domingo, 14 de junho de 2009

CGADB: DENÚNCIAS



Vou aguardar o posicionamento da CGADB quanto ao assunto, mas já posso fazer algumas considerações iniciais.

Neste vídeo o pastor Samuel Câmara denuncia:

1. A falta de alternância no poder da CGADB e os vícios resultantes;

- A falta de alternância por si só não é um problema. Torna-se um problema quando vícios, abuso do poder, paternalismo, nepotismo e outras mazelas se evidenciam e predominam.

2. A manipulação das eleições com + ou - 2.000 pastores inscritos após os prazos legais e 1.300 que só apareceram no dia da eleições;

As inscrições após o prazo previsto de 1.626 ministros foram esclarecidas no site da CGADB.

Quantos destes 1.626 ministros, e dos 1.300 que o pastor Samuel afirma que só foram para a AGO no dia da votação, votaram no pastor JW ou nele próprio? Foi o resultado das eleições definido pelos tais?

3. A aprovação inapropriada da nova convenção do RJ;

Estava na tribuna quando do pedido de aprovação ou não da nova convenção, e por três vezes consecutivas, para evitar dúvidas, o plenário em sua grande maioria foi favorável.

4. O pastor Samuel afirma que tinha a seu favor a grande maioria do plenário;

Como ele sabe? Os resultados das eleições não confirmam esta hipótese.

5. Os altos gastos com viagens e hospedagens;

Entendo que são mesmo altos e que deveriam ser claramente justificados.

6. O não pagamento do INSS e outras dívidas;

A tesouraria da CGADB alegou em plenário dificuldades financeiras, e que parte das dívidas já haviam sido quitadas e negociadas com os respectivos devedores. Por qual razão o pastor Samuel Câmara omitiu esta parte da informação? O que é inadequdo? O endividamento ou as causas de tal endividamento? Qual os motivos das dificuldades financeiras? Houve alguma ação de má fé que gerou estas dívidas ou uma má gestão financeira?



Denúncias neste vídeo:

1. FGTS não recolhido;

Aplicam-se as mesmas questões que coloquei em relação os INSS.

2. Cheques sem fundos e SERASA;

Aplicam-se as mesmas questões já colocadas.

3. Falsificação de relatório e uso da máquina para reeleição do atual presidente;

O relatório inicial apresentado em plenário foi "falsificado"? A máquina foi usada? Caso positivo, onde objetivamente? Entre o relatório da comissão estabelecida e o relatório inicial da tesouraria, quais as divergências e convergências?

Se não houver mais clareza e especificação, a denúncia vira denuncismo. Se há possíveis erros, maquiações ou falsificações, que sejam colocados claramente, e assumidos ou negados convincentemente.

4. Alguém tem que levantar a voz diante destes fatos;

Por qual razão o pastor Samuel Câmara só levantou a voz após perder a eleição? Por qual razão não levantou a voz publicamente antes das eleições?

Quero declarar aqui, e quem me conhece sabe, que não coloco nenhum homem ou instituição acima da verdade da palavra de de Deus, nem a CGADB, nem a própria denominação "Assembléia de Deus".

Que cada um se responsabilize por suas ações.

Está acontecendo aqui o que já assistimos na política secular. As pessoas sabem das coisas e ficam caladas, até que se sentem traídas ou injustiçadas e então resolvem "levantar a vós"! Coragem ou conveniência? Profeta ou Político? herói ou vilão?

E a credibilidade da CGADB e de parte de seus filiados, como fica quando 6.719 ministros votaram a favor da reeleição do pastor JW? Foram todos coniventes com as supostas denúncias?



Mais denúncias:

1. Se me desligarem um dia da CGADB não deixarei de ser assembleiano;

Quem é assembleiano? Já escrevi sobre isto em "QUEM PODE SER ASSEMBLEIANO?".

2. Não adianta orar pois as eleições sempre sairão a favor do grupo;

Se orar não adianta mais, estamos definitivamente perdidos!

3. As convenções com honrosas excessões estão desvalorizadas;

Quem faz parte das convenções estaduais e nacional, não são os pastores de igrejas? Pastor não é igreja também? Logo, convenções desvalorizadas = pastores desvalorizados = igrejas desvalorizadas

4. A CGADB poderá ter um fim trágico, mas a Assembléia de Deus será sempre vigorosa, abençoada, e continuará até Jesus voltar;

Como qualquer instituição humana, a "Assembléia de Deus" não está isenta de um fim trágico. É a igreja de Jesus, sem rótulo denominacional algum, que triunfará, e não uma "denominação" evangélica.

5. Se as denúncias forem constatadas, o que fazer?

Como o pastor Samuel bem fala, as denúncias expostas nestes vídeos (em relação às dívidas e gastos), foram apresentadas em plenário e analisadas por uma comissão especial, cujo relatório final foi aprovado pelo plenário, mas mesmo assim, não foram suficientes para mudar a intenção de voto da maioria dos convencionais que lá estavam (6.719), que entenderam que o pastor José Wellington deveria continuar por mais um mandato.



Se alguém vai responder diante de Deus por este escândalo sem precedentes na história da Assembleia de Deus?

Podem ter certeza que sim!

70 comentários:

Anônimo disse...

Amado Pr. Altair, paz do Senhor. Entendo os seus posicionamentos, afinal de contas o senhor é a favor da atual gestão (ou será antiga gestão, visto que estão a mais de 20 anos?). Contudo, amado, embora não concorde com esses desabafos televisivos, o Pr. Samuel não disse nada diferente do que foi mostrado na AGO, não fez nenhuma denuúncia! Todos que estavam ana 39a AGO sabem de tudo o que ele disse. Ficou claro que o balanço foi maqueado, isso não precisa ser provado, Já foi provado pela própria comissão, pois as despesas não eram de viagens e hospedagens, mas sim de um dívida bem antiga!!! O pagamento da dívida não estava no relatório, ou seja houve mentira.
Houveram os cheques sem fundos!! Pense um coisa: COMO ALGUNS CONVENCIONAIS DA COMADALPE REAGIRIAM SE O PR. ROBERTO PASSASSE UM CAMINHÃO DE CHEQUES SEM FUNDO, DEIXASSE O NOME DA CANVENÇÃO NO SERASA, SE APROPRIASSE DE FGTS, INSS DE FUNCIONÁRIOS... o senhor acha que ele sairia impune? Tenho certeza que ele enfrentaria sérios problemas... Ou seja, porque isso pode na CGADB? Não seriam estes pastores coniventes? Se um membro da igreja passa cheques sem fundo, causa escandalo, no mínimo ele é chamado pelo seu pastor para dar esclarecimentos...
Uma outra coisa, tudo isso seria resolvido se houvesse um simples pedido de perdão, de reconhecimento do erro...
mas infelizmente os homens estão amando mais ao poder do que a Deus...
Realmente, só a graça nos basta... pois o restante, os homens estão tirando...

JOSÉ MARCOS ANTUNES disse...

Fico impressionado, como a politica de "dentro da Igreja" fica cada dia mais parecida (e quando se parece então nos tornamos piores) do que a politica secular.
Guardam - se as denuncias para depois do resultado! isto é no minimo leviano! Se todas as denuncias são verdadeiras e o Pr. Samuel sabia delas, então não é melhor do que aqueles a quem ele denuncia, penso que seja até pior a sua situação.
Se as denuncias são vazias e desprovidas de provas, então deve ele, Pr. Samuel, responder a elas.
Sei não! Só Jesus.

Elisomar disse...

Meu Deus, que vergonha!

profe sandra disse...

Que escandalo heim? ai daqueles por quem vem o escandalo, que Deus tenha piedade... e que não mudamos de idéia e continuamos com Jesus.

Vagner disse...

Pr. Altair, perdão, mas por mais que vc queira evitar, os seus comentários sempre serão tendenciosos se tratando da CGADB. Crise financeira? Ou gastos desnecessários do presidente? Vc acha que o artigo da comissão eleitoral convenceu? Convenceu os eleitores do JW, não os imparciais, pois sabem que a decisão da comissão foi imoral e com o intuito de beneficiar JW. Só na jurisprudência da comissão para eleitor depois do prazo estabelecido conseguir se inscrever e votar, até o mais ignorante sabe que isso não existe, não no direito eleitoral. Já que se utilizou do direito, porque não o eleitoral? Evite fazer comentários sobre a CGADB, pois com exceção dos outros artigos, os escritos sobre o assunto sempre serão pró-JW. Parabéns ao Pr. SC, que mostrou compromisso com a verdade ao denunciar os erros da CGADB e da atual presidência. Não me admiro se quiserem excluir o Pr. SC, depois do seu pronunciamento, só tem uma coisa, as consequências serão incalculáveis.

