quinta-feira, 4 de setembro de 2008

A INVERSÃO DOS VALORES. Subsídio para lição bíblica

Como temos feito, neste primeiro post, indicaremos alguns links que tratam sobre temas da lição bíblica:

- Relativismo

Pós-modernidade e relativismo (Teologia & Graça)
Relativismo (Wikipédia)
Relativismo (Cacp.org)
Lendo a Bíblia hoje (Liderança.org)

- Pluralismo

Verdade e pluralidade (Portal Mackenzie)
O pluralismo do pós-modernismo (Thirdmill)

- Secularismo

Secularismo (Wikipédia)
Pós-modernidade, Secularismo e Igreja: Enlace e Divórcio (Teologia & Graça)

Um comentário:

Marcos Barros disse...

Paz a todos.

Parece existir um certo paradoxo no pensamento cristão/evangélico atual. Criticamos muito o mundo secular pelos valores que estão sendo enaltecidos, em detrimento dos valores judaico/cristãos. Eles (o mundo) não valorizam o sagrado, mas o profano; não valorizam mais a família, mas o seu fim; e etc.
Mas, em contrapartida, somos capazes de enfatizar, claro, que nas entrelinhas, que a Igreja deve depender dos políticos, em detrimento dos cuidados de Jesus; que a Igreja deve depender de dinheiro, em detrimento dos cuidados de Jesus; etc.
Hoje, valorizamos muito a fé: que “abre o Mar Vermelho e passa por terra seca”; que “põe abaixo os muros de Jericó”; que “fecha a boca dos leões”; que “escapa ao fio da espada”; etc. Porém, não valorizamos a fé: que “deixa-se ser apedrejado”; que “deixa-se ser serrado ao meio”; que “leva muitos a serem mortos ao fio da espada”; que “leva muitos a andarem desamparados, aflitos e maltratados”.
E isto não é inversão de valores. Ora, não é a mesma fé. Como diz um certo poeta popular: “Preguemos as rosas, mas sem nos esquecermos de também pregarmos os espinhos”.

“DEVEMOS VOLTAR A PREGAR MAIS OS ESPINHOS, POIS AS ROSAS QUANDO MURCHAREM LEVARÃO CONSIGO A FÉ DE MUITOS”.

Ir. Marcos Barros / Dirigente da EBD em Casa Caiada.