terça-feira, 13 de julho de 2010

AS FUNÇÕES SOCIAIS E POLÍTICAS DA PROFECIA (2). Observações sobre erro encontrado no comentário da Lição

Fui abordado ontem, após o término da Santa Ceia no Templo Central da AD em Abreu e Lima-PE, pelo pastor João Barbosa, que me informou de um possível erro no comentário da Lição 3 da CPAD deste trimestre. Ao chegar em casa fui conferir, e realmente confirmei o equívoco.

Em minhas investigações, acabei por encontrar uma dificuldade bíblica, que sobre ela comentarei na sequência deste post.

O PROBLEMA NO COMENTÁRIO DA LIÇÃO

No segundo ponto da lição, intitulado "O PROFETA É ENVIADO AO REI", lemos:

"Como vimos na leitura bíblica, embora tenha jurado lealdade e obediência aos babilônicos (2 Cr 36.11-14) e, por isso, reinado onze anos em Jerusalém, o rei Joaquim (que teve o seu nome mudado pelo rei da babilônia, o qual passou a chamá-lo de Zedequias) rebelou0se contra o rei dos caldeus no oitavo ano de seu reinado (2 Rs 24.8-17). Mesmo já estando Judá sob o domíno babilônio, tal postura ocasionou a destituição do rei Joaquim por Nabucodonosor em 598 a.C., que mandou levá-lo para a capital do Império e colocou seu tio, Matanias em seu lugar."

O problema está no fato de que não foi Joaquim que teve o nome mudado pelo rei da Babilônia, mas sim Matanias, o seu tio e sucessor, que passou a ser chamado de Zedequias:

"E o rei de Babilônia estabeleceu rei, em lugar de Joaquim, ao tio deste, Matanias, e lhe mudou o nome {para} Zedequias." (2 Rs 24. 17, ARC)

"O rei da Babilônia estabeleceu rei, em lugar de Joaquim, ao tio paterno deste, Matanias, de quem mudou o nome para Zedequias." (2 Rs 24.17, ARA)

"Fez Matanias, tio de Joaquim, reinar em seu lugar, e mudou seu nome para Zedequias." (2 Rs 24.17, NVI)

"Nabucodonosor colocou Matanias, o tio de Joaquim, como rei de Judá e mudou o nome dele para Zedequias." (2 Rs 24.17, NTLH)

Fica claro então, que quem teve o nome mudado para Zedequias foi Matanias, e não Joaquim. A mudança de nome tinha como uma das principais funções a demonstração de poder do rei conquistador sobre o rei conquistado.

A DIFICULDADE BÍBLICA

Quando comparamos a narrativa dos fatos de 2 Rs 24.17 com 2 Crônicas 36.9-10, vamos observar o seguinte:

- ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA (ARC)

"9 {Era} Joaquim da idade de oito anos quando começou a reinar e três meses e dez dias reinou em Jerusalém; e fez o {que era} mau aos olhos do SENHOR.

10 E, no decurso de um ano, o rei Nabucodonosor mandou que o levassem à Babilônia, com também os mais preciosos utensílios da Casa do SENHOR, e pôs a Zedequias, seu irmão, rei sobre Judá e Jerusalém."

- ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA (ARA)

"9 Tinha Joaquim dezoito anos quando começou a reinar e reinou três meses e dez dias em Jerusalém. Fez ele o que era mau perante o SENHOR.

10 Na primavera do ano, mandou o rei Nabucodonosor levá-lo à Babilônia, com os mais preciosos utensílios da Casa do SENHOR; e estabeleceu a Zedequias, seu irmão, rei sobre Judá e Jerusalém."

- NOVA VERSÃO INTERNACIONAL (NVI)

"9 Joaquim tinha dezoito anos de idade quando começou a reinar; e reinou três meses e dez dias em Jerusalém. Ele fez o que o Senhor reprova.

10 Na primavera o rei Nabucodonosor mandou levá-lo para a Babilônia, junto com objetos de valor retirados do templo do Senhor, e proclamou Zedequias, tio de Joaquim, rei sobre Judá e sobre Jerusalém."

