quarta-feira, 4 de novembro de 2009

ABREU E LIMA COMEMORA DIA DA CONSCIÊNCIA EVANGÉLICA

Coral de 100 vozes entoa a música "Aleluia de Haendel" acompanhado pela banda musical da AD de Abreu e Lima. (Foto: Esdras Júnior)
Por Eudes Pereira

Abreu e Lima (PE) é considerada uma das cidades com maior percentual de evangélicos do Brasil, segundo dados do IBGE. Seguindo o exemplo de municípios como Cabo de Santo Agostinho e Jaboatão dos Guararapes, a cidade instituiu o dia 31 de outubro como o Dia da Consciência Evangélica. A data – que se tornou feriado municipal – assinala a fixação das 95 teses de Martinho Lutero na porta da Igreja do Castelo de Wittemberg, Alemanha, em 1517, sendo considerada o aniversário da Reforma Protestante.

O feriado foi instituído após sanção da Lei nº 632/2008, pelo prefeito Flávio Gadelha, acatando requerimento de autoria do vereador Edenilson Edvaldo (Irmão Branco). O vereador atendeu sugestão do pastor Esdras Cabral, da AD de Abreu e Lima, que viu na criação do feriado municipal a reparação de uma injustiça histórica. “A data tem grande importância na História. Depois da Reforma Protestante, o mundo nunca mais foi o mesmo. A Igreja Católica perdeu o monopólio intelectual na educação e na ciência. O cristianismo voltou à origem, baseada apenas na Bíblia Sagrada como regra de fé”, justificou ele. Vale salientar que a cidade já possui outro feriado religioso, o dia de São José, padroeiro municipal, comemorado em 19 de março.

A comemoração do Dia da Consciência Evangélica mobilizou várias denominações evangélicas e foi coordenada pelo pastor Jesiel Barbalho de Andrade, da 1ª Igreja Batista de Abreu e Lima. O evento contou com ações de cunho social, como a doação de sangue para o Instituto de Hemoterapia de Pernambuco (Hemope), sessão solene na Câmara Municipal, passeio ciclístico e concentração evangelística, com pregação dos pastores Emerson Pinheiro e Natanael Menezes Cruz. O momento de louvor teve apresentação do cantor Vitorino Silva e participação de um coral formado por membros de várias denominações evangélicas. A apresentação da música Aleluia, de Georg Friedrich Haendel acompanhada pela Banda Musical Acordes Celestes, da AD de Abreu e Lima, foi um dos pontos altos do evento.

2 comentários:

Elisomar disse...

O que eu acho engraçado é que o ´"mundo" é muito mais prudente. Se surge um evento de grande porte, logo é anunciado em rádio e tv.
Pode sair perguntando a muitos crentes se eles ficaram sabendo desse evento, pra ver se a respsta não é, não.
Porque a consciencia evangélica não é só do povo evangélico de Abreu e Lima.
O povo evangélico deveria comemorar com mais enfase e até preparar local específico para uma comemoração como esta. Infelizmente não é assim! Se ver pelo dia da Bíblia que só a minoria dá atenção.

Gleydson W. Araujo dos Santos disse...

Pra mim só há dois dias importantes,o dia da morte de cristo,e o da minha eleição...(no meu prisma é claro)porque eu já fui eleito antes de nascer!!!