Vigia comigo. disse...

Olá pastor!
Seu blog é super interessante e estou seguindo.

que Deus abençoe sua semana!

Abraços,

Gilmara :)

Anônimo disse...

Amados blogueiros, inclusive o Pr.Marcos:
Vejam bem, não concordo com desabafos televisivos... mas a questão é que o pr. Samuel não possui fórum para falar, pois o pr. JW controla e os pastores ficam receosos de dar a palavra ao Pr. Samuel e serem taxados de rebeldes... então sobra a TV que todos assistem... O Pr. Samuel não denunciou nada, apenas falou do que já havia sido denunciado na 39 AGO!!! Pode se discordar do fato dele ter dito isso na televisão, mas não dizer que ele deixou para dizer depois de ter perdido, pois tudo isso já havia sido dito em plenário!!! Também comentado em vários blog`s. Então meus amados... Vamos parar de tapar o sol com a peneira... o sistema está podre!!!!

antonio saraiva disse...

tá todo mundo querendo a vinha de JW. [ será q pr.marcos feliciano sta certo se desligar da CGADB sim ou não antes de comer e beber examini-se o homens a si mesmo]21.8 de apo. [isto e uma vergonha]

Anônimo disse...

Prezado Pr. Altair. Por favor, me tire uma dúvida. Afinal de que lado estás? Esqueceu que foi o Pr. SM, que fez a denúncia, e que era o 2° tesoureiro, e foi tudo provado? Quanto aos cheques sem fundo, a responsabilidade caiu sobre o tesoureiro, imagine agora ele é o DIRETOR EXECUTIVO DA SENAMI, e agora? Gostei muito do que o Pr. Samuel fez, senão muitos Prs. ficariam sem saber a verdade, pois eu sei que muitos não estiveram lá. Quem não deve, não teme. Sinto vergonha por tudo isto. Estive lá. Se estas inscrições não tivessem sido feitas, eu tenho certeza que o resultado seria outro. Concluindo, eu acho o seguinte: há muito COMPROMETIMENTO. Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.

Elizama disse...

A Paz do Senhor Pastor Altair

Minha alma chorou ao assistir o tal pronunciamento, e tenho certeza que não foi só a minha (imagine se ele não fosse assembleiano), mas a de muitos irmãos do norte do Brasil.
Me veio a lembrança os horrores que sofremos no ano de 2003, quando todos os nossos templos foram tomados em Manacapuru e o quanto os nossos pastores foram massacrados ... porque preferiram seguir com a sã doutrina, a Palavra de Deus, e com os bons costumes.
Só sei de uma coisa, Deus não dorme (ainda que alguns preguem que Ele sonha), Ele está vendo tudo o que está acontecendo, e no tempo certo a verdade aparecerá.
Eu penso assim: Nós como Igreja somos uma família, somos todos irmãos. Logo, como família nós não expomos nossa família a vergonha, ao descrédito, ainda mais a nível nacional. Os problemas da nossa família nós resolvemos no recôndito do nosso lar. Só interessa a nossa família. Claro existem casos que precisamos envolver terceiros, mas quase sempre nós resolvemos juntos, seguramos nas mãos uns dos outros, compartlhamos juntos a alegria, o sucesso, a tristeza, a dor, o sofrimento... Quando amamos nossa família nós queremos o melhor pra ela, queremos que ela seja feliz, então do meu modo de vista não dá para separar a CGADB das IEADs.
É ora de orar.
Elizama Barbosa

Aninha e Paulo disse...

Pastor Altair, a Paz do Senhor.

Moro em Boa Vista, Roraima, aqui não há internet rápida, somente discada.
Qualquer postagem em vídeo, não "roda" com eficácia. Quero pedir o senhor ou qualquer leitor que se souberem ou tiverem este pronunciamento do pastor Samuel Câmara,por escrito,transcrito, que nos faça saber. Tem muita gente não viu na TV, também ainda não sabe do que se trata. Somente o senhor e blog Olhar cristão, fizeram um breve resumo.
Já que a "coisa" foi jogada no ventilador, não vejo motivo para ser discreto com mais nada. É direito a informação.
Obrigado.
PAULO MORORÓ

Miss. Gilberto Diniz - Santo Tome- Argentina disse...

Pastor Altair, quero agradecer a Deus uma vez mais, por nao permitir que este Pastor SC nao ganhou a eleiçao, a Igreja nao merece um Pastor que depois que perdeu a Eleiçao venha a publico fazer uma palhaçada dessa, quando se errado ou nao os convencionais, aceitaram aprovar tanto os relatorios, como a aceitaçao dos convencionais citados,e com mais de 1 mes antes da convençao, ainda mais quem me prova que os citados pastores votaram no Pastor JW, se o plenario estava com o SC porque os numeros nao mostraram isso, ou vai dizer que as urnas eletronica do tribunal de Justiça estava como ele disse manipulado, por favor. Isso é discurso nao de Pastor, mas de politico profissional que ja tem em visao depois de uma eleiçao perdida o alvo de denegrir a imagem do outro para poder alcansar suas pretençoes futuras, de uma coisa estamos seguros:
1- Pastor Jose Welingron ganhou a eleiçao, mesmo tendo uma maquina de midia e tambem finaceira, porque nao me venha dizer que nao, em seu contra, ganhou da politica e das profetadas, inclusives de grandes pastores de Belem do para.
2- Deus nao permitiu a esta nova geraçao ganhar, porque esta nova geraçao esta crescendo com todos os rasgos politicos do mundo, sem se preocupar com a Igreja e a sua imagem, só visando seus objeivos, sem se preocupar com o nome da Igreja, com a reputaçao de homens que tem historia que esses nao tem.
3- Deus da uma nova oportunidade para a gestao atual corrigie erros, visar novos rumos, fortalecer a instituiçao e preparar sim, para uma nova geraçao, que nao sejam estes politicos de televisao, que estao preocupados mais coms si mesmo de que com a Igreja do Senhor.
Que Deus tenha misericordia de nós.
Parabens pastor por seus comentarios.

Josélio disse...

Artigo tedencioso, é assim que o classifico. Todas as denúncias são conhecidas por todos inclusive pelo autor do artigo.

Na verdade, é preciso coragem para denunciar tudo isso, e podem dizer qualquer coisa do SC mas ele é um homem de coragem.

Só posso lamentar pelos sepúlcros caiados da CGADB de ambos os lados.

Josélio

Anônimo disse...

Meu amigo Pr. altair,: Sinceramente gostaria de saber que formava a comissão de conta e quem presidia... porque aprovou este relatório irresponsavel...são coniventes??? ou não???

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre anônimo,

vossas colocações sobre "maquiamento" das dívidas e despesas com passagens e hospedagens carecem mais de conhecimento de causa. Leia meus comentários e a palavra do pastor Samuel mais uma vez que poderá lhe ajudar.

Se em Abreu e Lima o presidente emitisse cheques e estes voltassem sem fundos, certamente a diretoria da igreja e o ministério se reuniriam para saber as causas e procurar soluções cabíveis, e não aguardariam uma eleição para fazer disto um "arma" eleitoreira.

Vale lembrar que o pastor Silas Malafaia era o 2º tesoureiro e fez as denúncias no plenário. Na posição que ocupava, o pastor Silas procurou, quando tomou conhecimento, conversar com o 1º tesoureio ou com o presidente da CGADB? Por que aguardou exatamente para denunciar no plenário? Por qual razão não isto na televisão como costuma fazer? E o pastor Samuel Câmara, por quais mortivos não falou na televisão sobre o assunto antes das eleições? Ele ainda não sabia dos fatos?

Não estou aqui tentando justificar erros da diretoria da CGADB. Os erros foram apresentados em plenários, e como já escrevei, não foram suficientes para impedir a reeleição do pastor José Wellington.

Um erro não justifica o outro, e no meu entendimento o pastor Samuel Câmara errou mais uma vez, mostrando o quanto ainda está imaturo, desequilibrado e despreparado emocionalmente para ser o presidente da CGADB.

Não tenho nada contra a pessoa do pastor Samuel Câmara, mas tenho quanto aos seus posicionamentos e posturas políticas.

No amor de Cristo,

ALTAIR GERMANO, disse...

José Marcos,

as dívidas da CGADB são verdadeiras. Já foram tratadas na AGO, onde a tesouraria alegou dificuldades financerias e afirmou, conforme relatório da comisssão especial, que já estava negociando e pagando os compromissos.

