sábado, 28 de novembro de 2009

UNIÃO HOMOAFETIVA É TEMA DE DEBATE NA RÁDIO MELODIA FM

IMAGEM: MELODIA FM

Com a participação dos pastores Silas Malafaia (AD da Penha), Paulo Afonso (AD Betel em S. Gonçalo), Paulo César (Catedral da AD em J. Primavera Duque de Caxias), Marco Gladstone (Igreja Cristã Contemporânea) e desembargador Fábio Dutra, a Rádio Melodia FM promoveu um debate sobre as relações homoafetivas.

O pastor Marco Gladstone insistiu na idéia de uma igreja cristã que pode acolher o homossexual, sem, contudo, censurar a prática homossexual.

A necessidade de amar a pessoa do homossexual, mas, não aceitar à luz da Bíblia a prática homossexual foi reforçada pelo pastor Paulo Afonso.

O pastor Silas Malafaia foi contundente e firme em suas colocações contra a prática homossexual.

Em meio ao calor do debate, alguém do auditório perdeu o controle e chamou o pastor Silas Malafaia de "bicha".

O desembargador Fábio Dutra esclareceu o fato de que "A Constituição Federal não reconhece o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Ela é expressa no sentido de que tanto o casamento quanto a união estável, ela só é possível entre as pessoas homem e mulher. Está escrito com todas as letras."

Ouça o debate na íntegra no link abaixo:

DEBATE MELODIA

9 comentários:

Cicero Leandro Junior disse...

A paz do Senhor!

Estou ouvindo agora. Devo dizer que apesar dos pesares, pr. Silas Malafaia esteve muito bem no podcast. Estou deveras impressionado com o domínio das escrituras acerca deste assunto. É incrível como esse "pastor" Marcos Gladstone deturpa o texto bíblico. É uma verdadeira "exejegue".

Obrigado pelo link pr. Altair Germano. Muito esclarecedor.

Que Deus o abençõe.

Em Cristo,
Cícero Leandro Júnior.
Assembleia de Deus em Teotônio Vilela/AL.

sousa disse...

É FÁCIL CONDENAR,AGORA QUERO VER ALGUEM ACOLHER.A IGREJA NÃO ESTÁ
PREPARADA PARA RECEBER OS HOMOSSEXUAIS.JÁ PESSOAS(DIACONO PORTEIRO)RINDO D PESSOAS HOMOSSEXUAIS Q FORAM VISITAR A IGREJA.

All Gay disse...

Debate 'democrático' esse: só representantes do mais retrógrado e xiita fundamentalismo religioso. Claro que a conclusão final só podia ser também retrógrada. Alguém lembrou de convidar uma organização LGBT? Ou um casal homossexual? E tem mais: se a discussão da união homoafetiva nesse debate não foi religiosa, porquê insistiram em usar a Bíblia como referência o tempo todo?

amaro disse...

O Pastor Silas Malafaia está certíssimo.As Igrejas não são obrigadas a acolher por que está escrito na Bíblia: "..Os efeminados não herdarão os reinos dos céus".Ponto final.Não está escrito " O céu e a terra passarão,mas minhas palavras não hão de passar".cumpra-se o que fala o Senhor Deus.

Elisomar disse...

Se o Brasil é realmente um país de todos, o gay tem direito de ser gay, e quem não é gay também tem que ter o direito de se posicionar.
Que história é essa de só ser punido quem discrimina gay? Há muitos outros tipos de discriminação inclusive religioso, que nunca levou ninguém à prisão.
Tá bom de se rever isso.

Cicero Leandro Junior disse...

A paz do senhor!

A Bíblia não dá margem ao homossexualismo. Quem quiser viver nessa prática sinta-se à vontade, mas saiba que Deus não valida essa opinião.

As igrejas devem sim acolher os homossexuais, pois Jesus veio salvar o pecador, e a Igreja, como porta-voz de Cristo, deve pregar o evangelho a fim de que tais pessoas se arrependam de sua prática pecaminosa.

E não há nada de retrógrado nisso. É a posição bíblica. Ao invés de ficarem com essa falácia de xiita, porque simplesmente não rejeitam a Bíblia como Palavra revelada de Deus e vão viver suas vidas cientes de que estão cometendo abominação e transgressão diante de Deus?

É fácil seguir a Cristo sem abrir mão de nós mesmos. É isso que vocês "cristãos" homossexuais querem. Deturpam o texto sagrado na esperança de ter a consciência aliviada enquanto vivem em pecado. Desistam disso. Há homossexuais no mundo que tem mais dignidade que vocês, pois sabem que a prática que levam não agradam a Deus. Parem, pelo amor de Deus.

E mesmo que um casal homossexual fosse convidado, de que adiantaria? A Bíblia é que deve prevalecer. Ainda que tal casal seja o mais feliz, equilibrado e próspero que exista, ainda assim estará vivendo em pecado e cometendo abominação. É a Santa Escritura que fala, não eu.

As portas da casa do Senhor estão abertas para os homossexuais, assim como para todos os pecadores. E a própria Igreja do Cordeiro é formada justamente por ex-pecadores, pessoas que abandonaram as práticas do pecado e se sujeitaram à vontade do Pai. Convivam com isso.

"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará."

Tendo isto em mente, devem os homossexuais entregar a vida a Cristo, pois é o seus sangue que purifica de todo o pecado, e negar a si mesmos e as suas paixões, afim de que a graça de Deus os aperfeiçoe. E isso não só vale para os homossexuais, como também para todos os pecadores que se achegam a Deus.

Em Cristo,
Cícero Leandro Júnior.
Assembleia de Deus em Teotônio Vilela/AL.

José Eudes dos Santos disse...

Faltou respeito e proporcionalidade:
-Pastor Silas Malafaia chamou algum homem da platéia como "as meninas"
-Alguem chamou o Pastor Silas Malafaia de "bicha"
-Outro Pastor disse que o Pastor Marcos Gladstone "sentou no colo de Morfeu"

Carlos disse...

A QUESTÃO É PORQUE SÓ OS HOMOSSEXUAIS SE SENTEM DISCRIMINADOS, EM SUAS PRÍCAS HOMOSSEXUAIS, A QUESTÃO É NÃO QUERO APOIAR A PRATICA, E DAI, ONDE FICA MEUS DIREITOS SOU OBIRGADO A ACEITAR AS PRATICAS DELES E MEU DIREITO ONDE FICA? SÃO MUITO BONITINHOS MESMO ESSES CARAS E QUEM DEFENDE ELES. ACHAM QUE NÓS SOMOS TOLOS. NUNCA APOIAREI A PRATICA DELES.
PR. CARLOS DIAS - ASSEMBLEIA DE DEUS.

elton disse...

a questao nao e apoiar ou nao apoiar,mas respeitar....tente entender isso...e lembrando direito e religiao nao se misturam.afinal o direito permite ate mesmo o divorcio que todos sabem nao e permitido pela biblia...ah e bom lembrar todos tem o direito de se posicionar a questao e quem pode atirar a primeira pedra...