terça-feira, 7 de setembro de 2010

ELEIÇÕES 2010: CARTA DE DOM LUIZ GONZAGA BERGONZINI (BISPO DE GUARULHOS)

“Eu vim para que todos tenham vida” (Jo 10,10)

Aos meus diocesanos

Sob o título “Dai a César o que é de César”, na edição do mês de julho da Folha Diocesana, na coluna “A Voz do Pastor”, nós recomendávamos aos verdadeiros cristãos e católicos a não votarem em todo e qualquer partido e candidato que fossem contrários aos princípios cristãos e católicos, mormente aqueles que dizem respeito à lei Natural que é lei de Deus positiva. Acrescentávamos que não deviam dar o seu voto à Sra. Dilma Rousseff, pois o partido a que a mesma pertence, o PT, é francamente favorável à liberação total do aborto.

Senão, vejamos:

01- Aos 11 de abril de 2005, o governo Lula comprometeu-se a legalizar o aborto no Brasil, assinando o Segundo Relatório do Brasil sobre o Tratado de Direitos Civis e Políticos, apresentado ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (nº 45) e, em agosto do mesmo ano, entregou ao Comitê da ONU para a eliminação de todas as formas de descriminalização contra mulher (CEDAW), documento no qual reconhece o aborto como Direito Humano da Mulher.

02- Em setembro de 2007, no seu IIIº Congresso Nacional, o PT assumiu a “descriminalização do aborto e a regulamentação do atendimento de todos os casos no serviço público, como programa de partido. E no dia 20 de fevereiro de 2010, no seu IVº Congresso Nacional, o PT manifestou “apoio incondicional” ao 3º Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3) editado pelo Presidente Lula, no final de 2009. O programa inclui entre outros temas, a defesa da descriminalização do aborto.

03 - O PT puniu os deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso por se recusarem a assinar o PL (projeto de lei) que tornava livre a prática do aborto...

04 - Mais recentemente, em 16 de julho de 2010 (no mês passado!!!), a Ministra Nilceia Freire, na linha da política do Senhor Presidente da República, propôs a liberação total do aborto em toda América Latina através do “Consenso de Brasília”.

05 -Chamam a nossa atenção as propostas de governo da candidata à Presidência, que alteram a linguagem mas não alteram o conteúdo. Já apresentou três propostas de Governo, sendo que a segunda “maquia” a primeira, e a terceira “maquia” a segunda retirando tudo que pudesse deixar “transparecer” os objetivos de liberar o aborto, para não “prejudicar” sua candidatura. Há rumores de que, no próximo mês será anunciada uma “quarta” proposta...

06 - Para evitar desgastes na campanha de sua candidata, o Sr. Presidente “engaveta decisões sobre temas polêmicos” (Cf. Estado de São Paulo – 06/08/2010 – A7). Contrariamente a todos estes “ajustes” que tentam mascarar a verdade, o Evangelho nos manda: “ O seu Sim, seja Sim. O seu Não, seja Não”.(MT 5,37). Sem subterfúgios, sem máscaras, para não esconder a verdade...

07 –Sendo coerente com nossa profissão de Fé (o que, é evidente, não ocorre nesses “Planos de Governo”), reafirmamos tudo quanto já dissemos. Não temos receio de reafirmar, assinar e confirmar tudo quanto temos escrito. Não precisamos de “reformulações”...

08 - Apesar de 70% dos brasileiros e cristãos terem se manifestado contra a descriminalização do aborto, em pesquisa CNT/Sensus do início deste ano, os delegados do PT chegaram ao entendimento de que o partido deve dar “apoio incondicional ao programa PNDH-3 por considerar que ele é “fruto de intenso processo de participação social”. Ou seja, o PT está levando o país na contra mão da democracia reconquistada há pouco e com fadiga.

09 - Houve quem nos criticasse por termos tomado essa atitude, alegando que não tínhamos o direito de nos “intrometer” na política. A esses queremos lembrar que, num país democrático, como cidadão temos o direito de nos manifestar, a favor ou contra as pretensões de políticos.

10 - Como Bispo, temos a obrigação de alertar os fiéis para que escolham bem os partidos, os candidatos e suas propostas, para não votarem naqueles que sejam contra as Sagradas Escrituras, em especial em relação à vida: “Não Matarás” (Ex. 20,13; Dt. 5,17; Mt. 5,21).

11 – Agora é a hora da defesa da vida. Não podemos nos omitir. Repetindo Dom Henrique Soares, Bispo Auxiliar da Diocese de Aracaju: “É nosso dever de cristãos e de cidadãos procurar votar de modo consciente e esclarecido, pensando unicamente no bem comum...afinal, um voto pode nos mandar para o inferno: aqui, por quatro anos e, após a morte, por toda a eternidade!”Encerrando os esclarecimentos, pedimos a Deus, por intercessão da Santíssima Virgem Imaculada Conceição, Padroeira de nossa Cidade de Guarulhos, que proteja nossa Diocese assim como todo nosso País, concedendo-nos governantes que sejam respeitadores da Lei de Deus e das Leis Naturais que têm sua fonte no próprio Deus.

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini
Bispo de Guarulhos

Fonte da foto e do texto: http://www.diocesedeguarulhos.org.ber/

Diante do pronunciamento do Bispo de Guarulhos, Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, o que dizer dos líderes evangélicos que silenciam, não alertando a igreja, ou pior, que apoiam candidatos e partidos que trabalham abertamente contra os valores e princípios do Evangelho de Jesus?

A medida da responsabilidade que recebemos do Senhor, será a medida de sua cobrança.

4 comentários:

Maurilio Gomes da Silva disse...

Prezado Pr. Altair, até agora apesar de não concordar com a corrente teologica da prosperidade defendida pela Pr. Silas Malafaia, salvo mim engano ele foi o unico a alertar de uma forma muito clara a todos os segmentos sobre a responsabilidade do voto. Fato que merece nossas sinceras considerações por tamanha sabedoria e coragem. É lamentável vê nas portas das nossas Igrejas tantos planfetos e nada de orientação aos amados irmãos que estão sendo iludidos através de promessas mediocres. Acredito que a EBD é um instrumento poderoso para esse tipo de esclarecimento, pena que encontra-se sendo pouco explorado.

Cláudio Ananias disse...

Caro Pr. Altair

Estou de total acordo com as premissas apresentadas nessa carta. Mas tenho ido mais além, por princípios meus já adotados há algum tempo concernente a política.

Tenho três postagens a respeito do tema O CRISTÃO E A POLÍTICA, em meu blog: www.claudioananias.blogspot.com

Resolvi escrever para mostrar como tenho me portado ante a este tema desde algum tempo.

Esequiel Santos disse...

Parabéns ao Dom Luiz, postura correta de um verdadeiro Cristão. Postura semelhante ao João Batista que não se omitiu diante de fatos cometidos pelos governantes e que ameaçam a sociedade. "Nas coisas essenciais UNIDADE."

tom disse...

desde qdo o bispo e politico,o edir constroi templo de salomao, este nao consegue reformar a capela,mas quer meter o bico onde nao deve, aborto ou nao e situaçao e decisao de cada mulher,e nao do bispo,