As demais falas do pastor SC é que carecem de sustentação.

Abraços,

ALTAIR GERMANO, disse...

Elisomar,

haja vergonha!

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Profª Sandra,

oremos porque coisas deste tipo acaba respingando em todos os membros da igreja e até de outras denominações evangélicas.

Shalom!

Clayton Góis disse...

A paz do Senhor Pastor Altair,vejo que infelizmente o seu comentário("...penso que o pastor Samuel Câmara será prudente em sua fala...") feito anteriormente na postagem "A CGADB nossa de cada dia.." não se concretizou. Parece que o Pastor Samuel Câmara esqueceu do Cap 6 da 1º carta aos Coríntios.
1 Coríntios 6:1 "Aventura-se algum de vós, tendo questão contra outro, a submetê-lo a juízo perante os injustos e não perante os santos? "
1 Coríntios 6:6 "Mas irá um irmão a juízo contra outro irmão, e isto perante incrédulos!"
1 Coríntios 6:7 "O só existir entre vós demandas já é completa derrota para vós outros. Por que não sofreis, antes, a injustiça? Por que não sofreis, antes, o dano?"
Infelizmente fomos expostos a vergonha diante os incrédulos,já que tais "denúncias" realizadas em um canal televisivo aberto, é vista por milhares pessoas.Por que tal assunto não poderia ser resolvido internamente?Por que tal assunto teve de ser levado a público, lavando a roupa suja na frente dos incrédulos?O mundo é generalista,os descrentes tendem a afirmar que todos crentes são farinha do mesmo saco.Agora me diga como uma pessoa não salva,que assitiu tal infâmia, ao ser abordada em algum evangelismo de nossa denominação reagiria?Como poderemos falar da paz de Jesus Cristo se não existe paz entre nós?Creio que tais "denúncias" independente de qual lado esteja certo,trouxe um grande estrago para a obra de Deus, atrapalhou consideravelmente o trabalho daqueles que vão realmente atrás das almas perdidas.A trapalhou o trabalho inclusive de outras denominações, pois como disse anteriormente "..o mundo é generalista...".Precisamos orar sim, mesmo que "alguem" diga que oração não resolva nada.Deus tenha misericórdia de nós!!!

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado Vagner,

respeito a opinião do irmão mas não concordo com ela.

Quanto ao "Parabéns ao Pr. SC, que mostrou compromisso com a verdade ao denunciar os erros da CGADB e da atual presidência."

Os erros forma denunciados no plenário e lá resolvidos por uma comissão especial e no voto.

Por que ressuscitar o assunto levando-o para um canal de TV aberta?

O que ganhamos com isto?

Pense amigo, livre de paixões?

Era um problema para ser tratado publicamente ou internamente?

A quem interessa estas questões, ao mundo?

Se você é casado, todos os problemas entre vc e sua esposa seus filhos tornam-se sabedores?

Na sua empresa os problemas à nível de diretoria são tratados com os funcionários?

Quando houve uma questão entre Moisés, Arão e Mirian, Deus tratou publicamente com toda a congregação?

Jesus tratava de todos os assuntos abertamente?

O irmão já ouviu falar em instâncias? Acredito que sim!

Todos assuntos do governo são tratados publicamente?

Não se trata aqui de tentar ecobrir os erros. Se o pastor Samuel Câmara cometer um erro administrativo em sua igreja ou empresa, seus funcionários ou pastores deveriam ir para a televisão falar deste erro? Penso que não! O caso deveria ser resolvido entre as partes.

Deus te abençoe e obrigado por ser leitor do blog!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Vigia Comigo,

obrigado pelo crédito!

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

nobre anônimo,

'... então sobra a TV que todos assistem... O Pr. Samuel não denunciou nada, apenas falou do que já havia sido denunciado na 39 AGO!!!"

Pois é amigo, já comentei sobre o fato!

abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Antonio Saraiva,

é realmente uma vergonha!

Já imaginou alguém de sua casa sair falando para os vizinhos publicamente dos problemas que são vivenciados, e que devem ser resolvidos na instância da família?

Paz amado!

ALTAIR GERMANO, disse...

Anônimo,

"Afinal de que lado estás?"

Estou do lado de meu Pai celestial, estou do lado do meu Senhor Jesus Cristo, estou do lado da Palavra de Deus, estou do lado da minha família, estou do lado dos meus companheiros de ministério, estou do lado da igreja do Senhor, estou do lado do bom senso e do equilíbrio.

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Elizama,

"Me veio a lembrança os horrores que sofremos no ano de 2003, quando todos os nossos templos foram tomados em Manacapuru e o quanto os nossos pastores foram massacrados ... porque preferiram seguir com a sã doutrina, a Palavra de Deus, e com os bons costumes."

Pois é nobre irmã...

Oremos por este episódio lastimável que em nada agrega de valor e edificação!

Como tudo coopera para o bem dos que amam a Deus, glória para Ele!

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Aninha e Paulo, vou tentar ajudar os irmãos!

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Prezado pastor e missionário Gilberto Diniz,

"se o plenario estava com o SC porque os numeros nao mostraram isso, ou vai dizer que as urnas eletronica do tribunal de Justiça estava como ele disse manipulado, por favor."

Nosso companheiro só faltou alegar isto em relação às eleições!

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Josélio,

"Artigo tedencioso, é assim que o classifico. Todas as denúncias são conhecidas por todos inclusive pelo autor do artigo.

Na verdade, é preciso coragem para denunciar tudo isso, e podem dizer qualquer coisa do SC mas ele é um homem de coragem."

É claro que as denúncias são conhecidas, pois foram tratados no plenário da AGO.

Para denunciar é preciso coragem e prudência. No pronunciamento em Rede aberta de TV, sobrou coragem e faltou prudência!

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre anônimo,

"Meu amigo Pr. altair,: Sinceramente gostaria de saber que formava a comissão de conta e quem presidia... porque aprovou este relatório irresponsavel"

O relatório foi apresentado pela tesouraria para apreciação pelo plenário. Como não foi aprovado, uma comissão foi tirada para analisar o relatório da tesouraria e apresentar um relatório final. O relatório final foi aprovado pelo plenário.

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre anônimo, obrigado pela participação e solidariedade.

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Prezado Claiton Gois,

"Por que tal assunto não poderia ser resolvido internamente?Por que tal assunto teve de ser levado a público, lavando a roupa suja na frente dos incrédulos?O mundo é generalista,os descrentes tendem a afirmar que todos crentes são farinha do mesmo saco.Agora me diga como uma pessoa não salva,que assitiu tal infâmia, ao ser abordada em algum evangelismo de nossa denominação reagiria?Como poderemos falar da paz de Jesus Cristo se não existe paz entre nós?Creio que tais "denúncias" independente de qual lado esteja certo,trouxe um grande estrago para a obra de Deus, atrapalhou consideravelmente o trabalho daqueles que vão realmente atrás das almas perdidas.A trapalhou o trabalho inclusive de outras denominações, pois como disse anteriormente "..o mundo é generalista...".Precisamos orar sim, mesmo que "alguem" diga que oração não resolva nada.Deus tenha misericórdia de nós!!!"

Para quem fala tanto em evangelização, o nosso amado companheiro parece não ter considerado essas questões.

Obrigado pela participação!

paz do Senhor!

William de Jesus, Pr. disse...

Meu amigo e irmão, Pr. Altair Germano, graça e paz!

Não pude assistir ao pronunciamento do Pr. SC, visto estar participando da AGO de nossa CONFRADERJ, presidida pelo nosso queridíssimo Pr. Timóteo Ramos de Oliveira, no entanto, ao chegar em minha casa, fui logo na net para ouvir esse "bombástico" pronunciamento.

Como disse em algum comentário anterior, votei para o Pr. SC, por razões particulares, que vão desde o entendimento de que ele é uma excelente alternativa e uma pessoa muito preparada para assumir tal posto somado à crença de que estamos na hora de mudança até a questão de amizade, pois o Pr. SC foi um de meus professores no IBAD (Pindaba).

Ressalto também que entendo o fato de o Pr. JW está na presidência no centenário e sobre esse tema já me pronunciei em meu modesto blog (prwilliamdejesus.blogspot.com).

