quarta-feira, 1 de julho de 2009

CASOS DA VIDA REAL: UM CONVITE FEITO PELA IGREJA DE HUMILDENÁPOLES AO PASTOR CELEBRESTINO DA HORA

IMAGEM: sucessonews.com.br

- Alô! Gostaria de falar com o pastor Celebrestino da Hora.
- Ele não se encontra no momento. Sobre o que seria?
- É sobre a possibilidade dele atender um convite para uma programação aqui na igreja.
- Aqui quem fala é a secretária dele, pode falar que eu verifico na agenda se há disponibilidade para atender ao convite.
- Ok! seria para o final do mês de agosto, precisamente no dias 28, 29 e 30. Trata-se de um Congresso de Mocidade que realizaremos em nossa igreja aqui em Humildenápoles.
- Deixe-me ver... Huuummm... tá muito em cima, mas... tudo bem, a data está disponível.
- Que benção! Gostaria de saber qual as condições para que ele atenda o nosso convite.
- Bom, o pastor Celebrestino da Hora exige vôos sem escalas e sem conexões, hospedagem em hotel 5 estrelas com rede wireless e com o frigobar e o telefone livres, refeições só em restaurantes de nível, translado aeroporto/hotel/evento/hotel/aeroporto em veículo espaçoso e confortável, e o cachê de R$ 7.000,00.
- Noooooooossa! Nós faremos o possível para dar o melhor conforto ao pastor Celebrestino da Hora, mas não temos como cumprir todas essas exigências, nem pagar um cachê neste valor. Nos esforçaremos também para dar uma boa oferta, mas não sabemos ainda, na realidade, de quanto será.
- Querido, convidar pregador famoso não é pra quem quer, é pra quem pode! Sinto muito, menos do que isso, e sem estas condições não dá. E tem mais, vocês estão com sorte que a agenda dele está livre.
- Não dá nem pra falar com ele, quem sabe ele não abre uma exceção?
- Não filho, não dá. Não adianta perder tempo com isso.
- Que pena!
- Pois é... faz o seguinte, convida outro que esteja dentro das possibilidades de sua igreja. A desvantagem é que o seu evento não terá o brilho e a notoriedade que teria com a ida do pastor Celebrestino da Hora.
- Tudo bem. A paz do Senhor.
- Tchau!

25 comentários:

Blogueiros Cristãos disse...

Gostei pastor Altair! Tá aí, uma história verídica, infelizmente.

Lembro-me que quando fizemos um ano de nosso vocal aqui na igreja, convidamos um quarteto do Recife. No início eles não me falaram nada, mas depois quando a secretária do vocal foi confirmar, eles exigiram que fossem buscá-los num carro confortável de 4 portas. Tinhamos reservado um corsa duas portas. Eles perguntaram qual o ano do carro... caso contrário, era melhor alugar uma Van para os 4.

Falou também que preparasse água mineral de marca, e ainda um cachê para cada um deles, dentre outras obrigações.

Simplesmente, desistimos do grupo e trouxemos um coral juvenil enorme, também do Recife que veio de graça. Preparamos um belo de um Jantar e eles ainda saíram elogiando nossa recepção.


Lucas M Junior
CNBC/Barreiros-PE

Anônimo disse...

A Paz do Senhor Pastor Altair Germano, em primeiro lugar é uma honra poder participar de seu blog, e quero parabenizá-lo por suas postagens que muito tem enriquecido nossas vidas.
Tratando do casos da vida real, infelizmente isso é uma realidade. Aqui no Rio de Janeiro teremos um Jubileu de uma Igreja próxima, o Pastor convidou uma celebridade de um evento missionário, onde o pregador exigiu um caxê de seis mil reais e mais 100 dvd´s. Graças a Deus que eles desistiram. O pior é que tem gente que apoia esse tipo de negócio. Um abraço, que o Senhor continue lhe dando coragem e unção para continuar pregando e ensinando a verdade. Pb. Herlon Charles

L.F. Bruschi disse...