- NOVA TRADUÇÃO NA LINGUAGEM DE HOJE (NTLH)

"9 Joaquim tinha dezoito anos de idade quando se tornou rei de Judá. Ele governou três meses e dez dias em Jerusalém. Joaquim fez coisas erradas, que não agradam a Deus, o SENHOR.

10 Na primavera daquele ano, o rei Nabucodonosor mandou prendê-lo e levá-lo como prisioneiro para a Babilônia, levando também os objetos mais valiosos que havia no Templo. E Nabucodonosor colocou Zedequias, tio de Joaquim, como rei de Judá e de Jerusalém."

Perceba que enquanto em 2 Rs 24.17 Zedequias é identificado como tio de Joaquim, em 2 Cr 36.10, nas versões ARC e ARA ele é identificado como irmão de Joaquim.

Já as versões NVI e NTLH identificam Zedequias em 2 Cr 36.10 como tio de Joaquim, como se encontra em 2 Rs 24.17.

Fui conferir na Bíblica Hebraica Sttutgartensia os textos acima, e lá temos o seguinte:

- 2 Rs 24.17: mataniah dhodho (Matanias tio)

- 2 Cr 36.10: tsideqiyah 'ahim (Zedequias irmão)

Dessa forma, entendemos que para conciliar o problema do texto hebraico (onde as versões ARC e ARA foram fiéis ao texto hebraico) as versões NVI e NTLH preferiram modificar 2 Cr 36.10 trocando o termo "irmão" para "tio".

A Bíblia de Jerusalém traduziu o texto de 2 Cr 36.9-10 da seguinte forma:

"9 Joaquin tinha dezoito anos quando começou a reinar e reinou três meses e dez dias em Jerusalém; fez mal aos olhos de Iahweh.

10 No fim do ano, o rei Nabucodonosor mandou prendê-lo e conduzi-lo a Babilônia junto com os objetos preciosos do Templo de Iahweh, e constituiu Sedecias, seu irmão, como rei de Judá e Jerusalém."

Na nota de rodapé da referida Bíblia, ao tratar sobre o texto acima lemos:

"De fato, era tio (2 Rs 14.17). Mas 1 Cr 3.15-16 distingue dois Sedecias, um tio e um irmão de Joaquin."

Podemos entender a dificuldade no texto hebraico, e consequentemente nas versões ARC e ARA como um erro do copista.

Tais erros podem ser encontrados em outros locais, como no exemplo abaixo:

"Tinha Joaquim dezoito anos de idade quando começou a reinar e reinou três meses em Jerusalém; e {era} o nome de sua mãe Neústa, filha de Elnatã, de Jerusalém." (2 Rr 24.8, ARC)

"{Era} Joaquim da idade de oito anos quando começou a reinar e três meses e dez dias reinou em Jerusalém; e fez o {que era} mau aos olhos do SENHOR." (2 Cr 36.9, ARC)

Nas versões abaixo o texto de 2 Cr 36.9 foi corrigido:

"Tinha Joaquim dezoito anos quando começou a reinar e reinou três meses e dez dias em Jerusalém. Fez ele o que era mau perante o SENHOR." (ARA)

"Joaquim tinha dezoito anos de idade quando começou a reinar; e reinou três meses e dez dias em Jerusalém. Ele fez o que o Senhor reprova." (NVI)

"Joaquim tinha dezoito anos de idade quando se tornou rei de Judá. Ele governou três meses e dez dias em Jerusalém. Joaquim fez coisas erradas, que não agradam a Deus, o SENHOR." (NTLH)

No texto hebraico temos:

- 2 Rs 24.8: shemoneh 'esreh shanah (dezoito anos de idade)

- 2 Cr 36.9: shemoneh shanim (oito anos)

Apesar de tais dificuldades existirem, elas em nada comprometem a credibilidade da Bíblia quanto a sua inspiração.

É bom lembrar que estas pequenas discrepâncias fazem parte das cópias em hebraico, e não dos originais que saíram das mãos dos escritores bíblicos (até então não encontrados).

Termino aqui este post, contando com qualquer ajuda que venha a esclarecer os fatos aqui narrados, pois como qualquer outro posso estar equivocado em minhas colocações, não tendo problema algum em me retratar ou corrigir algum comentário feito.

9 comentários:

ALTAIR GERMANO, disse...

