segunda-feira, 6 de outubro de 2008

ELEIÇÕES 2008: VEREADORES ELEITOS EM JABOATÃO-PE

Vereadores eleitos no município de Jaboatão -PE (resultado final):

1. NECO (4.597)
2. JOÁS DA MURIBECA (4.097)
3. MOISÉS (3.893)
4. LOURO (3.715)
5. PROFESSOR HILTON (3.529)
6. ROBSON LEITE (3.262)
7. JAILTON (3.240)
8. JOSÉ CORREIA FILHO (3.107)
9. MARLENO (2.985)
10. RICARDO VALOIS (2.934)
11. VILALBA DE JESUS (2.814)
12. ELIEZER (2.789)
13. DR. RESENDE (2.660)
14. NENECA DO PISTON (2.563)
15. SOLDADO SOUZA (2.549)
16. IDVAN O HOMEM DO PÃO (2.420)
17. PASTOR EDMILSON MONTEIRO (2.310)
18. BERLAMINO SOUZA (2.276)
19. NANDO CERES (2.274)
20. SARGENTO SAMPAIO (1.928)
21. JOTA BARRETO (1.621)

Fonte: JC Online

"Disse Daniel: Seja bendito o nome de Deus, de eternidade a eternidade, porque dele é a sabedoria e o poder; é ele quem muda o tempo e as estações, remove reis e estabelece reis; ele dá sabedoria aos sábios e entendimento aos inteligentes." (Daniel 2.20-21)

Um comentário:

paulo disse...

Vereadores de Jaboatão têm verbas de gabinete julgadas irregulares
O Tribunal de Contas julgou irregulares as verbas de gabinete utilizadas pelos vereadores da Câmara Municipal de Jaboatão dos Guararapes, Amaury Cândido da Silva e Idivan Bezerra da Silva, relativas ao ano de 2007.
A decisão foi proferida pela Primeira Câmara, que determinou a devolução aos cofres públicos dos seguintes valores: R$ 35.599,10 por Amaury Cândido e R$ 13.813,45 por Idivan Bezerra, solidariamente com as servidoras da Câmara Municipal, respectivamente, Maria Paula Fonseca de Oliveira e Marlene Severina da Silva, ambas responsáveis pela movimentação das verbas.

Auditoria especial realizada pelos técnicos do TCE verificou irregularidades na utilização desses recursos. Segundo a relatora dos processos, conselheira Teresa Duere, no caso do vereador Amaury Cândido foi identificada a realização de despesas irregulares com locação e combustível de veículos.

Já em relação ao parlamentar Idivan Bezerra, foram constatadas a realização indevida de despesas com serviços gráficos junto a empresas irregulares, além de despesas ilegais com refeição e combustível de veículos.

Cópias dos processos serão enviadas ao Ministério Público Estadual para fins de representação contra os parlamentares. Os processos receberam pareceres do procurador de contas Gilmar Severino de Lima, acatados na íntegra pela relatora.

Gerência de Jornalismo (GEJO) / Diário Oficial de Pernambuco, 26/01/10