segunda-feira, 6 de julho de 2009

NOTA OFICIAL DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM BELÉM-PA


A propósito dos fatos ocorridos em 02.07.2009, dos quais só tivemos conhecimento pela declaração da COMIEADEPA, publicada na edição de 28.06.09 de O Liberal, vimos a público esclarecer o seguinte:

1. A Igreja Evangélica Assembleia de Deus, situada na Travessa 14 de Março, 1511, no bairro de Nazaré, nesta cidade de Belém, há treze anos sob a tranquila, democrática e abençoada liderança do Pastor Samuel Câmara, sucessor do Pastor Firmino Gouveia, é a SEDE da Igreja Assembleia de Deus em Belém, e também a Igreja-mãe das Assembleias de Deus no Pará e no Brasil, gozando de todos os direitos estatutários e históricos DESDE A SUA FUNDAÇÃO em 18.06.1911.

2. A malfadada iniciativa, oficializando “outra” igreja e empossando o Pastor Gilberto Marques de Souza como o “que assume a coordenação das Assembleias de Deus em Belém”, estranhamente com o apoio da CGADB, ao arrepio das disposições estatutárias, com a presença dos pastores José Wellington Bezerra da Costa e Sebastião Rodrigues de Souza, além de gerar confusão nos meios noticiosos e o flagrante desencontro entre evangélicos, constitui-se numa afronta à História e gera uma antibíblica abertura de frestas entre crentes e igrejas.

3. É de se perceber que agressões despropositadas a pessoas de membros e líderes, entre calúnias e difamações, não passam de uma tentativa de lançar a mão sobre a Igreja Assembleia de Deus em Belém, desprezando sua missão e sua história intimamente ligada aos pioneiros da fé pentecostal e à vontade suprema e constitucional de seus afiliados, hoje alcançando mais de 100 mil membros, distribuídos em mais de 400 templos.

4. Tais atos de desmedida provocação, todavia, não têm nenhum efeito sobre a Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Belém, que é detentora do maior patrimônio cultural e religioso da denominação, assim como é continuadora da história e a única que, em 18 de junho de 2011, efetivamente completará 100 anos e legitimamente celebrará o Centenário.

5. Há também nos assaques o incontido temor da crescente liderança nacional do Pr. Samuel Câmara, pastor da Igreja-mãe, que tendo sido candidato regular à presidência da CGADB, em São Paulo e em Vitória, vem recebendo expressiva votação dos ministros assembleianos de todo o Brasil.

6. Assim, a despeito de todas as acintosas falácias e acusações levianas, a Assembleia de Deus em Belém continua marchando vitoriosamente, seguindo o Senhor Jesus. Temos compromisso com Deus e com a História, que está sendo escrita desde 1911 pelos nossos pioneiros e pastores: Daniel Berg, Gunnar Vingren, Samuel Nyström, Nels Nelson, Francisco Pereira do Nascimento, José Pinto de Menezes, Alcebíades Pereira Vasconcelos, Firmino da Anunciação Gouveia e Samuel Câmara.

7. O legado recebido de pregar o evangelho, apascentar o rebanho, gerir o seu patrimônio e ensinar a doutrina que uma vez foi entregue aos santos, bem como defender a liberdade das Igrejas e Pastores das descabidas pressões convencionais, será mantido e defendido sem de modo algum nos intimidarmos.

Com oração.

Belém (PA), 6 de julho de 2009
Assembleia Geral da Igreja Assembleia de Deus em Belém
99 anos de Pentecostes Rumo ao Centenário

Fonte: www.adbelem.org.br

A nota acima se relaciona com os fatos narrados nos posts abaixo:

TRISTES NOTÍCIAS ASSEMBLEIANAS DAS BANDAS DO NORTE

NOVAS NOTÍCIAS ASSEMBLEIANAS DAS BANDAS DO NORTE

8 comentários:

Márcio Melânia disse...

Diagnóstico:

Gigantismo, universalismo, ditatorialismo, sectarismo, concentração de poder e dinheiro muito dinheiro...

Anônimo disse...

"Detentora do maior patrimônio cultural e religioso da denominação, assim como é continuadora da história e a única que, em 18 de junho de 2011, efetivamente completará 100 anos e legitimamente celebrará o Centenário"?? Essa é boa boa mesmo. Porem, a CGADB e CPAD são tambem são dois dos 3 maiores orgão d AD no Brasil e ao contrário do que ele diz a AD de Belem não é "igreja-mãe" existe igrejas ADs que não foram fundadas a partir de Belem.

Aproveitando aqui dou noticia do Rui Raiol q saiu da CGADB veja no link http://blogdoespacoaberto.blogspot.com/2009/07/pastor-sai-da-convencao-geral-das.html

Nill disse...

Ao anônim acima, se consideramos que nossos fundadores foram Daniel Berg e Gunnar Vingren então foi em Belém a primeira Assembléia de Deus. Ou a história está errada?

Elisomar disse...

Que pena que no final da linha da vida terrestre estamos perdendo o foco! Nada disso nos acrescenta um
passo no caminho do céu e a igreja é do Senhor.

sergio disse...

Espero que não manche o nosso centenario das ADs do Brasil.Espero que Pr.Samuel eo Pr.Jose W. se entendam e pare com essa briga.

Remanescente disse...

A perplexidade toma conta de mim nesse momento que faz o meu coração bater ligeiramente apertado, a entender que uma historia tão linda e que até hoje tem gerado inumeros frutos para o Reino, está sendo maculada por interesses proprios desprovidos de qualquer temor àquele que deu inicio a esta boa obra, que com muito desvelo tem sido preservada pelos seus lideres...a um passo de completarmos 100 anos nos deparamos com esses acontecimentos que causam tristeza e contrariedade àqueles Que conhecem a singular e notoria historia das Assembleias de Deus nesse Brasil.
Que Deus nos ajude... lembre-mos que: Casa dividida Não subsiste!

rony disse...

Como os irmãos mesmo dizem quem ganha com isso é o Diabo, que vergonha, quando esse podridão era só entre eles niguém via, agora porém nos meios de comunicação. vergonhoso.

Anônimo disse...

QUERIA SABER QUEM É ESSE ANÔNIMO, POIS NÃO CONHECE A HISTÓRIA DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS NO BRASIL. PRA MIM ESSE COMENTÁRIO É IGNORANTE SEM NEXO. POIS BELÉM DO PARÁ AS PESSOAS QUERAM OU NÃO É A MÃE DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS NO BRASIL.