terça-feira, 10 de novembro de 2009

A CONVENIÊNCIA DO PODER TEMPORAL E A INGENUIDADE (OU CONIVÊNCIA) DE IGREJAS E LÍDERES EVANGÉLICOS (2)

(Foto: Rossana Lana, Site do PT)

Quando se trata das questões relacionadas ao PLC 122 (ou Lei da Mordaça), somos para alguns setores do PT: fundamentalistas religiosos, ignorantes e homofóbicos.

"Mas, enfrentamos obstáculos fortíssimos: o fundamentalismo religioso (que transformou a oposição à criminalização da homofobia em sua principal pauta teológico-política) a ignorância de muitos e omissão de vários parlamentares. E, claro, a homofobia institucional, que torna tudo mais difícil para nós." (Julian Rodrigues, no Site do PT)

Mas, quando o assunto é voto, deixamos de ser vistos como fundamentalistas religiosos, e somos transformados em grandes "parceiros" políticos.

A Ministra Dilma Roussef (possível candidata à presidência da República pelo PT), já está visitando cultos evangélicos, como no caso do aniversário do pastor José Wellington B. da Costa.

Entendo que seria interessante uma manifestação oficial dela acerca do assunto (PLC 122), pois, é uma grande incoerência de nossa parte apoiar alguém e um partido, que aprova uma lei que proíbe a manifestação pública de nossas convicções de fé.

Para o autor do texto acima citado, e para quem compactua com as suas posições:

- Não somos fundamentalistas religiosos nos termos implícitos na classificação. Somos pessoas que acreditam na Bíblia como Palavra de Deus, e nos seus princípios como norteadores ideais para a felicidade do ser humano;

- Não somos ignorantes, antes, vemos com clareza o que a "cegueira" ideológica e cultural não consegue perceber, o que o manto da chamada "intolerância" tenta encobrir;

- Por fim, não somos homofóbicos. Amamos os homossexuais e os respeitamos como pessoas e indivíduos livres que são. Só não temos que concordar com a prática homossexual, assim, como ninguém tem que concordar com a prática da fé evangélica, inclusive, com plena liberdade para criticá-la livre e abertamente (como já fazem).

Para os líderes que insistirem em manifestar apoio oficial à (possível) candidata e ao partido, sem ouví-la oficialmente sobre o assunto (PLC 122):

- Ficará claro o interesse politiqueiro dos tais, ou a busca de vantagens do tipo: apoio a candidatos evangélicos nas próximas eleições, promessas de cargos políticos ou outras benéfices já conhecidas;

- Denunciarei tais líderes neste blog, mobilizando uma campanha na internet em sites, blogs e redes sociais cristãs, contra tal postura.

Um fato é que nesta questão, o PT tentará de todas as formas agradar aos movimentos pró PLC 122, e, ao mesmo tempo, aos que chamam de "fundamentalistas religiosos, ignorantes e homofóbicos", pois ambos são detentores de milhões de votos por esse Brasil afora.

Altair Germano (pastor, teólogo e pedagogo)

18 comentários:

Antonio disse...

Pr Altair: mais uma vez parabéns pela sua coragem e pela sua postura de homem de Deus, que preza pela lisura, pela ética, pela transparência e, doa a quem doer, denuncie tudo o que não é correto, sem omitir nada. Precisamos dar nomes aos bois...

Danilo Fernandes disse...

Pastor Altair!

Excelente texto. Para muito além dos compromissos escusos e dos acertos de interesse, faltam a medida da justiça e a certeza de que estamos num tempo graças a internet:

"O que vocês disseram nas trevas será ouvido à luz do dia, e o que vocês sussurraram aos ouvidos dentro de casa, será proclamado dos telhados." Lc 12:3

JOÃO CARLOS disse...

PR. ALTAIR , É A PURA VERDADE, MAS OS CULPADOS SÃO OS LIDERES COMPROMETIDOS QUE NÃO AMAM A IGREJA MAS AS SUAS POSIÇÕES.

JOÃO CARLOS disse...

Infelizmente , mas a culpa está sobrre a cabeça dos lideres que se permitem ser massa de manobra dos politicos do pt.

zwinglio rodrigues disse...

Olá!!

A enquete já voltou... vamos votar novamente...

Abraços!!

Elisomar disse...

Mais isso é muito bom! Espero que os "políticos" continuem visitando nossos templos e púlpitos e depois tenham os votos dos evangélicos.

Valdeci do Carmo disse...