A Paz do Senhor Pr Altair,
infelizmente vivemos dias de Filipenses 2:21,
porém, muitos pela misericórdia do Senhor estão vivendo Filipenses 3:7

e por isso damos glória ao nome de Jesus!!

um abração!!
Deus te abençoe

Elisomar disse...

Meu Deus! O caminho para o céu é tão espinhoso, se Deus exigisse todo esse glamour para se fazer presente na vida da gente,o que seria de nós?

Pastor Mozart Paulino disse...

Parabéns pastor Altair.

O irmão acertou em cheio nessa ilustração.

Lástima que essa ilustração é real e verdadeira.

Paz.

MSP

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor e amigo Altair:

Eventualmente recebo um ou outro convite para pregar ou ministrar estudos bíblicos aqui e ali. Agora mesmo, na próxima semana, estarei em Cacoal, Rondônia, para uma Escola Bíblica.

Mas parábola que o irmão escreveu retrata de fato a realidade dos fatos. A prática está de tal modo entranhada na "cultura" evangélica que a primeira pergunta que ouço, quando alguém me liga para fazer um convite, é: "Quanto o irmão cobra para vir pregar em minha igreja?"

Fico de tal modo constrangido por que já virou algo "normal" em nosso meio. Claro que há o outro extremo de igrejas que convidam e sequer se dignam em abençoar o pregador para cobrir as suas despesas e ajudá-lo no seu ministério. Todavia, daí a estabelecer valores, cachês,tratamento vip, hotel cinco estrelas e outras "cositas" mais, é mesmo o fim da picada.

Sobre isso, vou propor uma campanha brevemente no meu blog, encaminhá-la à CGADB e lutar para que as igrejas adiram a ela. Ao menos, teremos feito algum esforço para mudar essa "maldita" cultura.

Peço aos visitantes deste concorrido blog que aguardem mais uns poucos dias.

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Lucas Júnior,

infelizmente este tipo de conduta já alcançou também cantores e grupos evangélicos.

Misericórdia deles!

Abraços,

ALTAIR GERMANO, disse...

Pb. Herlon Chaves, a honra é minha.

Oremos para que estas "exigências" deixem de existir e que os pastores não se dobrem aos tais.

Abraços,

ALTAIR GERMANO, disse...

Bruschi,

que possamos continuar vivendo dignamente pela Palavra.

Abraços,

ALTAIR GERMANO, disse...

Elisomar, este evangelho aí é outro evangelho. É o evangelho da prosperidade e da vitória financeira que alguns pastores assembleianos já aderiram.

Paz do Senhor,

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre pastor e amigo Geremias do Couto,

um dia destes falei que ficava com vergonha de dizer para os irmãos que me convidam, que não cobro para pregar, pois no Brasil de hoje, só se dá valor a quem cobra, e a quem cobra alto. "Maldita" cultura!

Entendo que a igreja que convida um obreiro deve custear sua viagem, e dentro das suas possibilidades abençoá-lo com uma oferta. Mas abusar da boa vontade dos irmãos é uma vergonha.

Tenha certeza de meu apoio à campanha.

Me senti honrado quando tomei conhecimento que estaremos juntos no mês de outubro, ministrando na Escola Bíblica de Obreiros da AD em Serra-ES, juntamente com o nosso amado companheiro e pastor César Moisés.

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Pastor Mozart,

é realmente uma "lástima"

Abraços!

William de Jesus, Pr. disse...

Caro irmão, Pr. Altair Germano, graça e paz!!

O irmão foi extremamente usado pelo Senhor nesse post. O que mais tem me chamado a atenção nesses últimos tempos é, exatamente, o fato da normalidade. Já é normal se cobrar para expor a Palavra do Senhor em Congressos, festividades e Escolas Bíblicas.

Há tabela de preços para festividades locais ou grandes congressos em ginásios. Festas de irmãs, adolescentes, jovens ou mocidade.

Tenho observado que os pregadores dificilmente aceitam pregar dois dias seguidos. Agindo dessa maneira, eles ganham mais, pois estarão em duas ou três igrejas diferentes em um só final de semana.

Isso quando não pregam em duas cidades quase próximas e "cobram" o transporte aéreo das duas igrejas (mandando a passagem em dinheiro na conta, claro).

