quarta-feira, 18 de março de 2009

SUGESTÃO LITERÁRIA: AMOR LÍQUIDO

A modernidade líquida em que vivemos traz consigo uma misteriosa fragilidade dos laços humanos, um amor líquido. Zygmunt Bauman investiga nesse livro de que forma as relações tornam-se cada vez mais 'flexíveis', gerando níveis de insegurança sempre maiores. A prioridade a relacionamentos em 'redes', as quais podem ser tecidas ou desmanchadas com igual facilidade - e freqüentemente sem que isso envolva nenhum contato além do virtual -, faz com que não saibamos mais manter laços a longo prazo. Mais que uma mera e triste constatação, esse livro é um alerta - não apenas as relações amorosas e os vínculos familiares são afetados, mas também a capacidade de tratar um estranho com humanidade é prejudicada.


Este livro é uma indicação do meu amigo e pastor Frank Ribeiro (Lauro de Freitas-BA).

Trata-se de uma abordagem digna de reflexão, em tempos onde os relacionamentos tornam-se cada vez mais descartaveis.

Um comentário:

Elisomar disse...

Talvez isso venha acontecendo não porque o virtual está em evidencia, e sim porque está cada vez mais difícil encontrar pessoas que queiram um relacionamento com responsabilidade. O virtual, é um escape sem compromisso também, no entanto não acarreta problemas tão sérios como perder tempo com quem não presta na real. Não sou apologista do "amor" virtual nem tampouco perco tempo com ele, mas com exceção de alguns casos, até entendo os que fazem uso do mesmo. Eu disse entendo, não que aceito todo tipo de relacionamento virtual. Agora uma grande verdade é que, a impressão que se tem, é que os bons estão casados e os que sobram com raras exceções, estão distribuidos assim: Homossexuais, desocupados sem expectativas e sem coragem de desenvolver alguma coisa pra sobreviver, os jovens demais, os fanáticos e os sem valor comercial. Então o que era sonho no passado hoje é virtual.
Infelizmente é realidade! Mas essa obra deve ser boa! É bom conferir.