quinta-feira, 6 de agosto de 2009

O SISTEMA DE VIVER DO MUNDO. Subsídio para Lição Bíblica.

É interessante iniciar este subsídio definindo alguns termos. Vejamos:

SISTEMA

É o conjunto de elementos interconectados, de modo a formar um todo organizado. A boa integração dos elementos é chamada de "sinergia". (Fonte: Wikipédia)

MUNDO
Segundo o Dicionário Vine (CPAD, 2003, p. 809), três termos podem ser traduzidos por "mundo". São eles:

οικουμένη (oikoumene)


(a) a terra habitada (Mt 24.24; Lc 4.5; 21.26; Rm 10.18; Hb 1.6; Ap 3.10; 16.14); (b) por metonímia, os seus habitantes (At 17.31; Ap 12.9); o Império Romano, o mundo conforme era percebido pelo escritor ou falante (Lc 2.1; At 11.28; 24.25); por metonímia os seus habitantes (At 17.6; 19.27); (c) o mundo habitado numa era próxima (Hb 2.5).

αιών (aiõn)


"era, idade, período de tempo", marcado no Novo Testamento por características morais ou espirituais, às vezes, é traduzido por "mundo". são detalhes relacionados ao mundo neste aspecto: seus cuidados (Mt 13.22); seus filhos (Lc 16.8; 20.34); suas regras (1 Co 2.6,8); sua sabedoria (1 Co 1.20; 2.6; 3.18); sua moda (Rm 12.12); seu caráter (Gl 1.4); seu deus (2 Co 4.4).


κόσμος (kosmos)


"Ordem, arranjo, ornamento, adorno", é usado para denotar (a) a "terra" (Mt 13.35; Jo 21.25; At 17.24; Rm 1.20); (b) a "terra" em contraste com o céu (1 Jo 3.17); (c) por metonímia, o "gênero humano", a "humanidade" (Mt 5.14; Jo 1.10; 3.16, 17 e 19); (d) os "gentios" em distinção dos judeus (Rm 11.12, 15); (e) a "atual condição dos assuntos humanos", em alienação e oposição a Deus (Jo 7.7; 8.23; 14.30; 1 Co 2.12; Gl 4.3; Cl 2.8; Tg 1.27; 1 Jo 4.5; 5.19; (f) a "soma dos bens temporais" (Mt 16.26; 1 Co 7.31); (g) metaforicamente dito da "língua" como "mundo (de iniquidade), expressivo de magnitude e variedade (Tg 3.6).

CONCUPISCÊNCIA

έπιθυμία (epithumia)


Desejo forte e descontrolado que vai de encontro a vontade de Deus. Em Rm 13.14; Gl 5.16, 24; Ef 2.3; 2 Pe 2.18; 1 Jo 2.16) descreve as emoções da alma, a tendência natural para as coisás más.

ασέλγεια (aselgeia)


"lascívia, sensualidade, licenciosidade" (2 Pe 2.18)

TEXTOS CHAVES DA LIÇÃO BÍBLICA

Diante do termos acima descritos, podemos compreender com maior clareza as seguintes exortações:

"E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus" (Rm 12.2a)

O termo "século" (mundo na versão ARC), é a tradução de aiõni (período de tempo marcado por certas características morais e espirituais, resultado da alienação a Deus).

O verbo "conformeis", do grego suskhematízesthe (pres. imp. pass.), indica literalmente "a adoção ou imitação de uma pose (modelo) ou um modo recebido de conduta. Tal ação em progesso, deveria ser imediatamente suspensa (conf. RIENECKER e ROGERS, 1995, p. 276, Chave Linguística do NT Grego, Vida Nova).

De forma clara o texto nos diz: "Deixem de adotar o padrão moral e espiritual deste sistema mundano caído e alienado de Deus, para que mediante uma constante transformação em vossa natureza interior, a vontade de Deus que é boa, agradável e perfeita, possa ser vivenciada por vocês".

De igual maneira, o texto de 1 Jo 2.15 que diz:

"Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele;"

fala-nos que é impossível o amor do Pai estar em alguém que ama (deseja) as coisas do mundo :

- os prazeres pecaminosos;
- as riquezas ilícitas;
- o apego aos bens materiais;
- o poder opressor;
- a busca orgulhosa, arrogante e desenfreada por títulos (nobilárquicos, eletivos, religiosos, acadêmicos e honoríficos);
- a fama;
- o sucesso;
- o status;
- as posições (sociais e eclesiásticas)

Observe que prazeres, riquezas, títulos, fama, sucesso, status, posições, não são coisas más em si mesmas. É o sentimento e os objetivos relacionados a essas coisas que as tornam más.

Vale lembrar, que amor, em termos bíblicos, não é um mero sentimento passivo. É, acima de tudo, desejo, ou seja, sentimento que busca alcançar determinado alvo, objetivo, propósito.

Vivemos dias em que membros, líderes, igrejas locais e organizações cristãs, cada vez mais se afastam da boa, perfeita e agradável vontade de Deus. A conformação aos modelos mundanos, o desejo incontrolável da carne (Gl 5.16-21), dos olhos (Lc 11.33-36) e a soberba (orgulho, arrogância, jactância) da vida (Pv 16.18; Tg 4.6; 1 Pe 5.5) prevalecem.

Os atuais e frequentes acontecimentos no meio evangélico brasileiro, conhecidos de todos, alguns noticiados neste blog, são a prova clara dessa triste realidade.

3 comentários:

Elisomar disse...

Esta lição é muito ùtil para a igreja!

Elisomar disse...

O sistema mundano é ingrato e covarde. Ele critica a postura da igreja e tenta influencia-la a seu modo, se ela cede, ele cobra com a mesma intensidade em forma de acusação. Ceder é tornar-se presa deste vilão!

Djair disse...

Com base em Romanos caps 5 a 8 e a carta Aos Gálatas podemos afirmar que somente pela graça por meio fé se liberta do mundo e do pecado, a lei como por exemplo o "não cobiçaras" só evidencia o pecado, condena o pecador, foi apenas um aio, alem do que Paulo afirma que a lei alimenta o pecado que habita no homem, não resta outra saída a não ser o escândalo da cruz, onde o pior estar perdoado foi feito o que era impossível a lei.