No entanto, meu amigo, louvo ao Senhor por que ainda há alguns poucos que não pensam e não agem dessa maneira. Outra coisa, os irmãos da área da educação (os que ministram em Escolas Bíblicas, por exemplo) não pensam dessa maneira. Digo isso, porque coordeno uma escola bíblica anual em "nosso ministério" e percebo que os homens de Deus que estudam com afinco a Palavra do Senhor e a expõe de maneira coerente e lógica (sem aquelas "aberrações" que vem acontecendo nos grandes eventos) não cobram.

É o fim, meu amigo. "Quando o Senhor vier, achará fé na terra?"

Um forte abraço,

William de Jesus, Pr. Acompanhe minhas meditações
www.prwilliamdejesus.blogspot.com

ALTAIR GERMANO, disse...

Prezado pastor William de Jesus,

uma outra modalidade de cobrança, é por noite, no mesmo evento. O pregador diz o seguinte:

- Se for uma noite só cobro R$ 3.000,00, se for duas noites R$ 5.000,00, três noites faço o "pacote" por R$ 6.000,00...

quero aproveitar este comentário para pedir que os irmãos nos relate casos, sem citar nomes (os nomes já são de muitos conhecidos), que publicarei aqui nos comentários deste post.

Abraços,

VAGNER DE CASSIO FERREIRA disse...

PASTOR ALTAIR...

QUE FALAR ENTÃO DOS TAIS “ CANTORES GOSPEIS “ QUE INUNDAM NOSSAS IGREJAS ...

UM CASO RECENTE ...

A MENOS DE UM MÊS ATRÁZ FIZEMOS CONTATO COM O “ ESCRITÓRIO “ DE UM FAMOSO CANTOR, ESSE QUE ESTÁ NESTE MOMENTO NA CRISTA DA ONDA EVANGÉLICA, QUE SE DIZ IRMÃO E É EGRESSO DE UM GRUPO AXÉ – MACUMBA DA BAHIA , QUE ELE SEMPRE CITA ORGULHOSAMENTE , COMO CURRÍCULO DE SUA FORMAÇÃO E HABILIDADE MUSICAL ...

SEU AGENTE COBROU DESCARADAMENTE A MÓDICA QUANTIA DE R$ 25.000,00 , ANTECIPADAMENTE DEPOSITADOS, MAIS 10 PASSAGENS AÉREAS, MAIS HOSPEDAGEM PADRÃO SUPERIORÍSSIMA PARA SUA BANDA DE 10 PESSOAS , PARA UMA ÚNICA APRESENTAÇÃO ...

QUANDO DISSEMOS QUE SE TRATAVA DE UM CONGRESSO REGIONAL DE JOVENS E QUE JÁ TINHAMOS UM PASTOR CONVIDADO PARA A MINISTRAÇÃO DA PALAVRA E QUE GOSTARIAMOS DE CONTAR APENAS COM A PARTICIPAÇÃO MUSICAL E LOUVOR DESSE REFERIDO CANTOR, SEU AGENTE DE PRONTO DISSE QUE ELE NÃO DIVIDE MAIS O “PALCO “ (sic) COM NINGÚEM, E QUE APRESENTA SEU “ SHOW ” (sic) SOZINHO NO MAXIMO ACOMPANHADO DE SUA BANDA ... SENDO DESSA FORMA A ÚNICA E EXCLUSIVA ATRAÇÃO DA NOITE – EVENTO ...

ALGUMA COISA PRECISA SER FEITA ...

QUE TAL UM BOICOTE EVANGELICO FERRENHO TOTAL COMEÇANDO PELA NOSSA ASSEMBLÉIA DE DEUS , A ESSE TIPO DE COMPORTAMENTO...

CERTAMENTE APÓS ALGUM TEMPO, NÃO MUITO LONGO, ELES ESTARIAM EM NOSSAS PORTAS PEDINDO ENCARECIDAMENTE PARA SE “ APRESENTAR “ , ATÉ DE GRAÇA...

PARABÉNS PELA BRILHANTE POSTAGEM E UM ABRAÇO ...

