segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

UNÇÃO FINANCEIRA


O jeito mais fácil de ganhar dinheiro hoje no Brasil é contribuindo com R$ 900,00 para o Programa Vitória em Cristo, do pastor Silas Malafaia. O retorno é certo. Quem garante isso é o "profeta" Morris Cerullo.

Entendo que desta forma, não adianta contribuir na sua igreja com os dízimos e as ofertas, morrer de trabalhar ou investir em aplicações no mercado financeiro e imobiliário. O segredo da tal "unção financeira dos últimos dias" está reservado apenas para aqueles que ofertarem no referido programa.

A novidade é que a oferta pode ser parcelada.

Não é toda hora que aparece uma "boquinha" como esta (a promoção só vale até janeiro).

Particularmente, prefiro continuar seguindo as sábias orientações e conselhos dos profetas verdadeiramente bíblicos:

"De fato, grande fonte de lucro é a piedade com o contentamento. Porque nada temos trazido para o mundo, nem coisa alguma podemos levar dele. Ora, os que querem ficar ricos caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição. Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores. Tu, porém, ó homem de Deus, foge destas coisas; antes, segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão." (1 Tm 6.6-11)

4 comentários:

Márcio Cruz disse...

A Paz do Senhor Jesus Pr. Germano

Enquanto não for tomada nenhuma atitude por quem tem autoridade para isso, ainda que radical em relação ao membro da própria mesa diretora, coisas deste tipo continuarão a acontecer no berço assembleiano, que há muito tempo atrás transpirava temor a Deus e à Sua Santa palavra e as demais comunidades respeitavam.

A impressão que fica é:

1. Estão deixando pra ver no que vai dar;
2. Estão com medo de denúncias provadas contra eles pelo referido pastor;
3. Estão recebendo uma fatia dos R$ 900,00.

É duro dizer isto, mas, o que podemos pensar como assembleianos?
Se a atitude certa (volto a dizer, ainda que redical) for tomada, outros temerão (creio eu, porque a sede e a ganância pelo poder e o dinheiro, cauterizam a mente e o coração) e pensarão bastante antes de enveredar por caminhos tortuosos.

Na Paz Dele que tem o controle em Suas mãos,

Ir. Márcio Cruz.

Mario Sérgio disse...

Olha irmão, as vezes é difícil acreditar, que uma denominação como a Assembleia de Deus esteja vivenciando fatos bizarros como esses. É também difícil de compreender que certos pastores com uma história familiar riquíssima dentro da denominação, estejam à frente dessas heresias. Deus tebha misericórdia!

Ulisses disse...

Pastor Altair Germano,

A Paz do Senhor.

Em primeiro lugar quero dizer que acompanho seu blog e que agradeço a Deus pela sua vida e agradeço a você por disponibilizar conteúdos instrutivos em seu blog.

Será que o senhor poderia me esclarecer o seguinte situação:

Qual a linha divisória entre a Teologia da Prosperidade e a Prosperidade Bíblica, ou a questão financeira biblicamente falando? Ou qual a relação da prosperidade financeira com a questão Deus?

Porque sinceramente, dirijo culto, faço momento do ofertório, e fico até com receio de falar: “Somente entregando o dízimo é que o devorador é repreendido de nossas vidas”.

Outra questão é: A Teologia da Prosperidade pode ser uma estratégia p/ atrair as pessoas a Deus?

Desde já agradeço.
Graça e Paz

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado Ulisses, a prosperidade bíblica está fundamentada na obediência à Palavra de Deus (Js 1.8; Sl 1.1-3) e não em "profetadas", "desafios" ou "barganhas".

Outra questão é que o conceito de prosperidade bíblica (tsaleah)não se restringe à esfera financeira.

Prosperar implica em ser bem sucedido (ministerialmente, familiarmente, profissionalmente etc), tendo Deus como fonte do sucesso.

Como já escrevi, é possível ter sucesso na vida sem necessariamente ser rico ou ter comodidade financeira (ver os profetas, apóstolos, o próprio Jesus etc.).

Abraços,