segunda-feira, 27 de julho de 2009

PAPAGAIOS NÃO PENSAM !

IMAGEM: www.avespantanal.com.br

Pregadores que não pensam, imitam outros pregadores sem nenhuma reflexão sobre o que falam (conforme meu amigo Ciro Zibordi, trata-se da "Síndrome do Papagaio").

Quero falar, de forma mais especifica para os jovens pregadores (e alguns não tão jovens). Em nome de Jesus, não entrem na "onda" do "eu profetizo" e do "profetiza para o seu irmão e diz..", pois tal declaração não condiz com a idéia bíblica de profecia.

Profetizar é falar sob o impulso direto do Espírito Santo (Bíblia de Estudo Pentecostal). É diferente da clara intenção de alguns pregadores em promover emoção e ouvir o alarido dos ouvintes.

O "eu profetizo" e o "profetiza para o teu irmão e diz...", está mais para confissão positiva, do que para qualquer outra coisa.

Trata-se de mais um daqueles pobres e passageiros modismos linguísticos de púlpito. Meras frases de efeito.

A intenção de alguns pode até ser boa, mas toda boa intenção precisa passar também pelo crivo da Bíblia.

Pregadores pensam, papagaios não.

Penso, logo prego.

8 comentários:

Maxmiler Freitas disse...

Concordo plenamente, eu ando meio irritado com estes pregadores que toda hora, mandam virar para o lado e tocar com carinho no ombro do irmão para falar isso ou aquilo.

Assiti um pregador, falando isso, mais de dez vezes, em menos de cinco minutos.

Deus abençoe!

Elisomar disse...

Rsrs...Infelizmente essas expressões não se limita só a pregadores, existem aquelas irmãs de comissão que chegam na casa dos doentes e dizem: não aceite irmã, profetize a vitória. E quando se trata de pregadores, pelo amor de Deus! Não tem coisa mais chata do que a gente abraçar quem a gente não quer e ainda mentir, só para agradar o pregador.

ivair de oliveira disse...

Parece que virou regra,a maioria dos novos pregadores seguem esse modismo.Se alguém não faz o que eles mandam,são tachados de frios,geladões,foram batizados no vinagre ou que chuparam limão azedo.
Ai eu pergunto onde está a liberdade de culto?
Somos todos iguais?
temos todos o mesmo temperamento?
Temos as mesmas características?
Temos todos a personalidades?
Agimos todos iguais?
O apóstolo João(O apóstolo do amor) era igual ao apóstolo Pedro?
O apóstolo André era igual a Natanael(Bartolomeu)?
Claro que não!Todos somos diferentes em tudo.Até na fé somos diferentes.Mas é ela que nos une em Cristo.
Infelizmente esse modismo tem mudado a maneira de muitos adorarem a Deus,má]as de uma forma mecanizada,da maneira que os pregadores(pregadores?),os evangelista(evangelistas?),os pastores(pastores?),bispo(bispos?),
os apóstolo(apóstolos?) acham que é melhor que Deus tenha misericórdia de nossas vidas e levante reformistas o mais rápido possível.
Um grande abraço pastor Altair.Que Deus seja com sua vida e continue lhe usando de maneira poderosa e com intrepidez e ousadia para falar da verdadeira palavra de Deus.

Luis Alberto disse...

Paz do Senhor.
Já comentei isso no seu blog e faço novamente: nós, pregadores do Evangelho, temos que ser autênticos.
Imitação é falta de criatividade!
O melhor é buscarmos a Deus para saber o que o povo precisa.
Tenhamos certeza, Deus precisa de homens corajosos, destemidos, prontos a lutar contra o inimigo das nossas almas.
Quanto ao papagaio... vamos deixá-lo no pantanal...

Em Cristo
Pb Luis Alberto
pbluisalberto.blogspot.com

Daladier Lima disse...

Rsrsrs. Eu fico pensando com meus botões: quanta heresia? Porque não pode ser outra coisa. Infelizmente, as portas de grandes igrejas se abrem para os tais. Enquanto os pastores fizerem isso, o erro prosperará!

Heitor disse...

A Paz do Senhor !
Pr.Altair,
Parabenizo - lhe pela postagem "mais que verdadeira". Infelismente a genuína revelação bíblica, que é conquistada através de oração e vida consagrada, está sendo substituída pelo "penso : logo falo" de muitos pseudo-pregadores.
Continue sendo um defensor desta Palavra que é viva e eficaz, a ponto de conseguir chegar até na divisão da alma e do espírito : BÍBLIA SAGRADA, PALAVRA DE DEUS.

Fabio disse...

Mais lamentavel do ouvir essas expreções é ouvilas de Pastores Assembleianos, e mais lamentavel ainda é ouvir de Pastores Assembleianos de renome e de grande bagagem ministerial.
Outro dia estava a pensar:como vai se portar esses pastores que se renderam ao modismo neopentecostal?
Posso ver já claramente que esses modismos estão perto de serem como toda moda, deixados de lado. Aí os pastores pentecostais vão ter que retornar as pregações da verdade biblica.
É muito feio ver esses pastores sendo levados como folhas secas pelos ventos de doutrinas(modismos) de homens.
Esse negocio de profetizar é sem duvida um enchimento de linguiça.
Mas eu PROFETIZO que isso vai mudar!!

Gilson disse...

Fico feliz por (ainda) não pedirem para dar-mos tres saltos mortais para tras e dois para a frente, sendo o ultimo "carpado". Invencionice não falta, Escritura e palavra mediante unção do Espirito não existe.
Esse negocio pega. As Escrituras, devem se cumprir, (ou elas devem se cumprir em nos, para nos e para aigreja integralmente). "Aqueles que querem viver o evangelho na integra, padecerão perseguições. Então o que fazer? Continuar crendo e andando pela fé e amando ao próximo como a mim mesmo. "Pelo que sinto prazer nas ofensas, escárnios e perseguições...". Nos consolemos com essas palavras, pois são fieis e verdadeiras.