Sinceramente, não vi nada de absurdo sobre o comentário do Pr. SC. Até entendo o fato de se pensar sobre as reais razões que o levaram a fazer esse pronunciamento num canal de tv aberta, mas sobre esse assunto o próprio Pr. SC falou. Para ele, assim como há a tv justiça, tv câmara e tv senado que levam todos os brasileiros ao conhecimento do que se passa nos bastidores do poder (ao menos aquilo que eles acham que o povo deve saber), por que, então, não se fazer uma assembléia aberta? Ele é a favor disso e por isso ele falou em canal aberto, além, é claro, de que tudo que ele falou não ser mais segredo, pois se uma instituiição possui 176 cheques sem fundos e nome no SERASA os documentos estão abertos para quem quiser ver.

Tenho algumas restrições, sim, sobre todo o acontecimento, pois percebo, com grande preocupação, que está se criando o bipartidarismo e isso não é bom.

Afirmo que o melhor para a CGADB e nossas instituições seria umm mandato de 4 anos com rotatividade na presidência por região. Cada eleição o presidente seria de uma região do nosso Brasil. Não sou a favor do continuísmo. Amo o novo, quando proveniente de Deus, óbvio.

Há uma preocupação muito grande na atual diretoria em "passar o cajado" para a nova geração.... Um dia o Pr. JW também assumiu a presidência da CGADB, então por que não entregá-la à nova geração?

Um forte abraço,

William de Jesus, Pr

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre pastor Wlliam de Jesus,

"por que, então, não se fazer uma assembléia aberta? "

Particularmente não sou favorável a uma assembléia aberta, visto os assuntos internos da Assembleia de Deus, nem de nenhuma outra denominação evangélica ou organização "privada" serem de interesse do público em geral, como é caso dos temas tratados nos poderes executivos, judiciários e legislativo de nossa nação.

Vossa proposta de rotatividade regional na presidência da CGADB é muito interessante.

Paz do Senhor e um abraço no meu companheiro e pastor Timoteo Ramos.

Anônimo disse...

Graça e Paz Pr. Altair.

Admiro muito o trabalho do irmão neste blog.

Mas minha opinião é a seguinte, é de longa metragem que sabemos que o Pr. Samuel Camara é um grande Homem de Deus e tem uma postura perante as Assembléias de Deus e perante a todo o movimento evangelico, então por esta postura e conduta acredito que ele não iria a uma tv aberta em rede nacional para falar o que não deve e principalmente como o irmão disse faltar com a prudencia,mas sim mostrar o que foi discutido e que perplexou muitos Pr e assembléianos e não assembléianos. Pelo fato de que a AD tem uma história forte no Br. Portanto acredito eu que a prudencia e a coragem não foi falta nisso, acredito eu que a atual administração não teria a mesma postura e coragem de ir a rede nacional falar tudo o que o Pr Samuel disse pois ai sim falta a coragem e a prudencia colocar tudo em jogo para que né? Se temos pessoas que podem tampar isso para nós, mas graças a Deus que existem Homens com uma postura como a do Pr Samuel que tem coragem e Prudencia e postura o suficiente para falar tais coisas perante aos membros e não membros das ADs. Porque isso que foi dito é de interesse de toda a convenção e de todas as igrejas e campos ligados a mesmas e com isso a todas as pessoas pertencentes a essa denominação.

Acredito eu que a atual administração precisa relatar isso e principalmente ter uma postura diferente, 20 anos de presidencia e acredito eu que a AD não evoluiu NADA NADA MESMO na questão de midia e comunicação, e o irmão sabe disso, hoje no Brasil midia e comunicação nas ADs são dois Homens, O vice presidente da CGADB e o Pr Samuel Camara, a AD nada mais tem que um programa dia de sabado chamado movimento pentecostal interligado a CPAD e uma rádio Web também da CPAD.
Portanto acredito eu que as ADs perderam a chance de ter uma Homem na presidencia que poderia fazer diferente da atual administração, mas Deus sabe o que faz.. Meditação 1º João 2:6.

Graça e paz.

Anônimo disse...

Lendo e ouvindo isto pensei:

1) Como fica a situação da nossa COMADALPE, em condicionar uma consagração a inexistência de restrições financeiras em um candidato? Antes de qualquer argumento, tem obreiros que vieram de campos ligados a COMADALPE e não foram reconhecidos em Abreu e Lima, porque tinham restrições no SERASA, e por mais que queiramos desvincular as decisões estaduais da federal, são fatos inexplicáveis, a própria ADAL já teve restrições recentemente se ainda não as tem. O exemplo tem que vir de cima, e no caso nosso teto está ruído;

2) Reprovo a explanação de fatos desta natureza em público, infelizmente sob a omissão de toda a CGADB, o Pr. SM, já escancara publicamente os problemas existentes na Convenção, e não é censurado, punido, pelo contrário, elegeu-se 1º vice, é como um brinde ao despudor, o SC também vem em rede nacional de TV expõe para o mundo questões sérias e que precisariam ser discutidas e resolvidas entre os interessados, porém, sem corporativismo, interesses particulares, conveniências, conchavos ou negociatas, infelizmente falta MORAL, para que isto funcione; Pv 24:10 Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena. Temos muitos chefes, muitos homens com títulos, mas pouquíssimos LÍDERES;

3) As vezes tenho uma impressão que esse pessoal pensa que só adultério é pecado, e consequentemente reprovado por Deus, não sei até que ponto há uma aprovação divina para uma eleição suja destas, ou apenas uma vontade permissiva, é como se Deus entregasse esse joguinho a própria sorte dos interessados;

4) Não sei a que ponto chegaremos, pois nós que deveríamos servir de exemplo somos na verdade modelo de escândalo, a nossa convenção funciona exatamente como os entes governamentais, muda-se a imagem dos governantes, mas não muda-se a prática vergonhosa da corrupção, se o SC tivesse sido eleito, talvez tivesse se mudado o rosto de muitos, mas a sede pelo poder impediria estes homens de se curvar a integridade e a honestidade.

5) A perpetuação no poder não é boa para nenhuma organização, independente de quem ali esteja, mandato tem que ter limite, para presidente de qualquer esfera, local, regional ou nacional, 4 anos ta bom pra qualquer um, talvez com uma reeleição, no voto, na raça.

J. Carlos

ALTAIR GERMANO, disse...

Prezado anônimo,

"Porque isso que foi dito é de interesse de toda a convenção e de todas as igrejas e campos ligados a mesmas e com isso a todas as pessoas pertencentes a essa denominação."

Concordo esta vossa fala, pois confirma a minha opinião sobre a maneira com foi exposto em tv aberta.

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre J. Carlos,

a restrição financeira por si só, no meu entendimento, não deveria ser motivo de impedir a consagração de obreiros em nenhuma convenção.

O que gerou tal restrição é o que deveria ser analisado.

E como ficam os que já são obreiros, que depois de consagrados entram no SPC e no SERASA?

É um ponto digno de reflexão.

Abraços!

Anônimo disse...

A Paz do Senhor !
Teve um "anônimo" aqui acima que afirma que o Pr.Samuel 'não tem foro prá falar" e por isso utiliza a TV. ISSO NÃO JUSTIFICA A LAVAGEM DE ROUPA SUJA VIA SATÉLITE PRÁ TODO O BRASIL !
E mais : Assisti ao programa e, infelismente, de "Voz das Assembléias de Deus" aquilo não tem nada. Pelo menos da Voz assembleiana que sonharam Daniel Berg e Gunnar Vingren. Ele perdeu e pronto. Ah, pelo menos no discurso ele afirmou que (pelo menos eu entendi) que valores como usos e costumes já é coisa do passado. Como é que nas propagandas, inclusive no blog dele na época da eleição estava escrito que haveria preservação da sã doutrina e dos bons costumes. Agora que perdeu, aloprou de vez foi ? isso não é prudente e muito menos prá um Pastor do quilate dele.

ALTAIR GERMANO, disse...

Prezado anônimo,

"Teve um "anônimo" aqui acima que afirma que o Pr.Samuel 'não tem foro prá falar"

O pastor Samuel Câmara, como os demais convencionais, tem sim foro para falar, e este for é a CGADB. Em todas as reuniões convencionais que participei o pastor Samuel teve oportunidade de colocar livremente suas opiniões.

Abraços!

Pr. Cristiano Domingues disse...

