo de reconhecimento. Neemias só queria o bem do seu povo, só desejava dar a sua contribuição no processo de restauração e reconstrução. Neemias só buscava a glória de Deus.

Estás sofrendo oposição? Estás dentro da vontade de Deus? Caso tenhas certeza disto, não desista. Ore, vigie e avance, pois o Senhor é contigo. Use a oração, a vigilância e as armas (dons e talentos )que o Senhor te concedeu.

“[...] O Deus dos céus é o que nos fará prosperar; e nós, seus servos, nos levantaremos e edificaremos; [...]” (Ne 2.20b)

Creia, pois a obra será concluída!

Um comentário:

Eduardo Pereira disse...

Querido Pr. e Professor Altair Germano parabéns por mais um comentário, quero fazer uso dele em meu blog.
Sobre a oposição que vem de dentro acredito que os que são de dentro, em tais atitudes contra a verdade já se aliaram ou se equipararam aos opositores de fora, estando apenas camuflados e querendo manter “boa aparência”, lembro-me de um post seu que diz mais ou menos assim: ainda que nos sejam negada as tribunas ainda nos restam às ruas e praças, parece até que estamos nadando contra a maré, mas Deus nos diz:

Fala e não te cales.

Trabalhemos e não desfaleçam nossas mãos.

Levanta-te e anda.

http://eduardopsantos.blogspot.com/