quinta-feira, 4 de junho de 2009

O SABER-QUE-SABE-QUE-NADA-SABE

"Mas o saber-que-sabe-que-nada-sabe é como um oceano, que se alimenta de águas que vêm do céu, e, por isso, continuam sempre..." (CAIO FÁBIO)

2 comentários:

Laudicéia Mendes disse...

Parabéns Pastor por linkar este texto, um bom escritor se faz de um bom leitor, e que Deus o conserve assim despido de arrogância.
Este texto evocou-me a lembrança do gracioso tratamente que Deus me dispensa: ás vezes Ele assenta pessoas muito melhores do que eu para me ouvir, e não raro usa um "pior" do que eu para me ensinar.
E nas duas circunstâncias sou eu a aprendiz.

antonio saraiva disse...

no fim de tudo o pregador diz " tudo é vaidade "