Paz do Senhor

Não sou assembleiano, por nao ser membro da Assembleia de Deus, mas sou um jovem pastor apaixonado pela Assembleia de Deus e sua historia de luta e de conquistas, recebemos as denuncias com muita tristeza, mas todos sabemos que nao so a CGADB mas todas instituições e pq nao dizer na maiorias das igrejas, o desejo pelo poder, tem sido maior que o desejo por santidade e consequentemente a salvação, coisas que nao se ensinam mais, infelizmente, nem assembleianos e nem nao assembleianos gostariam de ver e ouvir o que estamos presenciando nos ultimos dias, todos oramos pela reestruturação dessa instituição tao importante. Mas tudo isso serve também para muitos, que criticam os pequenos ministerios, que menosprezam pastores de outras denominações, e restringem o poder de Deus dentro de um quadrado de cimento feito por maos humanas, templos de concretos nao perduram eternamente, somente templos espirituais, instituições também nao, homens também não, somemnte as obras devem ser lembradas, como sao as dos fundadores da amada Assembleia de Deus. Quais obras serao lembradas por nossos filhos e netos, quando eles(ate que Jesus nao volte)estiverem na frente das igrejas? qual legado assumirao? o que deixaremos a eles? uma igreja forte, ou um castelo em ruinas?. Pensemos agora, o que estamos fazendo com aquilo que recebemos de nossos irmaos da igreja primitiva. Oremos para que tudo isso nao manche uma historia construida por mártires que deram sua vida por amor das nossas vidas.

Amo a AD e a CGADB, nao sou convencionado porque nao posso ser, ha muitos impedimentos. mas meu maior desejo e minha oração é esta: Senhor nos ajude nesse momento, de sabedorias aos lideres e faça a sua vontade, amem.

Pr. Cristiano Domingues
Alcançando as Nações

elizabeth assis da silva disse...

É infelizmente um meio de comunicação tão bom, deixou de se pregar o evangelho para se falar mal dos próprios irmãos. E o que é pior é que a gente não ver isso com as outras denominações, realmente é uma vergonha.

Pr.D S Acioli disse...

Nobre Pr. Altair!

Graça e Paz de Cristo a todos!

Mas o homem entendido se mantém calado.
Assentas-te a falar contra teu irmão; falas mal contra o filho de tua mãe.

Assisti ao programa do Pr. Samuel no último sábado, confesso que fiquei estarrecido com o que ouvi de um homem que tem anseio de ser Presidente da CGADB, (Isto não é pecado e nem vedado aos membros da mesma)!

Mas, quase um mês após a AGO em Vitória – ES, vem este “líder” e joga para o Brasil e o mundo afora, problemas que foram debatidos, expostos ao plenário daquela reunião e é matéria vencida!

Ora, todos nós sabemos que foi indicada pelo Pr. J. Wellington, uma comissão de pastores técnicos e hábeis na área contábil para averiguar e prestar esclarecimentos ao plenário que não admitiu sob hipótese alguma o relatório do tesoureiro de então, por estar disforme da realidade, o Pr. Silas Malafaia, de forma contundente fez o seu pronunciamento que culminou na indicação da referida comissão que trabalhou sem tréguas, para dar aos pastores ali presentes os porquês do relatório financeiro.

Isto posto, após dois longos dias veio o resultado que apresentado gerou manifestações variadas do plenário, o Pr. Silas, solicitando a palavra disse estar satisfeito com o trabalho da Comissão, e sabendo que os compromissos estavam sob controle e acerto junto a credores, etc...etc..
O plenário se calou e APROVOU o trabalho apresentado!

Agora!

Agora!

Somos brindados com esta atitude de uma pessoa que deveria saber onde falar e como falar, pois os assuntos de uma família (Igreja) não se jogam da forma como foi feito!

Por quê?

Por quê?

Durante os trabalhos convencionais era quase impossível dirigir a sessão?

Pois as interferências, “de pela ordem”, “questão de ordem” foi a frase mais ouvida ali?

Isto começou em Florianópolis, passando em Porto Alegre e os ânimos acirrados, como se fôssemos “inimigos”?

O que é isto meus irmãos?

Que coisa horrível estão fazendo?

Não acredito que aqueles “celerados/tumultuando” sejam pastores de rebanhos ou tenham tido alguma experiência aos pés da cruz de Cristo!

No discurso de candidato Pr. Samuel, pediu, solicitou, orientou que ninguém se manifestasse durante a fala do Candidato JW (Atitude digna) mas o que vimos antes disso?

Um plenário silente e ouviu ambos os discursos com atenção!

Eu pergunto, não seria interessante ter havido o mesmo procedimento durante as sessões plenárias?

Mas, o que estava por traz disto?

Até hoje estou perplexo com que vi ali!

Lamentavelmente o pastor Samuel perdeu uma grande oportunidade de ficar calado e aceitar os resultados das urnas, fazendo desta forma é imitar a política mundana!

Digo isto com tristeza profunda a CGADB e Assembleia de Deus no Brasil não merece este tipo de atitude.

Não tenho nada contra o cidadão Pr. Samuel Câmara, mas, o “líder” se perdeu nas divagações televisivas tratando de assuntos que dizem respeito única e exclusivamente a nós pastores e membros da mesma!

Lamentável ter que explicar a membros da Igreja: Pastor, o que foi aquilo?

Como um pastor pode fazer isso?

Ele não era postulante ao cargo?

Perdeu e agora faz isto?

Não há meios e instâncias para se exigir a transparência administrativa?

As chacotas que estou ouvindo dos meus companheiros na empresa que trabalho é demais, pastor!

Pois é, e agora?

Resta-nos buscar a Deus e pedir misericórdia!

Votei com a minha consciência e não me arrependo nenhum minuto!

O Tempo dirá!

E aos que defendem a alternância de cargos, dê o exemplo nas presidências de seus respectivos campos passando a proceder as Ago’s através de escrutínio secreto submetendo-se á vontade dos membros de toda Igreja!

E é interessante que os anônimos se apresentem!

Pr. Daniel S Acioli
http://prdanielsalesacioli.blogspot.com/
Presidente do Ministério da IEAD-Apucarana Pr.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro amigo, pastor Altair:

É lamentável que, mais uma vez, o tema CGADB, para nossa vergonha, seja tratado em rede aberta de TV com fins meramente políticos.

Pensava eu que, passadas as eleições, o nosso papel seria recolher os cacos, deixar para trás o que passou e continuar a desbravar o futuro. Pelo menos tive essa intenção a ponto de não mais tratar do tema em meu blog.

Todavia, outra vez a CGADB vem à baila de forma não honrosa para a sua história, com a exposição de assuntos internos que deveriam ser dicutidos em âmbito interno, como o foram, aliás, na última Assembléia Geral.

O irmão já deixou isso claro em seu comentário, mas não custa repetir:

1. Depois de as contas serem levadas ao plenário e sofrerem as restrições mencionadas, resolveu-se instituir uma comissão de pastores sobre os quais não pesava o "rótulo" de tender para este ou aquele candidato, da qual participou, inclusive, o pastor Silas Malafaia, representante da chapa do pastor Samuel Câmara, para avaliar os "senões" encontrados no relatório, que já tinha sido aprovado pelo Conselho Fiscal, cujo responsável por assinar o relatório concorria ao Conselho Fiscal também pela chapa do pastor Samuel Câmara;

2. A comissão trabalhou por quase dois dias e não encontrou dolo algum, ressalvando apenas a forma como o relatório foi produzido e fazendo uma série de recomendações, para pedir, ao final, a aprovação do relatório, com a concordância do próprio pastor Silas Malafaia, sem que houvesse então qualquer contestação da parte de seus companheiros. Ou seja, trazer o assunto à TV, agora, cumpre propósitos escusos;

2. Quanto aos 1626 "inscritos" após o prazo, já foi dito e repisado que a impugnação desses nomes não foi aceita pela Comissão Eleitoral por uma única e simples razão: eles fizeram o pagamento dentro do prazo normatizado, não importando, neste caso, se o processamento interno da Secretaria-Geral foi posterior à data. É como se eu me inscrevesse para um concurso, fizesse o pagamento e cumprisse os procedimentos de praxe, mas o processamento interno fosse posterior. Para efeito jurídico, o que vale é a data em que fiz cumprir o exigido, não se o processamento foi posterior. Simples assim!

3. Quanto à inscrição da nova convenção do Rio de Janeiro, todos os procedimentos estatutários foram cumpridos. O plenário só fez homologar, conforme preceitua o Estatuto, a decisão da Mesa Diretora. E isso por três vezes, como o irmão já mencionou, com clara maioria a favor da homologação. Mesmo assim, o número de inscritos dessa Convenção na última Assembléia Geral (pouco mais de 100), caso ela não fosse homologada, não seria suficiente para mudar o resultado do pleito.

4. Por último, os supostos 1300 convencionais que vieram apenas para votar, não importa em quem, não agiram nenhum milímetro fora de suas prerrogativas legais: estavam inscritos, pagaram as suas inscrições e compareceram para cumprir a suas obrigações estatutárias, a grande maioria certamente em razão de suas atividades temporais, que não lhe permitiu estar presente desde a abertura da Assembléia Geral.