Infelizmente, muitos grandes líderes estão preocupados somente com o poder temporal. seesquecendo do principal compromisso que é com Cristo.

Juber Donizete Gonçalves disse...

Pr. Altair,

Parabéns pela postagem e pela postura firme ante ao fato dos evangélicos serem chamados de fundamentalistas por serem contra a PLC 122/06, mas que servem para serem curral eleitoral. É aí que a liderança tinha que se manifestar e não permitir essa ação dúbia.

Abraço.

Heitor disse...

A Paz do Senhor !
Pr.Altair,
Muito verdadeiro, edificante e até denunciador o texto. Apóio o senhor e tenho divulgado o seu blog para muitos irmãos em Cristo. Conte comigo.

Mário Celso S Almeida disse...

Querido pastor...estamos vivendo em caos político e religioso...A Igreja com I maiúsculo não deflagará a sua posição espiritual em face desses gulosos de poder, conquanto que a igreja com i minúsculo se minimizará e então cai no "doce" poder dos poderosos...rsrsrsrs

Que Deus nos guarde desse mal!

Mário Celso
www.caminhandocomgraca.blogspot.com

Mario Sérgio disse...

Diante dessas informações, sobre a visita da ministra Dilma no aniversário do pastor José W. Bezerra da Costa, só chego a uma conclusão. A política é como o capitalismo, acende uma vela para Deus e outra para o Diabo.

Willyelda disse...

Parabéns pastor Altair!!!
Que Deus continue te iluminando. Tô nessa tambem... vamos fazer uma varredura...diagnosticar o problema, e tratar o mal pela raíz.
Um grande abraço!

Miguel Silva disse...

pt Altair muito bom seu texto eu não fico empresiona não e com a dilma . pois ela já e bastante clara com sua ideologia religiosa e bastante aberta .mas eu fico asutado È com esses lidere que estão de frente de igreja fagendos essas aliança com cheiro de pode politico .leia . livro a base da unidade cristã ( d. martyn lloyd jones) miguel Silva blog. a pena afiada

Pr.Vanelli disse...

Pastor Altair, como sempre o senhor é insuperável no que tange à ética, compromisso, seriedade, transparência e não comprometimento com o discurso que veremos doravante para que mais uma vez o mel seja passado nos lábios dos crentes neste período. Parabéns. Não deixo de te ler por nada. abraço.Pr.Vanelli

MARIA disse...

Pois é Pr. Altair,
É lamentável que, quando os cristãos se tornam fortes institucionalmente, tendem a se tornar capengas em suas convicções e começam a ser condescendentes com o pecado, e passam a ser “sociáveis” a todo custo. Os políticos brasileiros já perceberam a forca numérica dos “evangélicos” no Brasil. E, cinicamente, “encostam” nas lideranças, e estas, também sinicamente, acolhem as intenções duvidosas dessas raposas. Tudo em troca de ter acesso aos poderes temporais, esquecendo-se de que não estamos neste mundo para nos tomarmos parte deste mundo vil. Deus tem misericórdia!!!!!
Maria
mary.auxilia@hotmail.com

Aninha e Paulo disse...

Pastor Altair, a Paz do Senhor.
Fotos e imagens em geral de pessoas estranhas ocupando os "púlpitos" de al gumas igrejas, me fez lembrar um trecho bíblico que diz assim: "E ESDRAS, O SACERDOTE,TROUXE A LEI PERANTE A CONGREGAÇÃO, (...).
E ESDRAS, O ESCRIBA, ESTAVA SOBRE UM PÚLPITO DE MADEIRA, QUE FIZERAM PARA AQUELE FIM;... Ne 8.2 e 4.
Deixo a cada obreiro evangélico a seguinte pergunta: Qual o "FIM",a finalidade, a razão de ser do PÚLPITO, em sua vida ministerial?
Se a sua resposta for diferente da atitude de Esdras procure repensar sua missão como servo de Deus.
Um abraço
PAULO MORORÓ

Pr. Marcos Crecchi disse...

Os evangélicos devem questionar esses políticos, que apresentam seus discursos ideológicos só para tirar proveito dentro das igrejas, já que muitos lideres ou empresários do templo se venderam aos partidos por interesses pessoais.

Wellington disse...

Parabéns pela postura e pela disposição de permanecer fiel à Palavra. O poder político e financeiro tem feito muitos líderes se desviarem do Verdadeiro Caminho. Que Deus continue firmando seus pés nesta caminhada.

Saudações,

Wellington