segunda-feira, 1 de setembro de 2008

GUERRA SANTA NA TV!

A revista Carta Capital entende o crescimento de programas evangélicos na TV como estratégia de "guerra santa".

"Mas quem se incomodou nas últimas duas décadas com o crescimento da Igreja Universal do Reino de Deus, chefiada pelo bispo Edir Macedo, prepare-se: a dona da nova programação do Canal 21, a Igreja Mundial do Poder de Deus, é uma espécie de dissidência da Universal e cresce vertiginosamente como a sua principal concorrente. Tem sonhos de grandeza semelhantes. "

Leia em Carta Capital

Será que a denúncia possui fundamento, ou se trata de um olhar preocupado da mídia nacional , em razão do crescimento dos evangélicos nos meios de comunicação no Brasil?

É bom ficar de olho.


9 comentários:

Gutierres Siqueira, 19 anos disse...

É fato, a Igreja Mundial do Poder de Deus, comandada pelo “apóstolo” Valdomiro Santiago, está crescendo assustadoramente na televisão. A denominação foi fundada em 1998, por esse ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus e hoje comanda a Rede 21, do Grupo Bandeirantes de Comunicação.
Em seus programas Valdomiro Santiago sempre destaca que é perseguido “por aquela igreja”, que compra salões onde eles iam montar seus templos e até o “ameaça de morte”. Ele nunca fala o nome, mas deixa subentendido que está se referindo a IURD. Santiago talvez seja a primeira pessoa a romper com a IURD como um “movimento profético”, criticando a institucionalização iurdiana. Apesar das criticas a IURD, Santiago é um típico neopentecostal, mas a sua ênfase é em “sinais e maravilhas”. Em um dos programas, ele criticava a opulência dos grandes templos e se identifica com o povo “humilde e pobre”. Diferente da IURD que foca nas classes B e C, a IMPD foca nas classes D e E.
Vejo que o Santiago realmente veio para contrapor a IURD e isso o Macedo não deixará quieto...

Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blogspot.com

Elisomar disse...

Bom mesmo que o meio evangélico cresça na mídia, mas que esse crescimento seja mais espiritual que físico, senão será só mais um que não edifica. Agora, quanto a crítica a tudo que se diz evangélico, disso ninguém tem dúvida.

sandre disse...

Mais um lider tipico neo pentecostal, que também se vagloriza pelo sinais e nunca pelas escrituras.
Uma briga de midia, com enfases quase semelhantes.
Não tanta diferença entre eles, a não ser um perder ovelhas para o outro.
Pois o filão financeiro é muito grande.
e Isto nem o Valdomiro muito menos o Edir Macedo, vão deixar de lado.

Abçs
Sandre

Blog do Zé disse...

Paz do Senhor Pastor Altair.
Com relação a este tópico, por sinal muito oportuno, que dizer que antes via com bons olhos A IURD e a Igreja Internacional da Graça de Deus. Mas hoje vejo de forma diferente, lembrando que Jesus afirmou que "quem não é contra nós é por nós". Outro fator importante é que o nome de Jesus seja pregado de qualquer forma como coloca o Missivista Paulo na sua carta aos Filipenses, 1, 15-18 "15 Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade;
16 Uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões.
17 Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho.
18 Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda". daí passei a pensar como o apóstolo Paulo.

Marcos Barros disse...

"É GUERRA SANTA MESMO".

Há uma grande disputa para quem consegue “aparecer” mais; Para quem faz "crescer" mais a sua bandeira; Para quem vende melhor o seu peixe. E Jesus...
Prega-se cura, mas não o Jesus da cura; Prega-se a prosperidade, mas não o Jesus que dá vida abundante; Prega-se a "vitória", mas não a cruz do sofrimento pela causa do evangelho. E Jesus...
A verdadeira palavra de Deus está na Bíblia Sagrada, a qual é apresentada de maneira séria dentro das nossas próprias Igrejas, e não na mídia, como produto de venda. Claro que não estou generalizando, apenas sendo realista. O evangelho que não causa mudança de atitude, não pode ser o evangelho de Cristo.
Sejamos sóbrios e denunciemos os falsos profetas, os quais são enganadores (com aparência de piedade – 2 Tm 3.5) e estão levando muitos para o inferno.

Ir. Marcos Barros / Dirigente da EBD em Casa Caiada.

Ev. Allan disse...

Prezado Pr. Altair Germano,

A Paz do Senhor!