Volto a insistir mais uma vez que é hora de mudarmos o nosso foco. A eleição já passou. Que a Mesa Diretora deva acatar as recomendações da Comissão que discutiu o relatório, isso é fato! Mas continuarmos por mais quatro anos nessa discussão inócua não contribui para o bem da nossa Assembléia de Deus.

Vejo grande disposição do presidente e de seus pares em propugnar por uma boa gestão, implementando ações que, sem dúvida, melhorarão as relações entre a CGADB e os seus associados.

Se o pastor Samuel Câmara puder entender isso, todos ganhamos. Afinal, se hoje existe essa bipolarização, e muitos o olham com desconfiança, isso se deve a fatos que o próprio gerou ao longo da caminhada, como já citado em outros posts neste comentário.

O caminho é para frente. Não para trás.

Abraços, meu irmão!

Anônimo disse...

Sobre o assunto, o que não está claro é que DEUS há muito se afastou desta entidade, aliás, que é "Convenção De Pastores" e não de Igrejas. Sendo assim, não é admissivel usar o nome de DEUS para agradecer pelo resultado de A ou B na DISPUTA.
Muitas entidades mundanas nos ensinam muito mais sobre verdade, transparência e temor à Deus.

"Á mulher de Cezar não basta ser honesta, tem que parecer honesta".

Anônimo disse...

Pr. Altair ... Paz do Senhor!
Veja amado... sou contador e entendo muito bem como se faz manobras no balanço p/ocultar certas informações .... Na minha profissão quando isso acontece fica descaracterizado todo o procedimento contábil.... É fraude!!!
Seja na CGADB ou em uma empresa comercial ... é fraude, se é fraude é crime ... se é crime é passivo de denúnica e perda de Registro...
Eu não fui a convenção, mas meu irmão Pr. Fábio foi... e o que ele me relatou foi exatamente o que se vê ... Se o balanço fiscal ou financeiro está errado.... toda a contabilidade está errada...
Não importa se AGO aprovou ou não ... Caso haja uma auditoria ... a máscara cai...
É lamentável amado Pastor Altair Germano... mas não é surpresa... o Brasil é o País da impunidade ...
Cuidado Pr. Altair Germano... a Bíblia diz "andarão dois juntos se não tiverem de acordo?" ...
Não importa se o Pr. JW ganhou ou perdeu... todos nós perdemos....
E se ele foi eleito é porque todos que votaram nele concordam com essa situação .....
Se o amado irmão ... participa de um grupo desta envergadura... e aprova estas atitudes...
Eu não tenho outra coisa a dizer ao amado Pastor que o irmão a partir de hoje será contado como tal...
Mas vou continuar lendo seu blog ...
Um grande abraço... Paz do Senhor!

Anônimo disse...

Pr. Altair;
Enquanto os Prs ficam brigando, discutindo sobre CGADB: DENÚNCIAS, uma coisa é certa: as igrejas neopentecostais estão crescendo, tem vários programas de TV, graças a Deus pela vida desses Prs, que se consagram e fazem a obra de Deus. Temos vistos milagres acontecerem, vidas sendo libertas.
Que os Prs. da AD continuem se engalfinhando.(Não estou generalizando). Quando o Senhor voltar, achará fé na terra? Esse assunto da CGADB já está enchendo a paciência, falam, falam e ninguém faz nada. A CGADB, TEM QUE ACABAR. Que coisa terrível! Ouvi um pastor dizer que alguns crentes estão fazendo coisas que está deixando o diabo de boca aberta.
Eu oro sempre a Deus, que nos guarde dos enganadores. Que Deus continue trabalhando na vida de todos.

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado pr. Altair Germano,

A Paz do Senhor!

Com certeza, está faltando hombridade da parte de alguém, ou dos dois senhores, diante da igreja.

É vergonhoso, chegar a esta vulgar e inoperante situação, e creio que se deveria exigir, diante de Deus, um melhor posicionamento aos crentes.

Vergonha, o que está passando, com os homens de Deus, qual deus, está em seus corações?

O Deus da Bíblia, possivemente que não! O Espírito Santo, com certeza, está em um dos dois, e no outro, com certeza, está o espírito do mundo. mas qual o que está agindo corretamente?

O Senhor Nosso Deus vai responder a qualquer momento! Eu creio!

A matemática é simples!

Impossível, os dois ocuparem o mesmo espaço, e não sabemos com exatidão, se: É arrogância, necessidade de poder, vaidade, ou desconhecimento real do Deus verdadeiro.

Por favor, algo está passando, e precisa ser tratado, com a máxima urgência. É notório, que os dois não podem estar com o mesmo espírito, e a igreja está sofrendo.

A liderança, está a ponto de se dividir! Quem viver verá!

O Senhor nos ajude!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Luciano de Almeida Gonçalves disse...

Se os fatos foram informados no plenário anteriormente às eleições, resta apenas as vias legais ao Pr. S.C.

Valer-se de espaço televisivo, aberto para todo o Brasil... no mínimo, inconveniente.

Que Deus ajude os envolvidos e aqueles que têm legitimidade para se manifetar para usar de sabedoria, assim como nos exorta a Palavra de Deus.

Deus te abençoe Pr. Altair!

Pr. Luciano.
http://blogdopastorluciano.blogspot.com/

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre pastor Cristiano Domingues,

"Amo a AD e a CGADB, nao sou convencionado porque nao posso ser, ha muitos impedimentos. mas meu maior desejo e minha oração é esta: Senhor nos ajude nesse momento, de sabedorias aos lideres e faça a sua vontade, amem."

Amém!

ALTAIR GERMANO, disse...

Amigo e pastor Daniel Acioli,

"Lamentável ter que explicar a membros da Igreja: Pastor, o que foi aquilo?

Como um pastor pode fazer isso?

Ele não era postulante ao cargo?

Perdeu e agora faz isto?

Não há meios e instâncias para se exigir a transparência administrativa?

As chacotas que estou ouvindo dos meus companheiros na empresa que trabalho é demais, pastor!"

Vosso drama é apenas uma parte do que ficou deste triste episódio!

Que o Senhor nos ajude!

ALTAIR GERMANO, disse...

Prezado amigo e pastor Geremias do Couto,

"O caminho é para frente. Não para trás."

Vossos comentários enriquecem os esclarecimentos dos fatos.

Vamos comemorar em breve os 100 anos de Assembleia de Deus no Brasil. Como será a festa? Haverá uma única festa com todos os irmãos participando em paz e em comunhão? Haverá celebração, gozo e alegria, ou haverá mágoa, rancor e tristeza?

Que Deus nos ajude!

Anônimo disse...

Será que entendi?
As denuncias de calotes e cheques sem fundos eram conhecidas por todos participantes da assembleia e mesmo assim as contas foram aprovadas e os responssaveis reeleitos?

E se não houvesse a denuncia publica a coisa ficaria so entre a cupula afinal ao povo cabe apenas ofertar não tomar decisões.

Obvio que as denuncias não foram por um fim nobre, mas se reais nos faz ter certeza que existe algo de podre no Reino da Dinamarca.

E mais, com base nos candidatos tanto vencedor como perdedor da para perceber o nivel dos eleitores.

PAra a proxima convensão sugiro um culto evangelistico durante as plenarias.

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre contador anônimo,

não tenho autoridade técnica para falar com o irmão sobre contabilidade. O que podeira falar dos acontecimentos está muito bem descrito no comentário do pastor Geremias do Couto.

Após as devidas análises no relatório inicial, a comissão apresentou o seu parecer e o "plenário", e não os eleitores do pastor JW, aprovou o relatório final.

Quem votou no pastor JW, entendeu que os débitos da CGADB apresentados, alguns deles já pagos e negociados, não eram motivos para duvidar da seriedade e do caráter do referido candidato.

Não aprovo o erro da tesouraria.

A escolha de um candidato não se faz com base num "erro" ou "acerto", mas no conjunto de suas ações. Foi o conjunto de suas ações que reelegeram o pastor JW.

Isto vai agradar a todos, é claro que não!

Se o pastor SC for novamente candidato, e o conjunto de suas ações daqui pra frente forem boas, inclusive reconhecendo o seu erro em tratar o problema interno em TV aberta, este episódio do final de semana não lhe tirará a eleição.

Quem julgará isto? O plenário.

Obrigado por ser leitor do blog e pela credibilidade.

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Irmã Elizabeth, minha querida esposa,

os programas evangélicos de TV num total de 90%, não se destinam a pregação do evangelho. É triste dado!

