sexta-feira, 4 de setembro de 2009

NINGUÉM ME MOLESTE!


"Quanto ao mais, ninguém me moleste; porque eu trago no corpo as marcas de Jesus" (Gl 6.17, ARA)

Não tenho tantas marcas (gr. stigma) como o nobre apóstolo Paulo, mas tenho somatizado em meu corpo o fruto do desgaste de 10 anos de ministério pastoral. O trato com coisas e com gente produz essas somatizações.

O que escrevo, faço com responsabilidade e com consciência cristã. Não escrevo para atingir pessoas ou instituições, mas, para refutar o que compreendo como falsas doutrinas e posturas reprováveis, apelando para uma tomada de consciência, arrependimento e mudança por parte dos seus promotores.

Não terei nenhuma dificuldade em me retratar, quando necessário for, diante de algum equívoco escrito ou falado. Não tenho inimigos. Combato apenas idéias e posturas.

Como prova disto, estou em Belém do Pará, ministrando num Seminário de Escola Bíblica Dominical, na AD em Cordeiro Farias, que está sob a administração do pastor Samuel Câmara. Estou aqui para servir a igreja e cooperar com aquilo que é justo, verdadeiro e louvável. Minha presença não retira minhas posições em relação às questões políticas, litúrgicas, éticas e doutrinárias. Não mudo de mensagem para ser conveniente.

Hoje no Brasil, infelizmente, por razões meramente e vergonhosamente "políticas", em muitas igrejas, denominações e convenções, quem prega na igreja do pastor do partido "A", não prega, ou não é convidado para pregar na igreja do pastor do partido "B".

Se numa igreja a Teologia da Prosperidade ou qualquer outra heresia é ensinada, e lá for pregar, não terei dificuldades em combatê-las.

Se numa igreja houver pastores divorciados por banalidades ou adúlteros, mercenários ou qualquer outro tipo de pecado, falarei sobre estas perversidades.

Se numa igreja houver o partidarismo político e doentio, falarei sobre os seus males se necessário for.

Quem me convida conhece meus posicionamentos. Pelo menos, deveria conhecê-los.

Desta forma, pregarei numa igreja neo-pentecostal, reformada, tradicional ou católica, sem negociar meus valores, princípios morais, espirituais e doutrinários. Pregarei em ruas, praças e lugares públicos. Pregarei onde Jesus e Paulo pregaria, inclusive em sinagogas e casas de fariseus. Pregarei o Evangelho da graça e o que convém a sã doutrina.

A ditadura cultural e denominacional cegou o entendimento de muitos para o verdadeiro Evangelho. Ou mudamos agora, ou teremos como igreja estabelecida no tempo e no espaço o mesmo fim que teve as igreja da Ásia,(Ap 1.11-20; 2-3) da Europa e de outros lugares, que depois de um grande avivamento, faliram, naufragaram e morreram fechadas em seus desvios, mazelas, arrogância institucional e eclesial.

Eu, Altair Germano, irmão vosso e companheiro na tribulação, no reino e na perseverança, em Jesus.

Belém do Pará, 04/09/2009.

4 comentários:

Pr. Sidney Miranda disse...

Deus abençoe sua vida Reverendo louvo a Deus por sua, ja deixei meu pedido de perdao mais volto a deixar aqui registrado se o amado se sentiu ofendido por mim, sei que eres un homem de Deus soldado corajoso porque o Espírito que está sobre sua vida não é o espírito de covardia.

O caráter de um pastor define o seu ministério. Isso significa que um pastor cujo caráter é íntegro produzirá um ministério limpo cheio de graça e de verdade um ministério sem nebulosidades. Contudo um pastor sem caráter invariavelmente produzirá um ministério fajuto de mentirinha caracterizado pela arrogância vaidade roubos (não só financeiros mas de tempo e de vidas)adultérios e neuroses pessoais pretensamente anunciadas como revelações de Deus.

