quarta-feira, 27 de maio de 2009

ME QUEIMA JESUS!

Por favor senhores, frases de efeito do tipo abaixo descritas já perderam a graça:

- Desmancha essa cara de delegado;
- Abre a boca e dê "um" glória;
- Crente pentecostal não fica de boca fechada;
- Quem tá sentindo o que eu tô sentido levanta a mão direita e adora;
- Tô sentindo uma coisa gostosa;
- Se você não sentiu nada até agora, te liga no céu ou te converte;
- Dá um abraço no irmão que está ao teu lado e diz: "Ele é contigo!"
- Profetiza para o teu irmão agora: "Você vai vencer";
- Eita Deus, ai Jeová;
- Deus hoje vai fazer um reboliço (quem faz é o pregador);
- Te prepara para o "de repente de Deus" na tua vida;
- O anjo tá passando aqui agora;
- Receeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeba;
- xchiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii (chiado de fogo);

Leiam, orem, estudem e preguem mais Bíblia.

Deixem de lado estas coisas (e esquisitices) que em nada edificam a igreja.

É meu amigo Ciro Zibordi, parece que o irmão vai precisar escrever um terceiro livro de orientações para os pregadores e ensinadores da atualidade!

Antes que alguém mande: "Me queima Jesus!"

9 comentários:

Matias Borba disse...

rsrsrsrsrs...

nem sei o que dizer mais sobre isso, agora fico é rindo pra não chorar.

Sem contar com aqueles que insistem em dizer: "estou sentindo que Deus está aqui" ou "estou vendo um anjo com a espada na mão"

ai meu Deus...

Fabio disse...

Tenho pavor desses dizeres que não passam de enchimento de linguiça!
Tem uma também que é quando se busca um texto biblico: "quem encontrou diga amém que não encontrou diga misericordi".
E esse negocio de ficar cutucando o irmão ao lado e repetindo o que o pregador diz é incoveniente e infantil.
Sou adepto do se você tem trinta minutos para pregar mas depois de quinze , vinte ou menos minutos de pregação você sente que não há mais o que dizer, termine por aí mesmo pois o que passar é da carne.
fico absmado com pregadores de renome que insistem em dizeres repetitivos e não só não acrescentam em nada como faz o tolo ser mais tolo e beriano se irritar.
Pregadores assembléianos rumo ao centenario não podem seguir modismos neopentecostais e sim se aperfeiçoar a cada dia para pratica de belos sermões. Até porque estamos em tempos em que o Espirito Santo nos chama para o entendimento não só do espiritual mas do educacional eclesiastico.

UMADAL JD. PAULISTA BAIXO disse...

Preferimos ficar com a suficiência das Escrituras. É nEla que está contida toda a autoridade transformadora do Evangelho.

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Matias, não precisa dizer nem pensar nada, apenas receeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeba!

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Fabio vc tem pavor e eu arrepios e náuseas.

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre UMADAL DE JP BAIXO,

guarda o que te foi confiado!

Amém!

Elisomar disse...

Rsrs... Evito falar nessas coisas porque tem gente que gosta, mas é muito incoveniente a gente tá abraçando e falando quando a gente não está com vontade de fazer. Principalmente quando a intenção do pregador é só animar. Quando o movimento é do Espírito de Deus, a alegria começa de dentro para fora e é impossível resistir!

Booth disse...

Pr. Altair Germano, eu o admiro pela coragem q o senhor tem de falar ou postar certas coisas, eu só leio o seu Blog e o site do Caio Fabio, q na minha opinião são os dois melhores para se buscar ter conhecimento e como conseqüência ter equilíbrio.
Todas essas frases podem ser ouvidas na pregação do "mais popular" pregador Marcos Feliciano e nos seguidores do estilo dele.

Elisomar disse...

Ainda bem irmao Matias, que o anjo que ele vê com a espada na mão, é só ilusão.