Importante abordar esse assunto, sobre os evangélicos na mídia. A minha preocupação é a seguinte: Por que os Pastores que entram na televisão não garantem por si só o sustento para manutenção de suas programações?
Resta claro, que o objetivo de "muitas programações evangélicas" é na realidade a auto - promoção. Detalhe: Por que não investir o valor de R$ 3.000.000,00 de reais pagos por um Pastor Pentecostal a uma rede de televisão, em casas populares para cristãos pobres, que passam necessidade, muitas vezes são despejados porque estão desempregados, e não podem pagar o aluguel, não seria mais coerente?
Indago até quando, o discurso vai substituir a prática.
O mal dos evangélicos, ou ao menos da maioria deles, é não conciliar o discurso com a prática.
Acredito que, principalmente os pentecostais, deveriam deixar de pregar só poder, poder e poder, e voltar a pregação bíblica para o caráter, e para formação de cristãos totalmente comprometidos com a honestidade e com a verdade!
Quanto a "invasão dos evangélicos ma mídia" o que passo fazer é apenas lamentar... Pois há outros meios mais eficazes, de se anunciar o evangelho verdadeiro, tanto alcançando as massas como o indivíduo.

Grande abraço!

Ev. Allan (Assembléia de Deus)

adones@comentários-escriturísticos disse...

Pr Altair, graça e paz. Por que os assembleianos e outros radicaisse encomodam tanto por esses pregadores que usam a mídia pra anunciar a Cristo, seu Reino, milagres e seja lá o que for. Paulo usou todos os recursos de sua época, Jesus também. Tudo tem patrocínio na TV, os que pregam não podem? Quem se opõem a esse tipo de evangelismo e crescimento, certamente gostaria que o povo cristão fosse um povinho miserável, pobre, não visto e só uns poucos gatos pingados. Não deveríamos se alegrar pelo crescimento ao invés de criticá-los? Escutem Silas Malafaia e aprendam com ele. Paz.

Anônimo disse...

A prática das indulgências pela Igreja Católica não deve ser considerada, em nenhum momento como uma forma de troca ou de pagamento pelos pecados. Na realidade deve ser considerada como uma forma de procurar encontrar o "Verdadeiro Perdão", após o Sacramento da reconciliação, visando "purgar" o pecado que cometeu a fim de corrigir um mal criado por este pecado. A Igreja Católica considera a indulgência semelhante ao "ladrão, que conseguindo o perdão daquele que foi roubado, deve restituir o dono com o dinheiro equivalente ao que foi extorquido".
Algumas Igrejas (Evangelicas) estão no mesmo caminho vendendo a salvação aos incautos da fé.
Que Deus Tenha Mísericordia...

a Igreja Evangélica Brasileira Precisa Não Apenas de Reforma,
Mas, Também, de Reavivamento. 2 Crônicas 7:14

Pr. Sidney

Clinica disse...

CERTO É QUE O VERDADEIRO EVANGELHO PERMANECEU OFUSCADO POR DÉCADAS DEVIDO AS PREGAÇÕES DIVERGENTES DA PALAVRA DE DEUS. MAS UMA COISA É CERTA, ENCONTREI NO MINISTÉRIO DO APÓSTOLO VALDEIRO SANTIAGO UMA VALVULA DE ESCAPE, POIS ATÉ HOJE EU NUNCA OUVI UMA PREGAÇÃO DELE QUE FUGISSE OU DESVIASSE DAQUILO QUE ESTÁ NA BÍBLIA, NUNCA VI ELE TOMAR PARA SI A GLÓRIA DE DEUS, PELO CONTRÁRIO, SEMPRE SE CONFESSOU POSICIONOU COMO HOMEM, ATRIBUINDO OS MILAGRES A JESUS. E CÁ PRA NÓS VOCÊ JA VIU ALGUM MINISTÉRIO QUE APRESENTASSE MILAGRES TANTO NA QUANTIDADE E INTENSIDADE COMO É MOSTRADO NA IMPD? EU NUNCA VI. NA MINHA OPINIÃO É UM REAVIVAMENTO DE DEUS NA HUMANIDADE PARA PREPARAR A IGREJA PARA O ARREBATAMENTO, AÍ ALGUNS PODEM PERGUNTAR, MAS SE É AVIVAMENTO DE DEUS PORQUE SÓ ACONTECE NA IMPD? SIMPLES, PORQUE PARA DEUS ENCONTRAR NA TERRA UM CORAÇÃO VERDADEIRAMENTE LIMPO, VERDADEIRAMENTE JUSTO E VERDADEIRAMENTE TEMENTE A DEUS É MUITO DIFÍCIL. A BÍBLIA NOS MOSTRA ISSO.