sábado, 13 de dezembro de 2008

NOTÍCIAS DO CAMPO MISSIONÁRIO

Riobamba, 12 de Dezembro de 2008.

Amados, la paz del Señor.

Cuando hubieron orado, el lugar en que estaban congregados tembló; y todos fueron llenos del Espíritu Santo, y hablaban con denuedo la palabra de Dios.” (Hechos 4:31).

Os discípulos quando se viram ameaçados, foram buscar refugio no Senhor. Fazer a obra missionária é assim. Si oramos, si contribuímos ou se vamos e anunciamos o evangelho, nos tornamos alvos do nosso adversário.

Quando nos envolvemos com missões estamos incomodando os seus planos para impedir que as nações conheçam ao Salvador.

Mas como em todas as épocas, em nossos dias, Deus também tem levantado um exército de missionários, para orar, contribuir e ir.

Estamos no frente de guerra, mas não estaríamos aqui sem a nossa igreja amada, Abreu e Lima, sem os que oram por missões, sem o respaldo do nosso Pastor Roberto, sem as vossas contribuições. Glorifico, pois a Deus pela vida de cada um de vcs, pelo vosso amor, pelas vossas cartas, pelos emails e principalmente pelas vossas orações.

Para o vosso deleite:

Neste mês de novembro alcançamos alvos importantes;
1. Terminamos o CPO – Riobamba (Curso Preparatório de Obreiros), com 32 servos de Deus concluindo o treinamento. Basicamente foram ministradas classes de noções básicas de teologia sistemática, ética cristã, liturgia de culto, história da igreja e missiologia.
2. Batizamos 28 irmãos nas águas, alunos do discipulado, no último dia 30 de novembro.
3. Abrimos as obras de Cóndor (Tribo indígena), Guamote (Município do interior da nossa província), San Pedro (cidade de Guano) y Ambato Centro.
4. Estamos implantando uma obra na Província do Puyo, a primeira obra de Abreu e Lima na Amazônia equatoriana. De uma maneira especial pedimos oração para que a Amazônia equatoriana também receba a sã doutrina.
Esperamos que vosso ânimo e compromisso com missões esteja mais firme que nunca e juntos poçamos tirar o Equador da lista dos países com o menor índice de evangélicos das Américas.

Assuero e Rebeca – Missionários.

3 comentários:

Elisomar disse...

Que benção! É muito bom saber que o evangelho continua libeertando vidas, mesmo sabendo que o mundo caminha de mal a pior.
Oro sempre pelos missionários.

Silvio José disse...

Pastor Altair Germano, tá aí uma oportunidade que talvez muitos estavam esperando. Uma área territórial imensa para abrir Ponto de pregação,congregações e ou até mesmo igrejas. Talvez essa disputa territorial nos grandes Centros urbanos,fosse devido ao fato da falta de informação da dimensão da área do nosso país. Será que esses líderes religiosos que estão "disputando" os logradouros, as ruas e até mesmo os becos, não teriam a mesma disposição do nosso amado irmão Assuero e sua esposa (COMADALPE) em divulgar o evangelho não só em Jerusalém, mas também na Judéia, Samaria e principalmente em todos os confins da terra. Será que só existe pessoas sedentas da palavra nos locais de grandes conglomerações humanas? Recentes pesquisas nos informam que tribos indígenas estão perdendo seus jovens para o vício das drogas lícitas e ílicitas na região do Amazonas. A prostituição infantil também atinge ídicies alarmantes nessas regiões. Talves fosse mais cômodo para o missionário Joel Carlson e a irmã Signe Carlson pregar o evangelho e Educar seus filhos na Europa, mesmo que para isso tivesse que "inventar" uma nova, ou mesmo entrar na "disputa". O que está de errado nisso? Nada o problema está quando super valorisamos uma área e negligenciamos em outras. da mesma forma que o evangelho precisa ser apregoado nos grandes centros urbanos, esta mesma mensagem precisa ser anunciada nos sertões, cerrados,nas florestas, nos mais longíquos lugares deste imenso Brasil.

Elisomar disse...

Não sou o pastor Altair, mas vou responder... O problema de tantas igrejas nos centros urbanos, na maioria das vezes está relacionado ao cuidado com a "salvação" dos pobres bolsos e na facilidade de conseguir esse céu. rsrs
Fazer missão em lugares pobres de bolso e de Salvação do Senhor, não é tarefa fácil, é necessário amor pelas almas e resignação, irmão Silvio José. rsrs