quinta-feira, 11 de junho de 2009

QUEM PODE SER "ASSEMBLEIANO"?

O que é ser um "assembleiano"? Já escrevi sobre isto (LEIA EM "POR UMA IDENTIDADE ASSEMBLEIANA"), e é uma pergunta bastante complexa nos dias atuais.

Quem determina se você (obreiro, membro ou congregado) é um "assembleiano"? Pelo que ouvi ontem a noite, num programa "assembleiano", ninguém! Você é que sabe ou determina (subjetivismo) se é um "assembleiano" ou não.

Se alguém (no caso de obreiros) for desligado da Convenção Geral das Assembléias de Deus, independente dos motivos (divisão motivada por insubmissão ou heresia, roubo, adultério, etc) segundo esta lógica, permanecerá sendo um "assembleiano". Para isso, basta algumas das condições abaixo:

- Permanecer como obreiro numa igreja (qualquer uma) que tenha na fachada o nome "Assembléia de Deus", ou criar uma nova igreja, desde que tenha o nome "Assembleia de Deus" ;
- Permanecer numa Convenção Estadual ou Regional que tenha o nome "Convenção Estadual ou Regional de Ministros das Assembléias de Deus", ou criar uma nova convenção, desde que mantenha o nome "Assembléia de Deus";
- Ter nascido na fé, batizado e se criado dentro de uma igreja "Assembléia de Deus", mesmo que mude de idéias e de práticas tradicionais;

No caso de membros e congregados (individuais ou grupos) desligados do rol de membros de uma Assembléia de Deus local (divisão motivada por insubmissão ou heresia, roubo, adultério, etc), segue-se os mesmos princípios acima.

Para os que assim pensam, não importa os costumes adotados, a doutrina observada (inclusive a Teologia da Prosperidade, a quebra de maldições, o G12, etc), a liturgia seguida, o hinário utilizado, os ritmos musicais, se dança ou bate palma, ou qualquer outro fator. O que vale é na "placa da igreja" constar a identificação "Assembléia de Deus".

A "placa" tem história (vai completar 98 anos), a "placa" é conhecida, a "placa" tem credibilidade, a "placa" é quem identifica o verdadeiro assembleiano (objetivismo).

Agora fiquei confuso. Quem ou o que diz, afinal de contas, se alguém é um "assembleiano", o sujeito ou a "placa"?

Discussões a parte, o céu é para os nascidos de novo, salvos por Jesus, que vivem em santidade e comunhão (assembleiano ou não).

8 comentários:

Eliseu Antonio Gomes disse...

Pr. Altair

Pois é, infelizmente em nome de uma placa denominacional o Evangelho de Cristo é esquecido. Em nome de liturgias e dogmas, são esquecidos os mandamentos do Senhor.

Os valores cristãos estão sendo trocados por mera religiosidade vazia. Agora, para não-poucos, amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, e amar o inimigo, se tornaram práticas descartáveis. Basta recitar algumas vezes na vida os mandamentos com boa dicção, e só.

Também, infelizmente, para não-poucos cristãos, agora, o primordial é estampar a imagem "sou assembleiano filiado à convenção X, Y ou Z".

Por quê? Porque pensam que esta atitude dá status. Pensam... A realidade é outra, com certeza. Fora da Assembleia de Deus, dizem que os assembleianos não são um povo unido. E isto não é motivo de alegria para ninguém que tenha verdadeiro o temor de Deus.

É importante estar atento para não sucumbir perante o orgulho denominacional. Ele cega. É uma cegueira da mesma espécie que atinge os fanáticos por times de futebol. Tenho notado que muitos desses irmãos fanatizados por convenções vieram de um passado ligado com o futebol. Eles deixam o primeiro amor esfriar e voltam aos braços do antigo amor. Embora o foco do fanatismo seja diferente, o pecado é o mesmo..

Abraço.

Eliseu Antonio Gomes
http://belverede.blogspot.com/

Paulo Silvano disse...

Caro Pastor Altair,
Vale lembrar Bonhoeffer:
“Aqueles que amam os seus sonhos de comunidade mais que as pessoas na comunidade serão em última instância os destruidores da comunidade”.

Um abraço
Paulo Silvano

zilomoreira disse...

E Tanto amor pela a "Assembleia de Deus" que nao tem espaço no coraçao para amar a Deus sobre todas as coisas...

antonio saraiva disse...

shalon. rotulo denomisional não salva só jesus.

Anônimo disse...

Infelismente, por culpa e (ir)responsabilidade da CGADB, isso tá acontecendo. Infelismente, por ingenuidade ou imprudência, a nossa Convenção Geral não patenteou o nome ASSEMBLÉIA DE DEUS e hoje, se quiser voltar atrás, é quase impossível mas, na minha opinião, "É VÁLIDO". Que DEUS mova os corações de nossas lideranças Convencionais, prá que, abaixo do nome de JESUS, respeitem também o nome ou a memória de muitos(as) que ralaram prá que o nome ASSEMBLÉIA DE DEUS conquistasse respeito e tanta sede nesta nação. Ah, isso também infelismente acontece com nossos irmãos Batistas, Presbiterianos que, no passado, cometeram este mesmo erro !

Heitor disse...

A Paz do Senhor !
Pr.Altair,
Fazendo coro ao anônimo acima : PORQUE, DE UMA VEZ POR TODAS, A CGADB NÃO "COLOCA TERMOS" NESTA SITUAÇÃO ? IRRESPONSABILIDADE COM A OBRA DE DEUS É PECADO TAMBÉM. EM TEMPOS DE CRISES EM GERAL, ESPECIALMENTE AS DE ORDEM ESPIRITUAL E MORAL, NÃO DÁ PRÁ CONFIAR EM TODOS QUE NOS SAÚDAM COM A PAZ DO SENHOR, FALAM COMO QUALQUER FILHO DE DEUS (PORÉM NÃO SE PORTAM COMO UM LEGÍTIMO). A BÍBLIA NOS ADVERTE QUE NÃO DEVEMOS LEVAR AS NOSSAS DEMANDAS JUDICIAIS QUE TEMOS COM NOSSOS IRMÃOS MAS EU PERGUNTO: QUEM TÁ ACHINCALHANDO COM A OBRA DE DEUS E COM O NOME DE NOSSA DENOMINAÇÃO SERÁ QUE É REALMENTE NOSSO IRMÃO ? ACREDITO QUE NÃO É E PORTANTO, DEVE SER LEVADO NAS BARRAS DOS TRIBUNAIS E SE FOR PRECISO, ATÉ NAS BARRAS DA CELA !
SERIEDADE E TOMADA DE POSIÇÃO : É ISSO QUE A LIDERANÇA DA CGADB PRECISA TOMAR ACERCA DO ASSUNTO TRATADO.

José disse...

a unica coisa que vejo em todas estas brigas de poderes é somente pra escandalizar a obra de Deus mas quanto a pertencer esta ou aqela convenção não existe problema o problema vai ser no dia da grande ceifa porque o joio não vai poder ficar junto com o trigo. mais mesmo assim Pr Altair continui sempre defendendo a obra de Deus com a verdade vejo no senhor muita coragem e sinceridade

Odair disse...

pantentear pra que? pra se tornarem cada vez mais donos da ad,verdadeiros senhores de engenhos com direito a escravos ,captães do mato e tudo.que deus tenha misericordia de nós.