quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

ISRAEL x HAMAS

IMAGEM: BLOG DO LUTE

Uma pequena correção na charge acima, que assim como muitas que tenho visto, não expressam a realidade do atual conflito na faixa de Gaza, entre Israel e o Hamas.

Em primeiro lugar, não foi Israel que começou os ataques, e sim o Hamas. "Segundo Israel, a ofensiva é uma resposta à violação --e lançamento de foguetes-- do Hamas da trégua de seis meses assinada com Israel e que acabou oficialmente no último dia 19." (Fonte Folha Online)

Em segundo lugar, não são pedras que estão sendo lançadas contra Israel, são foguetes. "Nas paredes do escritório do governo israelense em Jerusalém estão colados post-it amarelos um sobre o outro, com o número 10.048 escrito no mais alto deles. Este é o número de foguetes palestinos e morteiros lançados contra Israel da Faixa de Gaza desde 2001. O número está desatualizado, e outros papéis de recados serão colocados acima deles." (Fonte: Estadão)

A principal acusação contra Israel é a desproporcionalidade com que revida aos ataques.

Oremos pela paz no Oriente médio.

5 comentários:

O PENSADOR disse...

Estou virando o chato de plantão, rs, mas penso que seja necessário, rs. Então vamos lá:

Na tentativa de adquirirmos uma visão imparcial acerca dos eventos que estão a ocorrer no oriente médio, indico estas postagens e os referidos blogs que fazem alusão e referências ao lado da história que a mídia não se propõe a defender...

Analisando os dois dois lados podemos tomar uma decisão centrada sobre a realidade dos fatos e a proporcionalidade dos ataques...

Aqui estão as postagens, ..., mas não percam tempo pois os vídeos do You tube podem ser retirados do ar a qualquer momento, basta que aumente sensivelmente a visualização dos mesmos...

http://tudoabertamente.blogspot.com/2008/12/exrcito-israelense-no-youtube.html

http://vitimasdegaza.blogspot.com/

http://shalom-israel-shalom.blogspot.com/2008/12/foras-de-israel-arrasam-mesquita-usada.html

No mais, paz a todos...

"orai pela paz em Jerusalém..."

Elisomar disse...

Esses conflitos são tão desnecessários quanto esse acordo ortográfico. Só quem sofre é o povo. Oremos mesmo pela paz no Oriente.

Anônimo disse...

BEM FEITO PARA OS TERRORISTAS DO HAMAS !!! QUEM MANDOU MEXER COM ISRAEL !!! MEXERAM , AGORA NÃO AGUENTAM E FICAM PEDINDO AGUA PARA A COMUNIDADE INTERNACIONAL !!! CUTUCARAM A ONÇA COM VARA CURTA... VÃO PAGAR O PREÇO ...

VAGNER CASSIO FERRREIRA

Elisomar disse...

Sei que Israel é uma nação soberana e que foi atacada pelo HAMAS, mas acho que está revidando desproporcionalmente. Oremos pelas pessoas inocentes desses dois países.

Seu conservo, Lacerda disse...

Gostaria também de acrescentar, se me permite, que na resolução da ONU nº 181, de novembro de 1947,dividia o espaço territorial da seguinte forma: 18% pra Israel(judeus) e 82% para os Árabes.
Em 14 de maio de 1948, veio a independência de Israel, logo, a irritação e o incoformismo absoluto dos árabes é tamanha que eles não querem admitir esses 18% pra Israel e talvez seja essa a grande razão para tantas guerras motivo pelo qual, eles não admitem a presença dos judeus bem como, as suas crianças são treinadas desde cedo a odiarem os judeus.