Que o Senhor nos ajude a passarmos por este momento tão vergonhoso!

Bjus!

ALTAIR GERMANO, disse...

Prezado Luciano Almeida,

"Valer-se de espaço televisivo, aberto para todo o Brasil... no mínimo, inconveniente."

Obrigado pela participação!

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Pastor Newton,

Sem a ajuda de Deus, ai de nós!

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

"E mais, com base nos candidatos tanto vencedor como perdedor da para perceber o nivel dos eleitores."

Neste trecho do comentário de um anônimo, percebe-se o que da fato fica do pronunciamento público em TV aberta sobre a AGO da CGADB.

É lamentável!

Juber Donizete Gonçalves disse...

Pr. Altair,

Se o processo eleitoral já foi desgastante, agora o "pós-eleição" está se mostrando que vai longe ainda, pois o pleito de 2013 está sendo antecipado.

Abraço.

prgenildo.blogspot.com disse...

Querido Amigo Apaz do Senhor.

Quero aqui também do outro lado do mundo me manifestar a respeito da titude da fala do Pr.SC, infelismente a noticia aqui em foco também se espalhou pelo velho continente, e gostaria aqui de sugerir ao nobre comopanheiro que colocasse na integra e na primeira pagina do seu blog o comentario do prezado amigo e companheiro, Pr. DANIEL SALES ACIOLI, da cidade de APUCARANA, pois concordo com ele em número genero e grau, e vai um recado ai para os anônimos , imaginem que se a respostas da comissão convenceu até o porta-voz dos oprimidos (PR.SILAS MALAFAIA) a resposta veio nas urnas e será que as urnas também estavam manipuladas? claro que não se pode tapar o sol com a penera, mas se o caso já vem de longa data porque o Pr. SC não agiu quando era vice, agora meu amigo não adianta chorar o leite derramado e tem mais em 2013 se ele não mudar a conduta vai perder denovo.
Abraços. Pr. Genildo/Bern-Suiça

Flávio disse...

Pr. Altair... Paz do Senhor!
Sou o contador anônimo.. Na hora de me identificar errei e fiquei como anônimo... Eu me chamo Flávio e sou obreiro da Assembléia de Deus em São João del-Rei/MG ....
Eu concordo com os termos de sua palavra... O Pr. Samuel errou em abrir ao público, a situação em que as coisas estão na CGADB..
Se o Pr. Samuel pensa em ser presidente da CGADB, ele não deveria ter feito o que fez... macular o nome da instituíção que ele quer ser o representante... ele não percebeu, mas jogou lama nele também.. e em todos nós....
Um autor assim escreveu: "Não sacrifique o futuro no altar do presente" ...
Tanto Pr. Samuel quanto Pr. José Wellington precisam entender que a CGADB é maior do que eles....
Sobre o que falei a respeito da contabilidade ... é o seguinte: Fazer uma comissão de pastores sem o devido conhecimento técnico, e ainda apresentar um relatório dentro de dois dias (24hs)... Está totalmente fora dos padrões da transparência e honestidade ...
Dois dias é muito pouco p/auditar contas.... erradas...
O irmão sabe que o erro é sem culpa, ocasional, visível e em alguns casos não gera prejuízo e nem fere a dignidade da pessoa...
Fraude é dolo ... tem intenção, tá escondido, parece que tá certo mas não está, e é feito por quem sabe ... não é trabalho de amador...
A fraude se caracteriza pela necessidade de se esconder informação... Pode ser aprovada por comissão de contas, plenário e etc... tá errado, vai continuar errado e alguém tem que responder por isso.
No seu comentário o irmão disse que a falta de alternância de poder em si não é o problema.... eu discordo do irmão, porque o que está hoje acontecendo é resultado da falta de alternância do poder... A Pessoa fica tanto tempo no poder que se sente intocável, se sente dono e trata das ações como se tivesse tratando daquilo que é seu (propriedade)como se não tivesse que prestar contas a ninguém, ou seja, faz o que quer...
Ninguém fica no poder tanto tempo sem se tornar um "papai noel", palavras de um senador a respeito do escandalo que o Senado está passando ...
Foi um prazer falar contigo....
Deus te abençoe... amado Pastor Altair Germano....
Que Deus tenha misericórdia de nós!

Anônimo disse...

Pr. Altair, graça e paz - Reflexões
A paz tem seu nascimento nos céus, e a guerra, no inferno.
A contenda religiosa é a melhor colheita de satanás.
Os homens sempre desaprovam o que não são capazes de fazer.
Tenha cuidado com as pequenas despesas: um pequeno vazamento pode levar um navio ao naufrágio.
O homem deve precaver-se contra três coisas: concupiscência da carne na juventude: agressividade na virilidade: e ambição na velhice.
Os políticos vulgares pensam sempre nas próximas eleições: os verdadeiros estadistas, nas futuras gerações.
É possível enganar a todos algum tempo; alguns todo o tempo; mas não é possível enganar a todos todo o tempo.
Aquele que profere uma mentira não pode avaliar em que enrascada se meteu, pois precisa inventar mais vinte mentiras para encobrir a primeira.
Você pode ir ao fim da terra mentindo, mas dificilmente retornará.
Deus é justo e, não obstante, misericordioso; é um juiz e, ao mesmo tempo, um Pai.

Valdomiro disse...

A democracia só existe onde não há teocracia. Infelizmente hoje as organizações vinculadas às igrejas estão buscando teocracia na democracia, mas isso, por definição, não existe. O governo do povo (do homem) nunca se mostrou eficaz nas coisas espirituais. De qualquer forma se é impossível haver teocracia, que haja democracia :|

Na Paz!

Jorge Messias disse...

Resta-nos apenas perguntas: Será que alguém aí se lembrou do verdadeiro Dono desta obra? Será que alguém teve a curiosidade em saber qual é a sua soberana vontade? Alguém se preocupou com o estrago que estas atitudes (das duas partes) poderiam trazer a Obra de Deus? O que dizer de ICo 6.1-9?
Mas...
Pr Altair quero dizer-lhe que seu blog tem-me sido de grande utilidade pois sou professor da Escola Dominical e sempre busco algum subsídio para as aulas nas sua postagens.
Que Deus o abençoe!

Pr Laercio T S disse...

Pr Laercio T S. . . comenta
Pr Altair, em meio ao mar de denúncias, conheci seu blog. Com sentimento de tristeza, temo que a repercussão do acontecido que já deixa, um rastro de divisão. "sou de . . ", "sou de . . ". Põe em risco o trabalho realizado pelos nossos inesquecíveis pastores do começo, que sem a preocupação de buscar ou a de manter uma posição, alargaram a preciosa obra de Deus, com um amor insondável pelas almas. É realmente um sinal do fim; não da nossa instituição, mas dos tempos. como os discípulos no barco açoitado pelas ondas revoltosas, também clamo "SOCORRO" Acredito que o nosso ''Jesus'' ainda está no barco; quem sabe esperando cessar os nossos recursos e então ELE se levantará no barco da nossa instituição e dirá "não temais. . . estou convosco.

Anônimo disse...

Infelizmente nao estou do lado de ninguem , isso eu já sabia que iria acontecer, depois que os homens deixaram a politica entrar na igreja , eles copiaram a mesma coisa, sinceramente nao acredito mais em convençao durante muito tempo era ligado a isso, mas acabei de crer e refletir e ver que aonde Deus esta neste negocio, um esta no poder e não que sair outros querem o poder a todo custo,sinto me envergonhado disso, nasci na AD. no nosso tempo as pessoas tinham carater hoje em dia o que falta pra estes homens e isso vergonha na cara , mas tbm entendo que tudo vem a tona, nada fica oculto , sabemos que tudo isso é por que o dinheiro esta no meio desta historia .

Anônimo disse...

Pr. Altair A Paz do Senhor.

Sou Assembleiano de nascimento, mas ultimamente, tenho tanta tristeza ao ouvir esses escândalos envolvendo o nome de pessoas(pastores) que deveriam dar os melhores exemplos para os membros das igrejas.

Tornamos-no refém de pessoas que tem uma gana por poder ao invés de estarem preocupadas com almas que estão sofrendo e morrendo sem salvação.

Fico me perguntando até quando Deus permitirá isto.

Colocamos pessoas na política para defender interesses excusos, que deveríamos ter vergonha de fazê-los.
Aí me pergunto para que CGADB?
Para que as convenções com pastores que duram 20 anos?

