segunda-feira, 12 de setembro de 2011

A QUEDA DE GIGANTES


Gigantes (pessoas ou organizações) que não se abrem para a crítica, cairão prostrados no chão da insensatez.

Um comentário:

Orlando disse...

Boa pastor, parece haver uma epidemia de anti-crítica no mundo em geral, e nem estou contando com os ditadores de toda ordem! Penso a crítica como estabelecedora de critérios e com propósitos construtivos! Tenho procurado encher a minha vida e meu blog com este princípio, mas o povo é ligeiro em distorcer!

Abraços
Orlando