segunda-feira, 13 de julho de 2009

IGREJA SEM (O) CABEÇA


Muito pertinente a charge do meu nobre colega blogueiro, o Jasiel Botelho.

Faço apenas uma pequena observação. Penso que o problema de alguns setores da igreja evangélica no Brasil, não é falta de cabeça, mas, "cabeças" demais.

Acontece que, apesar de tantas cabeças (todo mundo que ser cabeça de alguma coisa), a comunhão, a orientação, a submissão e o temor ao Cabeça da Igreja é cada vez menor.

2 comentários:

Elisomar disse...

O perigo de haver tantas cabeças sem seguir o exemplo do cabeça da igreja, é o povo perder a referencia como já vem acontecendo.

antonio saraiva disse...

São cabeças q não tem chamada de Deus e sim de homen [tipo ló]