Amo o Pastor José Wellinton mas quando ele sair o acontecerá, ja que ficou tanto tempo na presidência, o medo é de ir tudo por água abaixo.

Graças a Deus tive uma boa instrução e procuro seguir os escritos Bíblicos ao invés de ficar preocupado com costumes, porque vejo esses escândalos, e pergunto que moral esses pastores tem em nos corrigir.
Deveria cada um destes pastores que compareceram na Convenção chegar nas suas igrejas e além de relatar todo o ocorrido(as convenções parecem até, SEITAS SECRETAS),porque não ficamos sabendo de nada, somente que o Pr. JW ganhou, também pedir perdão.

ao invés de seguir os passos de Cristo, estamos seguindo passos de homens.

Isto é apenas algumas considerações, e um desabafo, talvez alguém coloque a mão na cabeça e reflita aonde estamos errando e procure corrigir esta rota.


Deus o abençoe.

PASTOR DAVIDSON disse...

NOTICIA IMPORTANTE
SOBRE A CGADB:


O Pr. Davidson Gomes Vieira ingressou com representação na CGADB postulando a instauração de processo administrativo em face do Pr.SAMUEL CÂMARA em razão da flagrante conduta aética consubstanciada por seu ofensivo pronunciamento, levado ao ar em programa televisivo no dia 13 de junho de 2009. Espera que o Conselho de Ética e Disciplina cumpra efetivamente o seu papel.

ESCLARECIMENTOS


A representação não adentra ao mérito do pronunciamento do Pr. Samuel Câmara, ou seja, ela não discute se são ou não verossímeis as denúncias por ele perpetradas, até porque, seu humilde subscritor (Pr. Davidson), na qualidade de simples convencional, jamais se arvorou postar-se como advogado da CGADB e de seus inscritos.


A representação (direito de petição de todo convencional) foi formulada sob os pressupostos do próprio Estatuto e Regimento Interno da CGADB, não se trata de peça difamatório ou de qualquer conteúdo ofensivo à notável ilibada honra do Pr. Samuel Câmara, valendo frisar, que o Representante (Pr. Davidson Gomes Vieira) na qualidade de advogado não poderia esquecer que segundo as próprias regras estatutárias e regimentais poderá, também, sofrer da sanção administrativa, caso não comprove a verossimilhança de suas alegações feitas em desfavor do Pr. Samuel Câmara.


A mencionada representação busca ver declarada a gritante falta de ética do Pr. Samuel Câmara, em trazer ao seu programa televisivo (assistido por milhares de pessoas), denúncias contra a CGADB de fatos que tratados sob o crivo de uma ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA composta da presença de mais de 14.000 pastores, foram ali sanados com a aprovação das contas.


Ora, não se discute a boa ou má gestão da mesa diretora, o que se discute é o fato de um membro, quiçá, perturbado ou não com sua derrota no recente pleito à presidência, tenha a ousadia de vir a público conspurcar a honra da instituição que almeja presidir e dos colegas a quem deve o amor cristão, fomentando a discórdia entre irmãos, quando pelo próprio mister de seu ministério tinha a obrigação de lutar pela união de seus pares e sobretudo não olvidar do direito à dignidade humana, impondo freio à sua solta língua.


Aliás, por ocasião da Assembléia Geral, o Pr. Samuel Câmara teve e usou largamente o direito à palavra e, se ali não fez prevalecer suas convicções, certamente não lhe era lícito usar de seu programa televisivo para de maneira totalmente cômoda incriminar de modo indevido e inoportuno, em local inapropriado fazer denúncias contra quem ali não se encontrava para se defender, agindo assim, com evidente ânimo de difamação.


Imaginem, nos ministros, que tendo nos tornados desafetos de alguém que nos confidenciou suas mazelas em razão de nosso ofício sacerdotal e, que por conta do rompimento da relação de amizade venhamos tornar público aquilo que era confidencial sob o discurso da “transparência” . Não seria no caso a dilatação um mal maior do que o próprio pecado da ovelha? Como afirmou o reverendíssimo Pr. Marco Feliciano em seu recente glorioso pronunciamento sobre a eficácia da fofoca, da calúnia e da difamação: “A quem aproveita o escândalo senão ao Diabo?” Por que utilizarmos de caminhos escusos quando temos caminhos legítimos para expor nossos ideais e promover nossas defesas?


Pr. Davidson Gomes Vieira
MEMBRO DA CGADB

Marcelo disse...

RESPOSTA AO EMAIL Q RECEBI.

"representacao ao Pr Samuel Camara"

Minha palavra:
Ora esquecamos um ato isolado, ou incidente, que seja, e nao atenhamos a emitir juizo de valor.

VEJA a IGREJA ASSMBLEIA DE DEUS:

sou EX-assembleiano, e posso falar.

A igreja AD cada VEZ MAIS "dividida".
sao muitos pastores que a deixam, varias pessoas descontentes E machucadas com a CUPULA!
DA VERGONHA DE DIZER A MEUS PARENTES, Q ALTAS SOMAS DE DINHEIRO VAO PRA "SEDE", ou seja.

HA AUTORITARISMO, nao ha transparencia, e o MODELO DE IGREJA "MAE", que "pega" todo dizimo das filhas mais PROBRES, por que?

infelizmente o senso diz:
O NIVEL CULTURAL DO PENTECOSTAL E BAIXISSIMO!!

o beneficio pessaol da CUPULA em virtude deste sistema ALTISSIMO! + obra de Deus sofre.

a. Jovens nao recebem ajuda pra estudar teologia
b. pastores nao tem salarios, e sao limitados a ser meros faladores d pupito.

c. nao ha ministerio pastoral INTEGRAL, como na batisa e presbiteriana.

d.O DIZIMO vai PRA MAO DO PR PRESIDENTE, e NAO TEM invstimento nem na igreja "local", ou no líder.

TENHO NOJO DESSSA ISNTITUICAO POR TRAS DA IGREJA DO SENHOR, E DESSE SISTEMA QUE IMITA O PAPADO CATOLICO.

AGORA SOU PRESBITERIANO, minha igreja INVESTE em JOVENS seminaristas, E NO PASTOR, E NAO FALTA NADA NA IGREJA...."POIS OS DIZIMOS FICAM ALI"

SE PUDESSE COLOCAVA FOGO na AD BELEM; e expusava essa raça do BRasil.

TENHO NIVEL UNIVERSITARIO E MOREI FORA DO BRASIL, portanto nao venho com conversinha q nao existe MUITAS COISAS q o POVO NAO PD NEM SABER, ESCANDALOS, PASTORES RICOS, CARROS IMPORTADO e o povo ALIENADO SO SOFRENDO!!!

# TENHO NOJO DE VCS VIGARISTAS, E ME ARREPENDO DE TER FICADO 1O ANOS NA AD de pirituba"

que os AMAN a obra SAIAM Assembleia de Deus, pq ai ficaram a vida inteira na mao da CUPULA, nunca serao valorizados, E TODA CONTRIBUIÇAO....para que! senao é pra igreja local, de direito dos menbros, pra mantimento da casa de quem...rsrs

APENAS DA CONFORTO AO PRESIDENTE E SUA CUPULA PAGA VIAGENS P OS EUA, CARROS IMPORTADOS, RESTAURANTES CAROS...etç

MESSIAS disse...

de todos os comentários que eu li o mais inadequado foi o do Marcelo que diz ser ex-assembleiano, agora presbiteriano. Ora, será que ele não sabe que nos últimos dias será derramado do Espírito sobre toda a carne,(assembleia, presbiterianos, batista...). Diz em seu comentário: " sou ex-assembleiano e posso falar. não vc não pode falar, vc saiu, não enfrentou o problemas conosco, preferiu se acovardar e mudar de denominação. vc pode falar do seu lar, disso vc pode sim. mas da assembleia de Deus não. Eu não falo da presbiteriana e não permitirei tal afronta. mas se quizer falar do amor de jesus estou apto a ouvi-lo. PAZ

elson disse...

Quando fizermos comentários minha convicção é de que sendo anônimos a credibilidade fica a deriva. Se temos certeza de fatos e queremos revelar por que não mostrar a nossa identidade? E pelo que li no comentário do anônimo é alguem bem informado do que houve na 39a AGO, se todos enfiarem a cebeça no buraco feito avestruz nada vai mudar, mesmo vindo outra diretoria. Quando há esse grau de insatisfação pelo que está sendo denunciado, e que muitos membros já comentam os males a AD são enormes.
Tem momento de orar e outros de agir, quem ocupa cargos ministeriais com acesso a AG precisa se posicionar afinal estão lá com representantes de nós meros mortais...