PASTOR VAGNER

Pr.D S Acioli disse...

Nobre Pr. Altair!

Mais uma vez Parabéns!

Sou Presidente de Ministério e tenho muitas vezes o desgosto de ouvir "Secretários" obliterar e não completar a chamada telefônica ao "Pregador Estrela", e as desculpas mais esfarrapadas possíveis!

Já me pronunciei em sessão de nossa Convenção sobre esta atitude nada louvável.

Digo com segurança: A Culpa disto é na verdade de Pastores que não tem o que dar ao seu rebanho e precisa levar a Igreja de "Congresso a Congresso, "Confraternização a Confraternização" "Simpósio a Simpósio", seja o nome que é dado não importa!

O Negócio é entretenimento, na segunda feira...o "Avivalista" vai embora e com ele o avivamento!

A Tristeza é que em muitos lugares, jovens e senhoras fazem de tudo para angariar o dinheiro para "abençoar' o pregador, vale de venda de pastéis a pipoca, passando por lavagem de carros...etc...etc...dinheiro suado e adquirido com bastante esforço!

O que já vi de pessoas reclamarem de tudo e todos, exigências absurdas, houve um aqui que reclamou das frutas servidas no café da manhã do hotel onde estava hospedado!

Tenho muito prazer em receber os nossos convidados e procuro dar o melhor nosso para honrar estes homens de Deus, mas, a triagem que fazemos é rigorosa, para evitar constrangimentos.

E o que dizer daqueles que estabelecem o valor e depois na hora do acerto exigem mais?

Além de passar meia hora vendendo os seus cd's e dvd's....? (Não sou contra ter e expor, mas, o tempo de pregar ficar comprometido?)

Digno é o obreiro de seu salário, jamais devemos esquecer disto!

Devido a isso tenho adotado um critério, ao convidar um obreiro para estar conosco, faço um cálculo aproximado daquilo que recebo no exercício mensal de meu ministério, divido por quatro e é isto que aquele homem de Deus vai levar como oferta, fora disto vai ficar em casa!

Meus caros irmãos pastoreio igreja por mais de três décadas, já vi coisas que é horrível só em pensar.

Há aquela do "Pregador-Profeta-Semi Querubim-Quase Anjo Gabriel" que no meio da "mensagem" lançou um desafio: Tem homens aqui?

- Macho mesmo?

- Quero ver!!!

- Levante-se 50 destes homens mesmo, aí já viu...quem é que diante de um "renomado" vai ficar sentado?

Levanta-se no meio de 2000 pessoas + ou -, cinqüenta irmãos...aí..pergunta de novo:

Vcs são homens mesmo????

- Sim!....

Então quero ver agora: Cada um de vcs compre um dvd meu e dê como presente para a esposa ao seu lado!!

O Constrangimento foi terrível!

Isso é uma falta de ética e despreparo total!

Esses maus exemplos está lançando muita gente na ilusão de se apresentar como Conferencista Internacional...basta atravessar a ponte do rio Paraná, para adquirir um relógio de origem duvidosa e falsificado, confecciona cartões de visitas com direito a fotografia e nomes de "ministérios" Fogo Já, Labareda no Arraial, Fogo no Mulambo Diabólico, O Homem que desafia o Capeta.Se apresentam e querem forçar um convite para 'Ministrar'!!!

Rsrsrrs é uma piada de mau gosto!

Servindo para avacalhar e desonrar o nome de Ministro do Evangelho!

Conte comigo nesta campanha; e ao caro Geremias do Couto, (Que já nos deu o prazer de sua cooperação aqui em Apucarana-Pr) é bom que se estabeleça regras ou sei lá o que, mas, alguma coisa tem que ser feita, isso tem!!

Não sou contra o ministério itinerante de forma nenhuma, pelo contrario o que queremos é receber homens que estejam no ministério por chamada e amor a causa e não missiorilhos enganadores, perdulários sem temor de Deus!

Repito: Digno é o obreiro de seu salário e portanto, ao convidar alguem a Igreja deve reconhecer isto e ser coerente ao dar sua oferta amorosa!

Um abraço a todos!

