terça-feira, 23 de junho de 2009

PR. MARCO FELICIANO NA CGADB: A DÚVIDA CONTINUA?

O pastor Marco Feliciano, em seu site oficial, insiste em afirmar que continua filiado a CGADB. Nada contra tal desejo ou fato, só gostaria que me fosse enviado, para que os leitores deste blog tivessem todas as dúvidas tiradas, o número atual de registro do amado companheiro.

A informação atual no site do pastor Marco Feliciano é a seguinte:

"A Catedral do Avivamento esclarece que nunca se filiou à Comadespe (Convenção dos Ministros no Estado de São Paulo e Outros), e sim à Catedral da Assembléia de Deus do Jardim Primavera e Unimaderj, a qual à (sic) filiada à Comadesp e, portanto, à CGADB (Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil)." Leia AQUI

A informação acima por si só, não confirma a filiação do nobre pastor. A CGADB é uma convenção de pastores, e não de igrejas. O fato de um pastor ser ligado a uma igreja, e essa igreja fazer parte de uma convenção estadual registrada na CGADB, não implica na filiação do pastor (que não é automática junto a CGADB).

"São membros da CGADB, os ministros (pastores e evangelistas), devidamente ordenados, integrados e registrados na CGADB, como também os ministros jubilados, todos credenciados pela respectiva Convenção Estadual ou Regional." (Art. 5º do Estatuto da CGADB)

É necessário que a convenção estadual solicite da CGADB o registro do obreiro, que somente após protocolado, analisado, aprovado e publicado, pode declarar-se filiado.

Leia mais sobre o referido fato no blog POINT RHEMA (nos comentários), do pastor Carlos Roberto, vice-presidente da COMADESPE.

Caso o pastor Marco Feliciano publique em seu site o número do seu atual registro na CGADB, toda as dúvidas se dissipam.

Nosso propósito não é outro, além do desejo de esclarecer os fatos.

Que o Senhor Jesus abençoe o pastor Marco Feliciano, seus companheiros de ministério e a sua igreja.

4 comentários:

Esequiel Santos disse...

Paz do Senhor Pastor Altair!

Sei que o Pr. Marco Feliciano tem assumido posturas um tanto quanto fora dos "padrões" assembleianos tradicionais, mas que diferença faz o número de registro dele na CGADB diante de tantos "comentários" e "explicações" da situação em que se encontra aquela instituição nos dias atuais? Não seria melhor concentrar esforços na solução dos grandes problemas atuais da Convenção?

Deus abençoe,

Paz do Senhor

ALTAIR GERMANO, disse...

Pois é nobre Esequiel,

se não faz diferença, pra que tanta questão e vontade?

adony disse...

Fico triste com essa guerra no meio evangélico. O próprio Jesus disse "...quem não é contra nós, é por nós."

Será que no céu vai ter a ala dos da CGADB e ala dos da COMADESP,UNIMADERJ, etc?

Devemos lembrar que podemos divergir em alguns temas mas somos irmãos em Cristo quanto professamos a fé nEle.

Sou da Assembléia de Deus - Maceió(CGADB) mas gosto da maioria da mensagens do Pr. Marco, e conheço de perto pessoas que foram transformadas por Deus através de suas pregações.

Vamos parar com isso. Nao podemos criar um padrao "assembleiano" para poder chegar no céu.

A Paz do Senhor, e que Deus tenha pena de nossa mediocridade.

Adony.

sales_marcelo2007@ig.com.br disse...

Gostaria de deixar meu comentário à respeito deMarcos Feliciano, as poucas pregações que ouvi com ele bastaram para não procurar ouvi-lo mais. Não tenho nada contra o meu irmão, apenas vejo absurdos que não combinam com o Evangelho simples que Jesus pregou. A última visita do citado pastor em minha cidade deixou muita gente insatisfeita(em um igreja batista), pois a forma de pedir oferta,incluindo jóias, e levando máquina de cartão de crédito para quem quizer ofertar em tres ou sei lá quantas vezes é um absurdo, isso porque já havia recebido o valor exigido antes da igreja. Talvez por isso a CGADB deve estar dificultando a filiação do Marco Feliciano. A CGADB pode ficar queimada com esses atos do irmão Feliciano. Outra coisa pregação de ninguém transforma vida, quem faz a diferença é Jesus e assim por causa das suas misericórdias.
Deus abençoe a todos!!!