terça-feira, 1 de junho de 2010

SITE DE IGREJA DIVULGA DOCUMENTOS PROTOCOLADOS NA CGADB


O site da Assembleia de Deus em Porto Velho (http://www.iead-pvh.com/) divulgou hoje a carta de renúncia do 1º tesoureiro da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil).

Em 31/05, o mesmo site já havia divulgado o conteúdo da carta de renúncia do pastor Silas Malafaia.

Quem ganha na divulgação pública de documentos internos que tratam de questões de ordem administrativa da CGADB?

Quem divulga?
Alguém com interesse político na questão?
A chapa "A"?
A chapa "B"?
A igreja?
Os convencionais?
O Diabo?
Os não crentes?
Os inimigos da igreja?
Ninguém?

Conheço o pastor Joel Holder, Presidente da Assembleia de Deus em Porto Velho, e sinceramente, não acredito que ele tenha tomado conhecimento desta publicação num site que leva o nome da igreja que preside.

Será que quem publicou os documentos administrativos enviados à CGADB no referido site, publicaria documentos administrativos da própria igreja Assembleia de Deus em Porto Velho?

Se existe os desmandos financeiros citados nas cartas, que sejam apurados e os culpados punidos. Mas, tratar tal questão de forma aberta e pública, repito, quem ganha com isso?

O que tenho a falar sobre mais este episódio? Já falei no comentário que escrevi sobre a saída do pastor Silas Malafaia (Leia AQUI).

2 comentários:

Robson Aguiar disse...

Paz do Senhor,

Pastor Altair, tenho me limitado a anunciar que detenho a carta, e que só envio a convencionais, mas, não publicaria seu conteúdo. Ainda a pouco critiquei no Site supramencionado a publicação da carta.

Entretanto, recebo queixas de alguns convencionais que dizem não estarem sendo atendidos pela secretaria da CGADB. Acho que a transparência iria ajudar a Convenção a evitar possíveis desgastes.

Lembrando ao irmão, que um dos motivos da saída do nobre pastor Santana, conforme alega foi o não atendimento de uma auditoria externa.

No mais, concordo com o seu texto.

Quanto às motivações sejam elas quais forem não justificam e nem amenizam as acusações que fazem os ministros Silas e Santana contra a administração da CGADB.

O tempo dirá se é verdade ou não o que apresentaram os irmãos como motivação para as suas saídas .

Com imparcialidade e sem pretensão política,

Pr. Robson Aguiar

sousa disse...

TRANSPARENCIA DEVERIA SER VIDA D TODOS OS SERVOS D DEUS.
MAS ALGUNS FICAM A DESEJAR.
QUE DEUS TENHA MISERICORDIA DE NÓS,
QUANDO ELE VOLTAR POSSA ENCONTRAR NOS PREPARADOS.