domingo, 31 de julho de 2011

IX EBORN - ESCOLA BÍBLICA DO OESTE DO RN (ESBOÇO DE MINHAS AULAS)


1.3 O Obreiro do Senhor e a Administração no Lar

"e que governe (gr. proistámenon, i.e. dominar, administrar, cuidar. Verbo particípio, presente, médio) bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito (pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?);” (1 Tm 3.4-5)

CONCEITOS

"A Administração ou gestão pode ser definida como o processo de planejar, organizar, dirigir e controlar os esforços das pessoas envolvidas numa organização e de utilizar todos os recursos organizacionais disponíveis para alcançar objetivos previamente estabelecidos" (CHIAVENATO, Idalberto. Administração nos Novos Tempos. 2. Ed. Rio de Janeiro: Campus, 1999, p. 14).

“Administração é o processo de consecução dos objetivos organizacionais de uma maneira eficiente, eficaz e efetiva, por meio do planejamento, da organização, da liderança e do controle dos recursos organizacionais” (CARAVANTES, Geraldo R.; PANNO, Cláudia C.; KLOECKNER, Mônica C. Administração: teorias e processos. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005, p. 385)

O Processo Administrativo:

- Planejamento: Planejar é estabelecer objetivos e o curso de ação adequado para alcançar esses objetivos (CHIANENATO, ibid., p. 15). Implica em avaliar o futuro e preparar-se para ele [...] (CARAVANTES; PANNO; KLOECKNER; ibid., p. 404).

- Organização: Organizar é engajar as pessoas em um trabalho conjunto de uma maneira estruturada para alcançar objetivos comuns (CHIAVENATO, ibid.). Organizar envolve criar ou desenhar tarefas, agrupar tarefas e delegar autoridade (CARAVANTES; PANNO; KLOECKNER; ibid., p. 468).

- Direção ou Liderança: Liderança é o processo de influência dirigido para modelar o comportamento de outras pessoas (BAAS, B., 1990 apud CARAVANTES; PANNO; KLOECKNER; ibid., p. 505). É a colocação em marcha daquilo que foi planejado e organizado (CHIAVENATO, ibid.).

- Controle: Controlar é fazer que algo aconteça do modo como foi planejado (CARAVANTES; PANNO; KLOECKNER; ibid., p. 532). Envolve o acompanhamento, monitoração e a constante avaliação do desempenho organizacional (CHIANENATO, ibid., p. 16).

Sem a aplicação dos princípios que fundamentam e norteiam o processo administrativo, o obreiro não alcançará sucesso na administração de sua vida pessoal, do seu lar e da igreja.

Nenhum comentário: