quinta-feira, 17 de setembro de 2009

DIVISÃO NA IGREJA: REBELDIA DOS CRENTES, VONTADE OU PERMISSÃO DE DEUS? (TEXTO ATUALIZADO)

Muitos pastores assembleianos batem no peito e orgulhosamente afirmam: "Esta igreja não é fruto de divisão nem de invasão!"

Parece-me que eles desconhecem a história da própria igreja que presidem ou cooperam (ou querem apagar alguma mácula ou memória do passado). Pior, parece-me que eles desconhecem a própria história das Assembléias de Deus no Brasil. Podem inclusive estar entorpecidos pelo desejo de ser diferente, de estar acima da média, de ser melhor do que os seus pares, de ser-mais.

As Assembléias de Deus no Brasil, nasceram de uma divisão. A história é clara. Não há nenhum demérito nisto. Em nada este fato diminui o trabalho dos pioneiros, nem de todos aqueles que contribuíram e contribuem para o crescimento da igreja.

O problema do surgimento ou criação de uma igreja não é ter sido resultado de uma "divisão", mas, da causa da divisão.

"Deus, não é Deus de divisão!" bradam alguns. A questão é: de qual divisão Deus não é Deus ? Será que estes tais já leram o texto bíblico abaixo:

"Tendo Roboão chegado a Jerusalém, convocou toda a casa de Judá e a tribo de Benjamim, cento e oitenta mil homens escolhidos, destros para a guerra, para pelejarem contra a casa de Israel a fim de restituírem o reino a Roboão, filho de Salomão. Veio, porém, a palavra de Deus a Semaías, homem de Deus, dizendo: Fala a Roboão, filho de Salomão, rei de Judá, e a toda a casa de Judá e de Benjamim, e ao resto do povo, dizendo: Assim diz o Senhor: Não subireis, nem pelejareis contra vossos irmãos, os filhos de Israel; volte cada um para a sua casa, porque de mim proveio isto. E ouviram a palavra do Senhor, e voltaram segundo o seu mandado." (1 Rs 12.21-24)

Deus declara em sua palavra que a divisão das tribos foi provida por ele. A versão Revista e Corrigida de Almeida diz "eu é que fiz esta obra". A tradução NTLH relata "foi porque eu quis".

Não é a divisão em si mesma, mas são as causas que promovem uma divisão que importam, que sinalizarão se é necessária ou não, se é aprovada (ou tolerada) ou não por Deus . No caso do texto citado acima, a divisão foi resultado da arrogância, loucura, prepotência e orgulho de Roboão, que o levou a oprimir o povo de Israel (1 Rs 12.1-20).

A postura de Roboão é imitada atualmente por muitos líderes de igrejas no Brasil e no mundo. São agentes opressores que acabam promovendo divisões. No fim, para livrar a cara, chamam os que não suportam ou se indignam com a opressão de rebeldes e facciosos.

No Novo Testamento encontramos um caso clássico de divisão:

"Decorridos alguns dias, disse Paulo a Barnabé: Tornemos a visitar os irmãos por todas as cidades em que temos anunciado a palavra do Senhor, para ver como vão. Ora, Barnabé queria que levassem também a João, chamado Marcos. Mas a Paulo não parecia razoável que tomassem consigo aquele que desde a Panfília se tinha apartado deles e não os tinha acompanhado no trabalho. E houve entre eles tal desavença que se separaram um do outro, e Barnabé, levando consigo a Marcos, navegou para Chipre. Mas Paulo, tendo escolhido a Silas, partiu encomendado pelos irmãos à graça do Senhor. E passou pela Síria e Cilícia, fortalecendo as igrejas." (Atos 15. 36-41)

Isso mesmo, Paulo e Barnabé se desentenderam e se separaram. Até homens de Deus se desentendem e se separam. Cada um seguiu o seu caminho. Qual dos dois foi o rebelde? Qual dos dois deixou de ser abençoado por Deus em razão da "divisão"?

Estou aqui fazendo apologia a qualquer tipo de divisão? Deus me guarde disso! Sei que há milhares de divisões promovidas e mantidas por Satanás e seus demônios. Há ainda outras divisões, resultado do desejo cego de alguns homens pelo poder ou para tirar alguma vantagem pessoal da situação. Há também divisões causadas e mantidas por uma vida de baixa moral e testemunho cristão duvidoso daqueles que fazem o "ministérios" ou "liderança". O que afirmo, é que usar o termo "divisão" de forma imprópria, para justificar um sentimento de orgulho pessoal e o desejo de parecer melhor que os outros, é uma falácia e um auto-engano.

E o que falar da Reforma Protestante? O racha no catolicismo romano, promovido pela coragem de Lutero, em face a opressão e aos absurdos doutrinários da liderança católica, do qual todos nós protestantes, de alguma forma somos fruto.

Mas como falava, as Assembléias de Deus no Brasil nasceram de uma divisão ocorrida na Igreja Batista de Belém, no dia 13 de junho de 1911. Uma divisão causada pelo fato de um grupo de dezoito irmãos afirmarem publicamente que criam no Batismo com o Espírito Santo, evidenciado pelo falar em outras línguas. Este fato causou a expulsão do grupo, juntamente com os missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren.

Alguém pode afirmar "mas eles não dividiram a igreja, foram expulsos da mesma". Esta afirmação é uma tentativa de atenuar os fatos. Mas por qual razão foram expulsos? Foram expulsos em razão de não negociarem a verdade de Deus. Foram expulsos por não se renderem a pressão sofrida. Foram expulsos por suas convicções inabaláveis.

Para muitos, os nossos pioneiros são os responsáveis diretos pela cisão naquela igreja. São tidos por rebeldes, juntamente com os dezoito irmãos que de lá saíram. O grupo de "rebeldes" cresceu e tornou-se a maior denominação evangélica do país.

Nenhum líder assembleiano, cuja história da chegada e fundação da igreja no Estado ou região está ligada aos acontecimentos em Belém, pode bater no peito e dizer que sua igreja não surgiu de divisão. Se escapar de Belém, acaba não escapando da Reforma Protestante.

Na América do Norte, a Assembleia de Deus tem origem em movimentos separatistas raciais, que se originaram na Igreja de Deus devido às pressões de movimentos sociais que apoiavam a separação entre negros e brancos. Alguns pastores brancos, por volta de 1913, saíram da Igreja de Deus para criarem dessa forma a Assembleia de Deus. Este lamentável episódio foi reparado numa reunião por ocasião do centenário do Movimento Pentecostal, onde os pastores da Assembleia de Deus nos Estados Unidos, simbolicamente, numa cerimônia de lava pés, pediram perdão dos atos passados.

Sobre a Igreja Filadélfia de Estocolmo, responsável pelo envio de muitos missionários para o Brasil, inclusive Joel Carlson (um dos pioneiros da AD em Pernambuco), num recente artigo do Jornal Mensageiro da Paz (Órgão Oficial das Assembleias de Deus no Brasil), número 1.492, setembro de 2009, p. 27, assinado pelo pastor Isael Araújo, nos é informado que:

"Em 1907 o despertamento pentecostal alcançou crentes metodistas e batistas em Estocolmo, a capital sueca. em 1909, mediante a situação em que muitos crentes batistas estavam se afastando de suas igrejas por aceitarem o batismo com o Espírito Santo, o comerciante batista Albert Engzell mobiliou um salão em sua residência, na Rua Uppsala 11, em Estocolmo, para servir como local de pregação. O grupo de crentes que começou a se reunir nesse local, chamado salão filadéfia, organizou-se, em 1910, como Sétima Igreja Batista de Estocolmo, tendo como pregador E. W. Olsson, da Escola Missionária de Örebro, que era totalmente a favor do despertamento pentecostal. E. W. Olsson, pouco tempo depois, desejou regressar a Örebro, a fim de dar prosseguimento a seus estudos. Assim, a igreja, que contava com 70 membros, considerou a necessidade de um pregador cheio do poder de Deus e com seriedade para continuar o trabalho. A escolha recaiu sobre Lewi Pethrus, que ainda servia como pregador na Igreja Batista de Lidköping. ele recebeu o convite em 14 de setembro de 1910, e assumiu o trabalho da igreja no ano seguinte, em 8 de janeiro de 1911, aos 26 anos de idade. No fim de 1913, a Convenção Batista Sueca expulsou ostensivamente Pethrus e toda a sua congregação, porque eles praticavam a ceia aberta. As reais causas de sua expulsão, porém, foram a teologia e a liturgia pentecostal. Surge então, a Filadefiakirkan (Igreja Filadelfia)."

Lendo o texto acima, percebemos que assim como aconteceu no Brasil com as Assembleias de Deus, a Igreja Filadélfia (que enviou vários missionários em apoio as Assembleias de Deus no Brasil) nasceu dos problemas surgidos pela aceitação da mensagem pentecostal por parte de crentes da igreja estatal Luterana e de igrejas batistas, que culminaram com a sua expulsão.

Milhares de irmãos, das mais diversas denominações ou Convenções no Brasil, são chamados de rebeldes, tratados com indiferença, vistos como "leprosos e impuros", "crentes de segunda , terceira, quarta... categoria", por congregarem em igrejas que surgiram da ganância, da opressão e da arrogância de líderes inchados, sectários, pretenciosos, vaidosos e pedantes, que não respeitam o próximo, não sabem conviver com diferenças de opiniões, que não conversam e discutem, que tentam impor a força os seus caprichos ou pontos de vistas. A postura desses líderes, não apenas gera divisão, mas fomenta, alimenta e perpetua as já existentes.

Da próxima vez que falarmos de "divisão", em vez de acusações irônicas e iradas, sejamos mais prudentes e cuidadosos. Deus pode estar diretamente envolvido neste negócio! Em vez de perder tempo e energia com isto, continue pregando o evangelho e cuidando com temor e respeito de suas ovelhas.

Quem sabe, fazendo assim, não evitamos uma nova "divisão"?

SUGESTÕES DE LEITURA

- Dicionário do Movimento Pentecostal. Isael de Araújo. CPAD.
- História das Assembléias de Deus no Brasil. Emílio Conde. CPAD.
- Mensageiro da Paz, ano 79, número 1.492, setembro de 2009. Isael de
Araújo.
- Síntese Histórica da Assembléia de Deus em Abreu e Lima. Roberto José dos Santos, Altair Germano da Silva, Dário José de Souza e Esdras Cabral de Melo. FLAMAR.

49 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns, Pastor.
O Sr. usou de sabedoria.
Jaaziel Ferreira

Matias Borba disse...

É Pastor, esse post ai é muito sério, apesar de eu esta sempre procurando ter mais conhecimento do Senhor, tal explicação nunca me veio a mente, talvez por ser esse um tema complicado. Hoje no Brasil existem inúmeras denominações e nós sabemos que muitos realmente agem com rebeldia mas creio eu que a meioria surgirm pela vontade permissiva de Deus. A A.D. pelo que endi no comenterio do pastor surgio de uma ação direta de Deus pois a A.D. surgio não como uma seita, uma eresia nem uma denominação sem fundamentos, mas surgio com base biblica, estrutura teológica e espiritual por isso até hoje está ai preservando a crença que foi o motivo da separação, o mover do Espirito, o movimento igual ao de pentecoste no primeiro seculo. Creio que a vontade permissiva pode ocorre quando Deus por sua soberania ve que o homem busca seus proprios interesses e não os de Deus o que não foi o caso dos missionários suécos. Esperarei por mais comentarios dos irmãos e voltarei a comentar neste post, pois é de uma rrelevancia significativa para nosso conhecimento sobre esse tema.
Parabens pastor.

Elisomar disse...

pastor Altair,
Eu já estava esperando essa postagem. Eu não sei o que se passa na cabeça das pessoas que se sentem as detentoras da salvação. Ouvi alguém dizer: Como se explica uma coisa dessa? Deus não deixa de operar nem lá nem cá. Eu respondi: porque a igreja é do Senhor. Pra que tanto revanche, tanta mágoa, tanta rejeição? Acho que Jesus já está preparando lugares separados no céu. Ou será uma ilusão pensar que chegarão lá?

Victor Leonardo Barbosa disse...

Importantíssimo artigo pastor Germano.

Enquanto que muitas vezes há os que buscam sinceramente defender o evangelho, pregando contra os modismos, heresias e coisas semelhantes. Muitos se levantam e afirma: "Vocês estão causando divisão, isso não é de Deus".

Estes por sua vez, apóiam em sua maioria a divisões, motivados por propósitos políticos questionáveis, produzidos por avareza, inveja, soberba e busca pelo poder.
Tais ainda afirmam que tal fato" É necessário para a promoção do Evangelho".

Que farisaísmo!!!!

Abraços e Paz do Senhor!!!

rogerio brum rodrigues disse...

se não consegue caminhar junto, o melhor é fazer como os apóstolos Paulo e Barnabé, hoje infelismente muitos pastores presidentes perseguem aqueles que por algum motivo ainda que certo, baseado nas verdades bíblicas, esta indo de encontro com aquilo que ele ensina, não somos os donos da verdade, a doutrina bíblica não muda mais cultura, costumes passam.

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado Jaaziel, sabedoria é algo que preciso constantemente para saber lidar com tantas questões complexas.

Abraços.

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Matias Borba, não é fácil entender Deus (ou não se quer), principalmente quando ele age de uma forma que se choca com os. nossos interesses pessoais.

Paz do Senhor.

ALTAIR GERMANO, disse...

Elisomar, realmente ninguém é dono da salvação, da ação do Espírito, nem de nenhuma outra dádiva de Deus.

O Espírito se move onde quer. Nem sempre o mover do Espírito ou os milagres são sinais da aprovação de Deus dos atos humanos.

Naquele dia ele nos julgará!

Mt 7.21-23

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado Victor, se os fariseus dos tempos de Jesus ressuscitassem, teriam muito que aprender com os dos dias atuais, visto que, muitos já se formaram em pós doutorado em farisaísmo contemporâneo.

Paz do Senhor!

zwinglio rodrigues, pr. disse...

Pr. Germano, paz!

"...se os fariseus dos tempos de Jesus ressuscitassem, teriam muito que aprender com os dos dias atuais, visto que, muitos já se formaram em pós doutorado em farisaísmo contemporâneo."

BRAVO!!

Natanael disse...

Ev. Natanael Ramos

Assisti pela TV esse momento lamentável na vida de um líder de milhares de irmãos. Fico muito triste em ver e ouvir o que ouvimos. Concordo com o seu comentário e ratifico todas as suas considerações sobre o tema. Pr. Altair até quando Deus irá permitir uma arrogância de tamanho porte? Nós que pregamos um evangelho centrato no amor, como pois podemos ver tanta presunção e orgulho?
Quando o ouvi e vi pronunciando tal declaração, chorei e ainda estou chorando em ver os noosos líderes nacionais não tomarem nenhuma providência para acabar com tamanho sectarismo entre co-irmãos. Precisamos orar. Está na hora de nós tomarmos o caminho da oração, algo que sempre fazemos, porém com maior intensidade e determinação. Não quero deixar para os meus filhos a idéia de que não fizemos nada para por fim a esta divisão.

Geziel Silva Costa disse...

Pastor Altair.
Excelente texto.

Porém, os irmãos e a liderança da igreja batista que expulsaram os pioneiros e os demais irmãos, o fizeram na certeza, mas certeza mesmo que estavam evitando um mal na igreja. E os pioneiros e os demais cristãos que sairam, sairam na certeza, mas convictos mesmo, de estarem na direção do Espírito Santo.

Hoje é diferente, as pessoas dividem por causa do seu egoismo, insubmissão,não querem ser subordinados, como dizem: "Não querem largar o osso". Não é mais um capricho e zelo pela igreja.

Na questão dos pioneiros, será se não tivessem sidos expulsos, eles dividiriam mesmo assim? O objetivo deles era fundar mais uma denominação? Se fosse possível conviver entre os batistas eles aceitariam?

Abraços
Geziel

claudio disse...

obrigado por atender meu email

muito boa realmente sua materia sobre as divisoes

infelizmente em muitos lugares onde chegamos para pregar ou em viagem de trabalho ao se identificar como crente da ass de deus ainda somos interrogados se somos do tronco ou da raiz ou galhos ? (referindo-se ao ministerio)

se o mais antigo ou recem formado do estado

tenho em particular algumas teolrias sobre as divisoes como

1 briga por dinheiro
2 briga por poder
3 brigas pessoais diferenças nao resolvidas
4 brigas por consagraçoes
5 brigas por nepotismo
6 brigas por visao diferente
7 brigas por ultimo brigas e divisoes por pura visao nao entendida pelo que ficam

valmir moura/desterro disse...

PR.Altair a paz do Senhor
é verdade Pastor a divisão realmente existe entre o povo de Deus com certeza muitas vezes pela permissão de Deus e outras por sua ação eu vejo uma divisão se não pela ação direta com certeza permissão de Deus a divisão de Recife com Abreu e Lima veja o quanto a igreja cresceu de ambos os lados,muitos se escandalizam e o reino de Deus aqui em Abreu e Lima estar crescendo na horizontal e na vertical vejamos la na torre de Babel Deus teve que confundir as linguas para o povo se dividir e povoar a terra houve uma ação direta de Deus para seu proposito ser cumprido que posso eu dizer em meio a tanta divisão "Glória a Deus" a propria biblia nos ensina que uns pregam por inveja e porfia e outros de boa mente,fil.1,15 o importante é que o reino de Deus seja anunciado

Valmir moura/Desterro disse...

PR.Altar a paz do Senhor
mais uma vez faço meu comentário sobre o assunto a divisão muitas vezes ocorre não pela ação mas pela permissão de Deus por alguem se achar o dono do céu o santarrão o filho predileto de Deus a humildade é tanta que quando chegar la no céu como diz meu Pr. daladier vai ter um lugarzinho no trono de Deus de tanta humildade pregações tão bonitas tão poderosas são verdadeiros Farizeus que Deus nos ajude a chegar-mos la no céu por sua imensa misericordia só tenho algo a dizer que o diabo queira ou não queira Deus tambem estar conosco aqui de Abreu e lima somos filhos de Deus por adoção tambem

Pr. Robson Aguiar disse...

Paz do Senhor, Pr. Altair!

Fico feliz em ver que o irmão não tem medo de se posicionar acerca de um tema tão polêmico. Não quero fazer apologia a nenhum tipo de divisão, como também sei que não é a sua intenção, entretanto, a história é a fiel testemunha de que muitas divisões no sentido já comentado pelo amado irmão, vieram da parte de Deus para um propósito especifico. É comum, alguns líderes, no intuíto de se defender, rotulam os que saem de sua igreja como rebeldes, lamentável isso. Mas, as pessoas tem direito de escolher onde servir a Deus, isto faz parte do livre arbítrio nos facultado pelo Senhor. E por falar em divisão ratifico o que já foi escrito, desde Abraão e Ló até a primeira divisão da igreja em 325 dC, na pseuda conversão de Constatino, dai por diante veriamos muitas outras, tais como em 1054, com a igreja ortodoxa, sem contar depois os Lolardos,Valdenses, Hussitas,etc. Lutero vem depois, também, Anglicanos, Episcopais, Ana Batistas, Batistas, Enfim, Penteostais e agora os Neo Pentecostais. Haja divisão. rsrs.

Quem conhece a história, não se ilude com Denominação.

Embora eu goste da minha Assembléia de Deus.

Pr Robson Aguiar
CADEESO 1971 CGADB 30207

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Rogério, a decisão de mudar de igreja quando não se concorda com a liderança, deve ser sempre tomada debaixo de oração e da direção do Espírito.

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Zwínglio, em breve teremos no blog um curso neste nível.

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado Natanael, até hoje choro por dentro.
Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado Geziel, realmente há uma banalização em muitas divisões.

Quanto a atitude dos missionários;

"será se não tivessem sidos expulsos, eles dividiriam mesmo assim?"

- Quando pregaram, já dividiram as opiniões, o resto seria uma consequência natural. Negar a mensagem é que não fariam, nem também inscitar maldosamente uma divisão.

"O objetivo deles era fundar mais uma denominação?"

- Não. O objetivo deles era simplesmente pregar a mensagem pentecostal.

"Se fosse possível conviver entre os batistas eles aceitariam?"

- É claro que sim. Eles eram de origem batista.

Abraços!

ALTAIR GERMANO, disse...

Amigo Cláudio, muitos não entendem que só há um tronco, Jesus! O que sobra são todos ramos.

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado Valmir,

Deus ama as pessoas, sejam elas de qualquer igreja ou convenção, mas abomina a mentira, a falsidade, a heresia, e coisas semelhantes. Cada um dará conta de seus atos e palavras.

Paz do Senhor!

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre pastor Robson,

falo e escrevo sempre com temor e tremor pois sou humano.

Talvez não seja uma questão de falta de medo, mas sim, de ousadia no Senhor!

Paz do Senhor!

Pr. Renato Campos disse...

DISCORDO...

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado pastor Renato Campos,

JUSTIFIQUE...

Anônimo disse...

Parabens Pr.Altair.
A igreja de abreu e lima é fruto das poderosas Mãos de Deus e de muitas orações.

daniel.amorim disse...

Falar hoje de igreja que não saiu de uma divisão é até engraçado.

À essas alturas do campeonato... Faça-me um favor!!!

É como um brasileiro querer dizer que é branco, ou é 100% negro num país miscigenado como o nosso.

Nossa teologia é uma mistura de várias. Temos o dispensacionalismo de Darby, a influência Scofieldana, a inflência refomista, um pouco do comportamento ascético dos Metodistas, um pouco da evangelização do Exército da Salvação.

Em tudo somos uma mistura. Vemos nos púlpitos pastores vociferando contra a onda neopentecostal, depois falam sem pudor: "Não aceitem a vida que estão levando, exijam de Deus a vitória!" Fora isso, falando de denominações, e são muitas. O movimento de restauração e novo apostolado nasceu do movimento neopentecostal, o movimento neopentecostal, do pentecostal, o pentecostal, do tradicional, o tradicional, da reforma, a reforma, de roma... Por aí vai! Podemos afirmar então: "TUDO É DIVISÃO!"

Os fundadores da nossa igreja foram, Daniel Berg e Gunar Vingren, crentes batistas, que vieram pra cá batistas, permaneceram um tempo aqui... batistas. Depois não foram mais aceitos, nasce a Assembléia de Deus, levando 18 crentes da batista. O que é isso? Chamem de divisão!

"Ah! Minha igreja não foi fundada por Vingren ou Berg, e sim o missionário Joel Adolf Carlson, enviado por Lewi Pethrus, da igreja Filadélfia em Estolcomo, essa igreja já era pentecostal."

_______MENTIRA_______

Pastor Lewi Pethrus era também batista, pastoreou igrejas batistas, depois desligado de sua denominação por ter sido considerado cismático funda a igreja Filadélphia, e... diga-se de passagem, arrasta alguns de lá com ele. O que é isso? Chame do que quiser!

Daqui a pouco vamos ter o Papa da AD, sentado no trono de são Pedro e uma denominação que tem "Ligação direta e initerrupta com os apóstolos!" É só esperar alguma conveniência aparecer.

MARCOS PAULO disse...

O GRANDE MAL DE MUITOS E MUITOS QUE FAZEM PARTE DA ASSEMBLÉIA DE DEUS É TAXAR AS DEMAIS IGREJAS DE IGREJINHAS , DE IGREJA FUNDO DE QUINTAL OU DE IGREJA REBELADA OU ATÉ MESMO DE RAMO MUCHO COM DIZIAM ANTIGAMENTE. QUANDO EU PERTENCIA A A.D. BELÉM AQUI EM ARACATI NO CEARÁ , SEMPRE QUE DAVA UMA AULA NA EBD E ERA QUESTIONADO SOBRE O ASSUNTO EU DIZIA , QUERIDOS NÃO CHAMEMOS OS DEMAIS MINISTÉRIOS DE FUNDO DE QUINTAL , POIS NÓS SOMOS FRUTOS DE DIVISÃO E COMEÇAMOS TAMBÉM EM UM FUNDO DE QUINTAL , LÁ NA RUA AZUZA EM LOS ANGELES EM UM GALPÃO ABANDONADO DA IGREJA METODISTA E AQUI NO BRASIL DE UMA CISÃO DA IGREJA BATISTA , A IGREJA QUE MUITOS CHAMAM DE FRIA E ISSO É UM DESRESPEITO , OUVI ATÉ MESMO DE UM PRESBÍTERO DA A.D. DE ARACATI , QUE A BATISTA NÃO TINHA O ESPÍRITO SANTO , MISERICORDIAAAAAAAAAAA ! EU SEMPRE DIZIA , NÃO JOGUE PEDRAS NA IGREJA DO TEU PRÓXIMO PIS UM DIA ELAS PEGARÃO EM JESUS , QUE ESTÁ PRESENTE NO MEIO DE 2 OU 3 QUE SE REUNIREM EM SEU NOME . LENDO O ESTATUTO DA CGADB , VI Q AS A.D. SÓ PODEM TER COMUNHÃO E INTERCÂMBIO COM AS IGREJA QUE NÃO SAÍRAM DELA , JÁ PENSOU SE A IGREJA BATISTA TAMBÉM PENSASSE ASSIM ? OS ASSEMBLÉIANOS TERIAM QUE PASSAR LONGE ATÉ DA CALÇADA DA IGREJA . SALMO PARA MEDITAÇÃO E APLICAÇÃO : 133 - MARCOS PAULO

zeliamarisa@bol.com.br disse...

É verdade Pastor!Estamos vivendo momentos assim em nossa Igreja, aonde o próprio pastor, promove divisão!Divisão "irônica",temos um irmão em nossa igreja, que vive levando acusações irônicas e iradas do pastor. Quando o pastor, prega, e ele está ná assembléia, pode contar...!E ainda, quando o irmão, erra então! meu Deus...!Mas lendo o artigo, pude compreender que Deus pode está neste negócio, principalmente com o Irmãozinho!Pois pude entender porque ele ainda não mandou o pé de lá!. Saudações. Zélia de Porto Xavier-RS

Hélio Pinto disse...

Parabenizo o Pr pela abordagem tão sábia e coerente. Temos sidos bombardeados por maus exemplos de gestão em todos os níveis: de pessoal, financeiro, administrativo, de patrimônio, etc. e querem impor aos membros a idéia de que discordar é rebeldia, como se vivéssemos ainda a idade da pedra. Acordem "líderes", parem de "causar divisões" em suas searas e sejam mais humildes. POR FAVOR.

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado pr. Altair Germano,

A Paz do Senhor!

É possível que a divisão motive a soma dos que vivem uma vida correta diante de Deus.

Muitas das vezes em um crescimento incorreto e além da capacidade dos homens em manter o seu controle, o Senhor permite a divisão para que se encontre condições de melhor atuação da igreja. Penso logo existo!

O Senhor seja contigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

miss. Gilberto Diniz Santa Fe- Santo Tome disse...

miss. Gilberto Diniz
Parabens pastor Altair, vejo que o senhor conseguiu mais divisao. mas como alguns dizem que é importante a diversividade de ideias, na verdade nao sei muito em o que contribui, edifica e faz o reino crescer e se unificar, mas se contribui para alguma coisa a nao ser ver aflorar, todo tipo de ataques e ressentimentos, lutemos para para unir e nao dividir.
Paz do Senhor
iss. Gilberto Diniz

Tales disse...

Pr. Altair, não digo que esse assunto é polêmico. Digo que ele é, sim, instigante e muito oportuno. Polêmico ele é para os que têm medo de encarar a verdade (como é o caso da maioria dos anônimos que aqui se posicionam). De todo modo, em geral, os que promovem a expulsão são os donos da "verdade". Ou seja, são os donos da "verdade" deles. Entretanto, são justamente estes, na realidade, os que têm medo de encarar a própria verdade. A conhecem muito bem, sim, mas os cargos e funções que ocupam, a posição de "destaque" na igreja, o "status", os interesses pessoais, o poder de influência, o poder de barganha, etc, a ganância pelo poder, e pelo dinheiro, o "privilégio" de serem o "braço direito" do pastor, bajulando-o e 'entregando' as pessoas, (intocáveis, inatingíveis), os cegam e os impedem de vivenciarem as mais puras verdades bíblicas. Se tivessem vivido nos tempos de Jesus, teriam se retirado, também, juntamente com aqueles mais velhos, que saíram primeiro, por ocasião das hipócritas, nefastas, acusações que proferiram ante aquela pobre e indefeza (indefesa, até o momento em que se encontrara com Jesus) mulher "adúltera". Na sua grande maioria, arrogantes, prepotentes, repressores, legalistas e preconceituosos, oprimem e perseguem os que querem viver piamente, sobretudo, diante de Deus. Nesse perspectiva, portanto, fico sempre do lado dos expulsos.
Paz e graça a todos.

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre amigo e missionário Gilberto Diniz,

não consegui mais divisão, apenas relatei fatos bíblicos e históricos, que infelizmente se multiplicam na medida em que os tempos difíceis avançam.

"Lutemos para unir e não dividir."

Estou ao seu lado nesta luta, pode ter certeza disto, mas, tratando a realidade como ela é, buscando unir na medida do possível.

Abraços e paz do Senhor.

JOÃO A.DA S. FILHO. disse...

PREZADOS PAZ DO SENHOR.!

Gente, a vontade de Deus está acima da nossa.
Muita gente não quer entender esta realidade.
Pastores, é preciso estudar mais a palavra, muitos vê o texto e deixa contexto de lado.

Eudes Pereira - AD de Abreu e Lima-PE. disse...

Caro Pr. Altair.
O que me entristece quando acontecem estas divisões é o que sobra delas. Líderes de igrejas irmãs cultivando o ódio, rancor, disse-me-disse, calúnias, difamações e outros sentimentos nada cristãos.
Como dar credibilidade aos discursos destes líderes, que no púlpito ensinam amor, compreensão, humildade, mansidão, santidade e misericórdia se eles mesmos não vivem isso na prática?

JOÃO A.DA SILVA FILHO. disse...

Prezado Pastor Altair Germano!

É preciso continuar e nunca parar, porque muitos desafios virão...
Fique no lugar.!

Robson Aguiar disse...

Paz do Senhor!

Ja fiz comentário sobre esse assunto e não quero ser redundante no que falei, mas, como o assunto retornou com uma nova roupagem(mais informação), Quero apropriar-me do texto publicado, para mais uma vez me aliar ao pensamento do pr. Altair que publicou "Milhares de irmãos, das mais diversas denominações ou Convenções no Brasil, são chamados de rebeldes, tratados com indiferença, vistos como "leprosos e impuros", "crentes de segunda , terceira, quarta... categoria", por congregarem em igrejas que surgiram da opressão e da arrogância de líderes inchados, sectários, pretensiosos, vaidosos e pedantes, que não respeitam o próximo, não sabem conviver com diferenças de opiniões, que não conversam e discutem, que tentam impor a força os seus caprichos ou pontos de vistas". É verdade pastor, tudo que foi postado. As vezes me questiono sobre minha administração na igreja, como estou tratando os irmãos, como estou tratando o ministério, etc. Isso faço, porque vejo muitos líderes que por causa do poder começam a olhar e a tratar as pessoas de forma diferente. Acredito que a lei da semeadura é abrangente em todas as áreas, se eu semear maus tratos, desprezo, arrogância, vou colher com certeza separação, divisão. Não pretendo fazer apologia a divisões, mas, quando isso acontece, a tendência de quem está no poder é rotular os divisores como hereges, satanistas, desviados, entre outros termos depreciativos. São pessoas que não conseguem questionar a si mesmo sobre sua postura diante dos seu comandados. Simplesmente, não aceitam a possibilidade desse fenômeno ser fruto de sua ingerência, imprudência,heresia incompetência, arrogância, intolerância e tudo aquilo que não deveria fazer parte da gestão eclesiástica. São auto- suficiente demais para admitirem seus erros.


Ainda existem aqueles dizem que são contra os que agem dessa forma mas, se comportam igual aos opressores e ainda apoiam direta e indiretamente esses opressores.


Sei que muitos provocam divisão no seio da igreja por que são rebeldes, filhos do diabo, fofoqueiros, maldizentes, avarentos e invejosos. Não aceitam a vontade de Deus, mas, sei também que esse Blog ficaria pequeno para elencar vários homens e mulheres que sairam de onde estavam por que, tal como nos tempos de Jesus, o em suas igrejas o sacerdote era um corrupto, quando não, adultéro, o templo virou lugar de ladrão e salteadores, o ministério, sepulcros caiados! sim, amigos, certo pregador em sua mensagem diz que nesses lugares a cruz tem que ser reformada. Por isso que muitos sairam de lá e se tornaram grandes pregadores.


Poderia continuar escrevendo muito mais sobre esse assunto aqui nesse blog, mas, vou ficar por aqui, para não ser rotulado como recalcado, pastorzinho ou coisas desse tipo. Pois todas as vezes que falamos a verdade nua e crua, sempre aparecem os mocinhos beneficiados por esse sistema de escravos mudos e surdos para defenderem seu líder, pois sabem que esse assunto é a cara do seu gestor.

Conclusão

Devemos extrair lições disso tudo para melhorarmos nossa gestão. Devemos lembrar que não somos empresários ou executivos, que igreja não é empresa, que os irmão não são nossos empregados. Devemos ser mais amáveis, mais prudentes. Fomos separados para servir a igreja (SERVO) não para SER SERVIDO POR ELA, mesmo assim, alguns de nós que tem um alto salário pago pela venda de pele de ovelha, agem como insanos espirituias. Daí porque Deus permite os rachas, a quebra do monopólio. Para abater esses insensatos desprovidos de consciência.

“Por que nada temos contra a verdade senão em favor da verdade” I Co 13.8




Blog do Pastor Robson Aguiar
http://pastorrobsonaguiar.nireblog.com/

Blog do Pastor Robson Aguiar II
http://blogdopastorrobsonaguiar.blogspot.com/

Anônimo disse...

Quero só deixar o link do Blog Jovem de Santarém:
www.missaojovemsantarem.blogspot.com

abraços

Márcio Cruz disse...

A Paz do Senhor, Pr. Germano.

É um assunto realmente muio atual e precisa ser apreciado por todos que fazem parte do Corpo de Cristo, para que os mesmos possam olhar para aqueles que fazem parte do mesmo corpo e não desprezá-los, debochar e fazer desdém deles, pois fazem parte da Noiva que um dia Cristo virá buscar.
Aqui em Manaus o que não falta é depreciação quanto à algumas igrejas que não aderiram a tão famosa visão celular.
São os atrasados, velhos, antiquados ue nunca irã sentir o verdadeiro gosto do crecimento (ou seria inchamento?) de membros.
Um exemplo aqui em Manaus: a atual AD Tradicional surgiu da AD da Missão como rebelde pelo fato de alguns irmãos, pastores não terem aceitado a visão celular. Isto é rebeldia? Expôr sua opinião e contrariar outros é falta de respeito?
O que falta nos líderes é largar a capa e máscara da hipocrisia (leia-se a palavra grega para hipócrita que Jesus usou contra os fariseus e veja o seu real significado) e transmitir isto aos seus liderados. Detalhe: mais em atos do que em palavras.

Que o discernimneto do Espírito do Senhor venha sobre todos nós para que possamos ser critãos bem melhores.

No Amor de Cristo,

Márcio Cruz

Anônimo disse...

Amado irmão em Cristo Altair,

É importante e até urgente, a denúncia, como também uma abordagem responsável sobre os assuntos que permeia a assembleia de Deus. Entretanto, a divisão que o nobre pastor se refere (sabemos muito bem a quem é direcionada a crítica) é característica de qualquer sistema centralizador. E nós agimos da mesma maneira sectária. É só observar que entre nós, somos quase que proibidos de termos comunhão com qualquer outra denominação.
Quando falamos sobre divisão, é bem verdade que a obra de Deus só alçou vôo quando houve algum rompimento com as instituições oficiais. Também é importante olharmos a história e vermos onde houve maior desenvolvimento do evangelicalismo:
Desde Lutero que rompeu com a igreja católica, Wesley que saiu da igreja oficial inglesa, Wiliam Carey que foi evangelizar a Índia contra a vontade de sua denominação, como também um dado interessante sobre a chegada do Evangelho no Brasil trazido por Roberto Kalley: teve que romper com a igreja oficial da Escócia pois a mesma colocava impecílio para o serviço de Kaley.
Amados, parece-nos que as divisões em nosso meio são para expansão do reino de Deus.
Portanto, apesar da crítica, nós como instituição colocamos freio na obra do Mestre. No entanto, nós Assembleianos ou qualquer outra denominação tem um dado a nosso favor: A História.

ELIAS CHARAMBA

Anônimo disse...

Discordo que a AD seja a maior denominação evangélica do país. Se existisse apenas uma AD, justificaria tal título, mas existem várias AD, dos mais variados ministérios, então não pode-se dizer que se trata da mesma igreja, logo, não pode ser considerada a "MAIOR DENOMINAÇÃO EVANGÉLICA DO PAÍS".

Ricardo disse...

Paz do Senhor irmãos. Se um irmão, esta numa determinada Denominação e não esta satisfeito, é preciso que algo aconteça com ele ou aceita a maneira com que esta igreja é dirigida e sua doutrina ou procura outra, se ficar murmurado vai ser um impedimento para a igreja e para o Espírito Santo operar em sua vida, não olhe para a denominação elas vão e vem, mas Jesus permanece, precisamos servir ao senhor com alegria. Neste vídeo o Pastor conta a História do movimento pentecostal, desde os apóstolos até os dias de hoje e vimos que pela sede de poder de alguns lideres, ministérios inteiros ruíram, mas Jesus nunca mudou, ele é a porta, o caminho e a vida, o importante é nascermos de novo da água e do Espírito, e já não andarmos mais segundo a vontade da carne, mas do espírito, esta é a igreja verdadeira que jamais mudou mas permanece firme na rocha e subira com Cristo
Vídeo
http://www.youtube.com/watch?v=v4AQhKQoF3o&feature=related

Felipe e Laysa disse...

Pastor Altair,
eu sou eu faço faculdade de teologia ja faz 1 ano e meio e sou missionario de Jesus e eu observei um comentário seu sobre as palavras do "valmir moura" que disse: é verdade Pastor a divisão realmente existe entre o povo de Deus com certeza muitas vezes pela permissão de Deus e outras por sua ação eu vejo uma divisão se não pela ação direta com certeza permissão de Deus a divisão de Recife com Abreu e Lima veja o quanto a igreja cresceu de ambos os lados,muitos se escandalizam e o reino de Deus aqui em Abreu e Lima estar crescendo na horizontal e na vertical vejamos la na torre de Babel Deus teve que confundir as linguas para o povo se dividir e povoar a terra houve uma ação direta de Deus para seu proposito ser cumprido que posso eu dizer em meio a tanta divisão "Glória a Deus" a propria biblia nos ensina que uns pregam por inveja e porfia e outros de boa mente,fil.1,15 o importante é que o reino de Deus seja anunciado.
Observando as suas palavras defendendo a sua fé: Amado Valmir,

Deus ama as pessoas, sejam elas de qualquer igreja ou convenção, mas abomina a "mentira", a "falsidade", a "heresia", e coisas semelhantes. Cada um dará conta de seus atos e palavras.

Paz do Senhor!
você deixou bem claro que as Assembléias de Deus é um grupo de mentira, falsos, a heresia! CUIDADO com seu julgamento pois você é REU como eu sou e se você tem tanta certeza de que eles são hereticos, falsos e mentirosos, então me dê TEXTO e CONTEXTO dentro dá biblia trazendo no original da palavra tanto no grego, como no hebraico fazendo assim uma exegese sobre o assunto.
faço parte de uma denominação mais não sou ligado espiritualmente a denominação, protejo a palavra e minha luta não é contra você.

Eneias disse...

existe divisao e divisâo, a preimeira è aquela que busca o interece pessoal do divisor( poder, grana,inssubimiçâo,e outros adjetivos que sò trazem prejuiso ao reino, os chamados lobos que furtam dos mais fracos a confiança e saem aventuradamente, sem criterio,sem mais nem menos,e no dia seguinte de obreiro auxiliar passa a PASTOR PRESIDENTE da igreja tal.........)agora tem aquele na qual o propio DEUS( com pressa de agir)cria uma situaçâo de avanço imediato naquele ministerio cuja pessoa que deveria sair da zona de conforto e nâo sai, DEUS que è soberano mexe com o brio desse pastor tirando-lhe um pouco do sono da indolencia e deixe de babar no pulpito por pensar que se trata de uma propiedade particular, bem feito pra esses "poderosos monopolios" que estâo rachando todo dia, ao meu ver è uma resposta sim de DEUS pra esses pseudos pastores que ao longo dos anos sò favoresseram a minoria de Companheiros dando-lhes as melhores igrejas por questôes de COVENIENCIA, a culpa è DELES na sua maioria.Se houvesse respeito, dialogo,humildade e RECONHESSIMENTO.... dificilmente um PASTOR sairia de um ministerio de dez,vinte, trinta anos para assumir uma igreja nova e com fama de rebelada.conheci um PASTOR que foi fiel ao ministerio por quarenta anos, tem 73 anos e vinha sendo massacrado pelo pastor setorial(resumindo) saiu do ministerio faz dois anos e ja abril 7 grande congregaçâo...obrigado

maia disse...

é pastor ALTAIR GERMANO, POSSO ATE CONCORDAR COM VC EM ALGUNS PONTOS MAIS UMA COISA E CERTA, DIVISÃO TEM SE TORNADO UMA MISÉRIA PARA IGREJA TANTO NO SENTIDO INTERNO COMO EXTERNO EU CONHEÇO FAMÍLIAS INTEIRAS QUE DIVIDIRAM HOJE ESTÃO NO MUNDO, LEMBREMOS DA IGREJA DE CORINTO PAULO CHAMA OS DIVISORES DE MENINOS SEM MATURIDADE TODA DIVISÃO TRAZ CONSEQUÊNCIA SERÍSSIMAS POVO DE DEUS NÃO SOU FAVOR,,,,

maia disse...

dez razões porque sou contra divisão
1- teve principio na rebelião de satanás e os anjos caído...

2-bíblia nos ensina viver em união e comunhão...

3-toda divisão vem carregada de soberba e egocentrismo de alguma parte...

4-toda divisão vem cheia de interseres financeiros e ganancia...

5-maior parte das divisões são pastores com formação teológica que não querem mais submeter-se as mais simples que eles...

6-desculpe pastor Altair mais a divisão das tribos era uma questão nacional não eclesiástica exemplos vetero testamentários nem sempre serve para igreja ....

7-pastor Altair questão do desentendimento entre paulo barnabé e joão marcos existiu sim. mais não ouve uma divisão na igreja tanto e que Paulo em Timóteo diz que ele João Marcos era útil ao ministério...

8-eu conheço uma serie de famílias que acompanharam divisão de igrejas hoje estão fora do evangelho...

9-existem circunstâncias corretas para resolver problemas sem divisão...

10- dividir e fugir de um problema levantando outro maior....

mario porto disse...

nem tudo que Deus permite significa que é sua vontade perfeita ,Deus pernitiu a rebelião de satanaz no céu,poderia ter impedido,mais porque não impediu? para que se manifestacem os anjos fiéis,não concordo com termo divisão no caso da assembleia de Deus,pois toda divisão é rebelião e os nossos missionários foram expulso da igreja Batista creio que não era proposito deles sair de sua denominação,jesus disse expulsar-vos-ão das sinagogas, ser expulso é diferente de divisão me desculpe `r mais esse seu comemtario está contido nele preconceito Pr. Mario Porto. AD Ceará.

STELA disse...

A PAZ DO SENHOR JESUS.

BOA FOI A COLOCAÇÃO. CONCORDO PLENAMENTE. MUITOS ESTÃO QUERENDO SER O DONO DA VERDADE E QUERER SER DONO DA VERDADE É QUERER SER O DONO DE JESUS POIS, SÓ ELE É A VERDADE. ENQUANTO MUITAS ALMAS ESTÃO PERECENDO NAS DROGAS, LEITOS DE HOSPITAIS, DENTRO DAS PRÓPRIAS CONGREGAÇÕES E PASTORES SE DEGLADIANDO, EM VEZ DE CONTINUAR O IDE DE JESUS. SOU MEMBRO DE UMA IGREJA BATISTA MAIS AMO A ASSEMBLÉIA DE DEUS. O DEUS É UM SÓ. ISSO TUDO É UM MAL TESTEMUNHO PARA AS PESSOAS NÃO CRISTÃS. PREGA-SE O AMOR, A UNIÃO ENTRE IRMÃOS E NÃO SE VIVE. OS FARISEUS ERAM ASSIM. AI DAQUELES QUE QUANDO JESUS VOLTAR ESTIVER OBEDECENDO A PALAVRA DELE (Mateus 7:22-23).