quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

OUÇA AS DECLARAÇÕES DESENCADEADORAS DOS ÚLTIMOS FATOS ENVOLVENDO O PR. CAIO FÁBIO E O PR. MARCO FELICIANO



Em sua fala, o pastor Marco Feliciano declara que foi convidado pelo Caio Fábio e que foi em Brasília para ouvi-lo. Já o pastor Caio Fábio afirma, que ele é quem foi procurado pelo Marco Feliciano, e que este foi em busca de conselhos e ajuda.

Trato destas questões nesse espaço, pois entendo que a vergonha pública que o Evangelho vem sofrendo precisa ser tratada publicamente.

Já basta de ser colocado na mesma "panela" com os falsificadores do Evangelho.

Quem são os falsificadores? Observem os conteúdos das mensagens e vocês saberão.

Quero agradecer ao Camilo Borges pelo envio do link do vídeo.

10 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Glorias a Deus pela vida daqueles que não se desviam!

Deus lhe bendiga sempre, pois sua vida está sendo muito usada neste momento triste que vivemos, onde somos obrigados a desviar nossa atenção do principal para manter limpo o caminho que leva a sã doutrina.

Triste esta necessidade de que nos poe a:

“...para arrancares e derrubares, para destruíres e"

Pois Deus sabe que pela nossa vontade e Amor melhor seria apenas:

"arrumares e para edificares e plantares” (Jer 1:10)

Graça e Paz

Danilo

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Altair

Faz tempo que não posto qualquer comentário por aqui. Mas venho com frequência para ficar por dentro dos fatos.

Transcrevo abaixo o comentário que fiz no blog do Matias Borba e que reflete também o que publiquei no seu facebook.

Saudações no Amado!

"Parece-me que o vídeo não se encontra mais no You Tube. Fui lá e não o encontrei.

"Creio no Caio. Conheço-o de perto, pois convivi algum tempo com ele nos "bons" tempos da AEvB.

"No episódio em que vários pastores participaram de um encontro com o Rev. Moon no Uruguai, dei-lhe o "furo" de reportagem (infelizmente, eu não podia publicar a matéria em jornal confessional) e o Brasil todo, através da revista Vinde, cujo editor era o jornalista Jorge Antonio de Barros, deu-se conta do que estava acontecendo.

"Com a publicação da reportagem foi possível estancar, pelo menos naquele momento, uma parceria articulada 'na moita' que traria danos terríveis ao meio evangélico.

"Caio não é de conversa fiada. E sabe das coisas! Cada uma que não vale a pena sequer mencionar!

"Quanto a 'menção' melodramática ao Caio feita pelo 'Infeliciano', não seria uma maneira de preparar o terreno quando lhe faltar o chão?

Abraços".

João Ribeiro disse...

A história das duas laranjas

Ao ouvir esta mensagem, lembrei-me de uma ilustração que li quando jovem contando a história de duas laranjas que conversavam entre si em uma banca de mercado. A primeira dizia á outra: - ah, fulana como eu gostaria de que alguém viesse aqui, me levasse para casa e fizesse um suco bem gostos. A outra, escandalizada, protestou: - sicrana, de forma alguma, eu quero é continuar cheirosa, brilhosa, amarelinha, não quero vivar suco de jeito nenhum. Passados alguns momentos, chegou um cliente e levou a primeira e ela cumpriu o seu papel, virou suco. Já a segunda, alguém inadvertidamente deixou que caísse e ela acabou debaixo do balcão, ficando esquecida, inútil e estragada.
Precisamos lembrar que por amor de Jeus somos entregues à morte o dia todo; somos reputadas como ovelhas para o matadouro (Rm 8.36); Jesus disse que importa se cumpra em mim isto que está escrito: E com os malfeitores foi contado. (Lc 22.37).; Mas isto é para que se cumpra a palavra que está escrita na sua lei: Odiaram-me sem causa. Jo 15.25

Paulo afirmou reiteradas vezes que estava sendo oferecido como sacrifício combatendo o bom combate.
Disse Paulo: Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas. Se mais abundantemente vos amo, serei menos amado? II CO. 12.15; Lembra-te de Jesus Cristo, ressurgido dentre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho,pelo qual sofro a ponto de ser preso como malfeitor; mas a palavra de Deus não está presa. II Tim 2.8; nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal. II Co. 4.2

Pedro disse que se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus neste nome. Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e se começa por nós, qual será o fim daqueles que desobedecem ao evangelho de Deus? I Pe 4.17

Assim a vida cristã segue com suas lutas internas e externas, alegrias e dores, vitórias e decepções, até aquele grande Dia.

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Danilo, certamente muitos outros estão juntos nesta grande batalha pela causa do Evangelho.

Conto com as vossas orações.

Abraços,

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre pastor e amigo Geremias do Couto,

eis o grande mérito dos blogs e da liberdade editorial: denunciar fatos e pessoas que tentam macular, distorcer, caricaturar o verdadeiro Evangelho e o Santo Ministério.

Obrigado pela sempre precisa e clara contribuição.

Abraços e paz do Senhor.

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre pastor e amigo Geremias do Couto,

eis o grande mérito dos blogs e da liberdade editorial: denunciar fatos e pessoas que tentam macular, distorcer, caricaturar o verdadeiro Evangelho e o Santo Ministério.

Obrigado pela sempre precisa e clara contribuição.

Abraços e paz do Senhor.

ALTAIR GERMANO, disse...

Prezado João Ribeiro, de luta em luta, de vitória em vitória, pela graça de Jesus chegaremos no final de nossa jornada, pois Ele é fiel!

Abraços.

Cristiano Santana disse...

Pensei que eu estava enganado, mas essa igreja onde o Feliciano aparece pregando é a minha igreja, Catedral das Assembléias de Deus em Santa Cruz. Só tem um detalhe: quando eu soube que seria o Feliciano, decidi que não valia a pena ouvi-lo, por isso faltei ao culto (rs)

Pb. Cristiano Santana

Pr. Mateus Francisco disse...

O problema é que poucos estão dispostos ao sublime sacrifício da laranja/suco
Pr. Mateus Francisco

Pr. Mateus Francisco disse...

O problema é que poucos estão dispostos ao sublime sacrifício da laranja/suco