Enviei a questão para o pastor Esequias Soares, comentarista da Lição Bíblica, que me informou o conteúdo do texto enviado para a CPAD, conforme segue:

"1. O princípio do fim de Judá. Judá já estava sob o domínio dos caldeus. Nabucodonosor destituiu Joaquim do trono em 598 a.C. levando-o para a Babilônia e pôs seu tio, Matanias, em seu lugar, o rei mudou seu nome para Zedequias, que jurou lealdade e obediência aos babilônios (2 Cr 36.11-14). Ele reinou 11 anos em Jerusalém, mas se rebelou contra o rei de Babilônia no oitavo ano de seu reinado (2 Rs 24.8-17)."

Dessa forma, fica esclarecido que o erro ocorreu na edição da revista, e não por parte do comentarista.

Manifesto de público a atenção do pastor Esequias Soares e também do pastor Claudionor pelas respostas enviadas.

Abraços!

EBDicas disse...

A Paz do Senhor pastor Altair, gostaria de saber se as referências bíblicas da LEITURA DIÁRIA na mesma lição também estão erradas ou estou enganado.
Obrigado!

ALTAIR GERMANO, disse...

EBD dicas,

há erros também na leitura diária. Foram repetidos os versículos da Lição 3 do 2º Trimestre. Os versículos corretos, me informado pelo pastor Esequias Soares são:

Segunda - Êx 2.11
Terça – 2 Sm 12.9, 10
Quarta - Is 10.1, 2
Quinta - Is 58.7
Sexta – Jr 7.6
Sábado – Pv 14.34

Abraços!

EBDicas disse...

Muito obrigado pastor!
E é EBDicas mesmo.rss!
Um humilde blog!
Fique com Deus!

Francisco Wesley disse...

A paz do Senhor pastor Altair,

Não me entenda mal. Mas, nessas comparações de versões, compare a ARC com a ACF também, pois, as mesmas também diferem bastante em muitos textos.

Abraços,

ebd.jc disse...

Gosto muito desse blog. Sou professor da EBD, e fico muito grato por tirar a minha dúvida. a princípio pensei que havia alguma outra interpretação, mas fiquei aliviado por saber que foi um erro de edição. A PAZ DO SENHOR, E QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO. AMÉM.

ebd.jc disse...

Neste blog quando puder coloque dinâmicas para ser aplicadas nas salas de aula. obrigado

Tiago disse...

Prezado Pr Altair Germano, a paz do Senhor Jesus.

Graças a Deus este erro não fere em nada na santa doutrina e nem desqualifica o nobre Pr Esequias Soares que sem sombra de dúvida é um dos maoires apologistas brasileiros.

Quem bom que temos pessoas que leêm e são entendidos da palavra de Deus para que não fiquemos com essas dúvidas.

Obrigado Pr Altair Germano pelos esclarecimentos, e que Deus continue te abençoando.

José Marcos disse...

Em Jeremias há uma passagem que dá base para acreditar que Zedequias era tio de Joaquim:

Jr 37.1 E Zedequias, filho de Josias, a quem Nabucodonosor, rei de Babilônia, constituiu rei na terra de Judá, reinou em lugar de Conias, filho de Jeoiaquim.

O texto da Lição que apresenta com incorreções reescrevi da seguinte forma:
Como vimos na leitura bíblica, embora tenha jurado lealdade e obediência aos babilônios (2Cr 36.11-14) e, por isso, reinado onze anos em Jerusalém, o rei Matanias (que teve o seu nome mudado pelo rei da Babilônia, o qual passou a chamá-lo de Zedequias) rebelou-se contra o rei dos caldeus no oitavo ano de seu reinado (2Rs 24.8-17), mesmo já estando Judá sob o domínio babilônico. Tal postura ocasionou a destituição do rei Zedequias por Nabucodonosor em 586 a.C., que mandou levá-lo para a capital do Império e colocou Gedalias em seu lugar.
Entretanto, não consegui encontrar nada na Bíblia que me desse segurança de afirmar que a rebelião de Zedequias contra Nabucodonosor ocorreu no oitavo ano de seu reinado. O Pastor Altair Germano poderia me esclarecer a respeito?