Não adianta um ministério aclamado pelos homens mas reprovado por Deus. No final o que conta mesmo é minha vida diante de Deus. Quando se trata de liderança pastoral há um trecho da palavra de Deus que muito me chama a atenção. É o texto de Mateus 7:21-23que diz: “Nem todo o que me diz: Senhor Senhor! Entrará no reino dos céus mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos naquele dia hão de dizer-me: Senho rSenhor! Porventura não temos nós profetizado em teu nome e em teu nome não expelimos demônios e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim os que praticais a iniqüidade.”

O curioso nesse texto é que todas as realizações alegadas pelos que estão sendo reprovados no juízo final são funções associadas à liderança pastoral: profecias expulsão de demônios realização de milagres. Só líderes no reino de Deus realizam tais tarefas. O Senhor entretanto os reprova pois o coração desses líderes não era limpos eu testemunho era condenável suas motivações mais íntimas eram mesquinhas e egoístas. Na verdade esses líderes tomavam o nome de Deus em vão todas as vezes que realizavam milagres profetizavam ou expeliam demônios pois no dia-a-dia “praticavam a iniqüidade”promoviam a si mesmos.

Jesus no sermão do Monte entre outras bem-aventuranças declarou que são “bem-aventurados os limpos de coração porque verão a Deus” (Mt. 5:8). Deus se importa muito com um coração limpo. Por essa razão Jesus inclui os limpos de coração em suas bem-aventuranças.

O pastor precisa ter coração limpo se deseja servir a Deus com integridade e um testemunho pessoal aprovado. Davi escreve “Quem subirá ao monte do Senhor? Quem há de permanecer no seu santo lugar? O que é limpo de mãos e puro de coração que não entrega a sua alma à falsidade nem jura dolosamente” (Salmo 24:3-4). Por isso o líder da igreja deve conservar o “mistério da fé com a consciência limpa” (I Tm. 3:9).

Manter um bom testemunho por ter um coração limpo não necessariamente fará do pastor um sucesso entre os homens. Pelo menos enquanto este pastor estiver vivo. Depois de morto é outra história. Não obstante é o bom testemunho que fará desse líder um vitorioso diante do Seu Senhor pois Deus sabe que o bom testemunho agrega as ovelhas enobrece o reino de Deus honra o nome do Senhor não escandaliza os mais fracos na fé.

Portanto cabe a cada líder pastoral avaliar diariamente como está o seu coração. Esse exercício devocional é imprescindível para ser bem sucedido no ministério da Palavra pois somente os limpos de coração verão a Deus e assim serão considerados bem-aventurados.
esta É mensagem atual

Deus siga te usando nobre Pr. Altair não e simplismente um grande pois sei que nao eres so un pregador o evangelista, mas também um homen de Deus, que através de sua vida, aonde passa deixa um legado através de sua chamada autêntica.

Pr. Sidney Miranda
SENAMI: 2283

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado companheiro e pastor Sidney Miranda, como já lhe disse, lhe aguardo em outubro, no Rio, para poder lhe dar uma abraço fraterno.

Militamos pela mesma causa. Irmãos somos.

Que em tudo o Senhor continue lhe abençoando!

No amor de Cristo,

Altair Germano.

Graça Souza disse...

Paz do Senhor pr Altair.
Muito bem!Sou a favor de sua posição firme; penso do mesmo modo que o senhor e me revolta essa questão separatista na igreja seja ela de qual ordem for; e mesmo que ainda ñ o conheço pessoalmente, devo dizer que através dos seus escritos posso "ver" segurança no que diz; se pelo menos nossos líderes fossem assim em sua totalidade...a igreja teria tomado outro rumo.
Grande abraço fraterno. Em Cristo, Graça Souza .

jean patrik disse...

paz do Senhor pastor
gostei muito desse post, de uma forma consciente e coerentes o pastor posicionou bem a sua opinião.
Já passou da hora nos posicionar contra essas coisas de um biblico como paulo muitas vezes se posicionou.
Deus continue te conservando assim pastor.
Deixo um abraço com muita alegria no coração.
Fique com Deus!!!