Parabéns pelo tópico!

Pr. Daniel

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Vagner,

"SEU AGENTE COBROU DESCARADAMENTE A MÓDICA QUANTIA DE R$ 25.000,00 , ANTECIPADAMENTE DEPOSITADOS, MAIS 10 PASSAGENS AÉREAS, MAIS HOSPEDAGEM PADRÃO SUPERIORÍSSIMA PARA SUA BANDA DE 10 PESSOAS , PARA UMA ÚNICA APRESENTAÇÃO ..."

Obrigado pela contibuição (não financeira) dado a esta postagem.

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre pastor Daniel Acioli,

como o senhor é meu amigo, no dia que convidar com cobrar baratinho (rsrsrs.

"Não sou contra o ministério itinerante de forma nenhuma, pelo contrario o que queremos é receber homens que estejam no ministério por chamada e amor a causa e não missiorilhos enganadores, perdulários sem temor de Deus!"

Deus continue lhe abençoando!

EDILSON disse...

Pastor Altair,

Parabéns tema escolhido. Aqui em nossa cidade, no aniversário da campanha, o dirigente resolveu convidar um cantor, que para nossa supresa, exigiu um cachê antecipado, compra de 100 cd's, uma pessoa para trabalhar vendendo os outos materais no dia do evento, dentre outras exigências, ainde disse que não era farizeu para canta numa Igraja de graça. Triste realidade!

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Pr. Altair Germano,
Graça e Paz!

Bom tema para uma boa reflexão entre nós.
A coisa descambou de vez, no entanto, temos que admitir que a culpa é da liderança da Igreja.
No dia em que a maioria começar a deixar de convidar, eles vão procurar por um preço bem menor.
A bem da verdade, existem alguns que nem de graça! rsrrs

Corroboro com os comentaristas anteriores que sou a favor que o obreiro seja abençoado com uma generosa oferta de amor, mas não concordo com a cobrança, nem também com as igrejas que esfolam o pregador/cantor e muito mal reembolsam suas despesas.
É preciso equilíbrio nesta questão.
Estarei junto na campanha do amado Pastor Geremias do Couto.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Heitor disse...

A Paz do Senhor !
Pr.Altair,
O senhor, mais uma vez, foi muito verdadeiro em mais uma postagem sua. Mas esta "parábola da vida cristã moderna", infelismente, tá acontecendo mais do que nunca em nossos arraiais, principalmente nos assembleianos. É como eu falei num dia, aonde os Presidentes de Mocidade do campo estavam reunidos e eu, à época liderava a mocidade de uma Congregação : Se tem gente que cobra é porque tem gente que paga. Eu não sei quem é pior, se é o corrupto ou o corruptor !
Que DEUS nos guarde desta raça e, se o confronto for inevitável, que sejamos corajosos prá defender a Obra que nos foi confiada !

Heitor disse...

EM TEMPO :
Pr.Altair,
Gostaria que o senhor, com o seu respeito e conhecimento que tem, lance uma FRENTE ANTI-MERCENARISMO ou coisa parecida, prá combatermos esta pouca vergonha em nosso meio. Seria uma ótima forma de protestarmos e minimizarmos, ao máximo, estas práticas escandalosas. Conte comigo amado !

Anônimo disse...

Amado Pastor :
No começo deste ano aqui onde moro, a liderança de Jovens fez uma "cotação" e, ao contatar uma famosa cantora gospel, que teve uma de suas músicas veiculadas numa novela global, teve que ouvir que a mesma pedia "apenas" uma quantia de R$35.000,00 (trinta e cinco mil Reais) !
Mas a culpa desta folga toda é das lideranças que alimentam esta cambada. Que DEUS nos dê coragem prá peitar estes desmandos na Igreja hodierna.

antonio saraiva disse...

É uma vergonha.

Odair disse...

eles são verdadeiros mercadores,e o pior é que é mais fácil aprender o comportamento desses vendilhões do que viver o exemplo de quem prega por amor a igreja para edifica-la,e por amor as almas para salva-las.que deus em cristo tenha misericórdia da sua tão amada,mais tão esplorada igreja.