quinta-feira, 16 de setembro de 2010

A PALAVRA ALUNO SIGNIFICA "SEM LUZ"?


Bastante disseminada nos círculos acadêmicos e pedagógicos, a idéia de que o termo "aluno" significa literalmente "sem luz", não se sustenta etmologicamente. Leia os artigos abaixo:


"A palavra ‘aluno’ vem do verbo latino ‘alo’, que significa ‘nutrir’. O termo tem valor de particípio e significa, simplesmente, ‘aquele que foi nutrido’. Etimologicamente, a palavra se liga ao substantivo ‘alma’, que significa ‘nutriz’, de acordo com a idéia comum de que a alma alimenta o corpo. É, por isso, que a universidade é chamada, com freqüência, de alma mater, isto é, ‘a mãe que nutre’.A falsa etimologia que analisa a palavra ‘aluno’ como composta de “a” (prefixo de negação) e ‘lux’ (luz) não leva em consideração que o prefixo de negação “a”, comumente chamado de “alfa privativo”, só ocorre em palavras de origem grega. Portanto, a explicação não passa de um hibridismo lamentavelmente inculto." (Leia em IASD EM FOCO)


"Uma mentira dita muitas vezes torna-se uma verdade. O boato de que aluno significa ‘sem luz’ é antigo, mas parece ter se fortalecido ainda mais com a internet. Fora alguns portais mais cuidadosos, a maioria repete esta idéia falsa, em contextos dos mais variados e divertidos. Mesmo sites ‘confiáveis’ e educadores ‘renomados" cometem esta gafe. Bastaria uma rápida olhadela no dicionário (ao invés de procurar em portais do tipo "guia dos curiosos") para lançar um pouco de luz à questão. Aluno não quer dizer ‘sem luz’, e sim ‘lactente’, ‘aquele que está crescendo e sendo nutrido’, algo do tipo. Veja abaixo o que o Houaiss nos diz, e logo depois alguns excertos lutando contra esse significado inexistente da palavra ‘aluno’, tal qual Dom Quixote contra seus moinhos..." (Leia em RIZOMAS)


"Aluno (do latim: alere: ‘desenvolver, criar’) é o indivíduo que recebe formação de um ou vários professores para adquirir ou ampliar seus conhecimentos[1].Por vezes, usa-se o termo aluno como sinônimo de estudante, uma pessoa que se ocupa do estudo, relativas a um aprendizado de qualquer nível. No entanto, o estudo pode ser uma atividade individual, sem recurso a professores." (Leia em Wikipédia)


O Dicionário Latino de Ernesto Faria (2001, p. 14), define alumnus como "Criança de peito, pupilo, e daí, aluno.


De onde vem, então, essa idéia de "aluno" significar sem luz? A resposta quem nos dá é Luckesi. Observe o que ele afirma no texto abaixo:


"O futuro da prática da avaliação da aprendizagem no país é aprendermos a praticá-la tanto do ponto de vista individual de nós educadores, assim como do ponto de vista do sistema e dos sistemas de ensino. Avaliação não virá por decreto, como tudo o mais na vida. A avaliação emergirá solidamente da prática refletida diuturna dos educadores. Uma última coisa que gostaria de dizer aos educadores: vamos substituir o nome “aluno” por estudante ou educando. O termo aluno, segundo os filólogos, vem do verbo alere, do latim, que significa alimentar; porém, existe uma forma de leitura desse termo mais popular e semântica do que filológica que diz que “aluno” significa “aquele que não tem luz” e que teria sua origem também no latim, da seguinte forma: prefixo “a” (=negação) e “lummen” (=luz). Gosto dessa segunda versão, certamente, não correta do ponto de vista filológico, mas verdadeira do ponto de vista da prática cotidiana de ensinar. Nesse contexto de entendimento, agindo com nossos educandos como seres ‘sem luz’, só poderemos praticar uma pedagogia depositária, bancária..., como sinalizou o prof. Paulo Freire. Nunca uma pedagogia construtiva. Dai também, dificilmente, conseguiremos praticar avaliação, pois que esta está voltada para o futuro, para a construção permanente daquilo que é inacabado." (Leia em www.luckesi.com.br)


Dessa forma, da próxima vez que você ler ou ouvir tal afirmação, lembre-se que se trata da reprodução de um significado forjado. Como "reprodução" não é um termo bem quisto pela pedagogia contemporânea libertária, é mais adequado ser fiel ao significado real de "aluno", pois, conforme já bem definido é de uma riqueza singular.


Para os seus discípulos (alunos) o Senhor Jesus disse:


"Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus." (Mt 5.16)


Com este termo, percebemos que alunos não apenas sabem, mas, acima de tudo, fazem!

3 comentários:

Elisomar disse...

Para ser sincera, eu nunca tinha ouvido essa afirmação, nem tampouco
atentado para o significado da palavra.
Agora sei de mais uma. rsrs

Djenane disse...

Tenho uma colega na faculdade onde estudo que volta e meia, vive sempre afirmando que o significado de aluno é "sem luz",agora posso esclarecê-la que não é bem assim... Obrigada pela postagem interessante! Gosto do seu blog porque sempre tem temas ligados a Deus e a minha área:educação. Paz do Senhor.

Rosemari Solange disse...

Olá !
Achei bem interessante a explicação, mas, aí me ocorreu outra dúvida. Ouve-se muito dizer que, na Universidade, o correto é usar o termo "acadêmico" para designar o aluno de qualquer curso. E aí, existe alguma explicação para isso ou está errado usar esse termo?
[ ]