sábado, 11 de outubro de 2008

OS MAIORES PERIGOS DOUTRINÁRIOS DO SÉCULO XX

WILLIAM BOOTH

"Houve um inglês de origem humilde que, em 1878, declarou guerra contra duas poderosas frentes: a pressão da pobreza e o poder do pecado. Doze anos mais tarde, ele publicaria seu único livro: “In Darkest England -- and the Way Out” (Na Inglaterra mais escura -- e o caminho de saída). Trata-se de William Booth (1829-1912), o pastor metodista que fundou o Exército de Salvação. Quando alguém lhe perguntou quais seriam os maiores perigos doutrinários do século 20, ele respondeu de pronto: “Religião sem Espírito Santo, cristianismo sem Cristo, perdão sem arrependimento, salvação sem novo nascimento, política sem Deus e céu sem inferno”. (Fonte: ULTIMATO)

2 comentários:

Elisomar disse...

Realmente o pastor William tinha razão.É contraditório uma religião sem o Espírito Santo, um cristianismo sem Cristo, o perdão sem arrependimento, ser salvo sem nascer de novo, uma política sem Deus e o céu sem seu opositor.
Mas estamos vendo isso mais do que nunca.

Matias Borba disse...

Paz...

Dificil comentar, não sei se fico triste ou chateado. O que ele falou é a mais pura verdade, hoje nóS temos coisas que os Cristãos do começo da igreja não tinham, (pelo menos da forma como estão querendo, um evangelho bem fácilzinho). Como fico triste por ver o evangelho do meu Deus e Salvador ser invergonhado desta forma, se falta tanta coisa linda que o evangelho proporciona isso é vergonhoso.

Uma coisa que me chama muito a atenção é a falta de amor.(seria otimo se o pastor colocasse um artigo sobre esse tema, "o amor ao proximo" que é um tema pouco falado, assim como a volta de Cristo). Muitos Cristãos estão se deixando levar pela praga do consumismo e buscam apenas seus próprios interesses, se esquecendo do maior mandamebto, AMAR A DEUS E AOS PRÓXIMO,poucos se aventuram em ajudar quem precisa, que seja comida, roupa, dinheiro, um curso, uma bíblia etc., eu posso querer meu bem, mas meu proximo pode até ser mais importante que eu e foi isso que Jesus demostrou por nós na cruz, NÓS ERAMOS MAIS IMPORTANTE QUE A GLÓRIA QUE ELE DEIXOU NO CÉU PRA MORRER POR NÓS.

OREMOS IRMAOS, OREMOS MUITO...