quarta-feira, 14 de maio de 2008

Matéria da Revista Enfoque Gospel

IMAGEM: ENFOQUE GOSPEL


A Revista Enfoque Gospel, edição 81, traz um matéria sobre a ferramenta blogs. Para a glória de Deus fomos entrevistados e citados. Segue abaixo o texto na íntegra.

Blogs (por Rosana Melo)

"Quando eles surgiram, por volta de 1997, os blogs eram definidos como diários virtuais. Hoje, a ferramenta se consagrou como o oposto dos antigos diários escritos em segredo. Eles tornam públicos os pensamentos e a vida dos internautas e não ficam restritos a registros pessoais. Um blog pode ter vários objetivos e é uma forma de o autor publicar o que não se enquadraria em outro meio de comunicação.

O site americano Technorati (http://technorati.com), que monitora e observa essa tendência, calcula que há na rede hoje mais de 120 milhões de blogs registrados. Ainda segundo o site, são criados 175 mil todos os dias. O Technorati considera como blog ativo a página que é atualizada pelo menos uma vez a cada três meses. Enquanto nos Estados Unidos os blogs corporativos já fazem sucesso, aqui eles surgem de forma discreta.

Não custa nada manter um diário virtual desses na rede. Basta ter um computador, acesso à internet e fazer um cadastro nos diversos endereços eletrônicos que oferecem o serviço. Os blogs também se encaixam, perfeitamente, na lógica da Web 2.0, que funde os conceitos de conteúdo, compartilhamento e comunidade. Ou seja, ela parte do princípio de que o internauta vai interagir e conseqüentemente gerar conteúdo. E assim, mundo afora, pessoas de todos os credos e raças se manifestam sobre temas variados como política, religião, música, esportes, negócios, gastronomia e fotografia, entre outros.

Mas se por um lado a liberdade de expressão empolga seus autores, ela vem encontrando algumas resistências. Países como a China já tentaram impor restrições – ela queria obrigar os blogueiros a usar seus nomes verdadeiros, mas recuou devido a uma grande oposição da indústria da internet. A China tem mais de 20 milhões de blogs, e o país bloqueia o acesso a sites que considera contrários às visões de governo e também restringe a participação em alguns grupos de discussão online.

Blogs corporativos são uma tendência mundial, mas estão conquistando espaço nas empresas brasileiras de forma lenta. Poucas empresas utilizam no Brasil os blogs e as redes sociais de relacionamento nas suas estratégias de comunicação e marketing. Pesquisa da consultoria Rapp Collins, que ouviu 1.008 empresas entre agosto e setembro de 2006, constatou que apenas 0,54% das empresas brasileiras utilizam blogs próprios e 2,62% capturam dados dos clientes em blogs externos à empresa. O estudo apontou ainda que 8% das companhias pesquisadas permitem que pessoas de fora da empresa alimentem o blog sem restrições.

Visando tornar a blogosfera evangélica conhecida, inclusive entre os não-cristãos, o pastor Altair Germano, presidente do Diretório Estadual em Pernambuco da Sociedade Bíblica do Brasil, criou, há cerca de seis meses, a União dos Blogueiros Evangélicos (UBE) – http://blogueirosevangelicos.blogspot.com/ –, um blog que já possui 70 associados de todos os estados do Brasil e de países como Alemanha e Estados Unidos.

“A violência e outros fenômenos socioculturais estão levando as pessoas a se fecharem em suas residências, e as novas tecnologias de informação e comunicação devem ser percebidas pela Igreja como portas que se abrem para a evangelização dessas pessoas.” É o que pensa Germano, presidente do Conselho de Doutrina da União de Ministros das Assembléias de Deus no Nordeste, professor e capelão da Faculdade Teológica das Assembléias de Deus no município de Abreu e Lima, em Pernambuco.

Germano criou seu blog (http://altairgermano.blogspot.com/) há nove meses e a praticidade da ferramenta e a interatividade o conquistaram. Sua experiência não se limitou ao blog pessoal, e foi aí que, junto com o teólogo e pedagogo Esdras Bentho e o advogado Valmir Milomen (http://comoviveremos.com/), descobriu que compartilhavam da idéia de criar um blog que pudesse reunir os blogueiros evangélicos com o propósito de integração e divulgação. Daí criaram a UBE.

BLOGS PARA TODOS OS GOSTOS E PÚBLICOS

Voltado para os acadêmicos em Teologia, professores e alunos, o blog Teologia e Graça (http://teologiaegraca.blogspot.com/), do teólogo Esdras Costa Bentho, trata dos temas teológicos de modo bíblico, exegético e filosófico. Ele também avalia que se a igreja tem a possibilidade de editar um blog bilíngüe, suas chances de cumprir com sucesso a missão evangelística são descomunais. “Tenho participado de alguns blogs europeus e hispano-americanos e posso afirmar: funciona.” Ele acredita que os novos manuais de evangelismo e missiologia devam incluir os blogs como ferramentas evangelísticas.

Eliseu Antônio Gomes, evangélico pentecostal que vive em São Paulo, sempre gostou de escrever para se expressar. Ele ouviu falar do formato blog pela primeira vez quando estourou a guerra no Iraque e um soldado norte-americano começou a relatar seus dias por lá. “Seus relatos foram recebidos e alçados à importância de um jornalista em campo de batalha pela mídia americana.” Algum tempo depois, ele conheceu o blog Olhar Cristão (http://olharcristao.blogspot.com/), de João Cruzué. Recebeu algumas dicas e criou seu primeiro blog, precursor do atual: http://belverede.blogspot.com/.

Ter ética cristã e saber que o blog será lido não apenas por cristãos são pontos fundamentais a serem considerados. “Qualquer posicionamento opinativo e conotação corporativista pode gerar mais estrago que edificação espiritual”, pondera Gomes, ressaltando ainda que o blog não é um livro nem púlpito da congregação.

Walder de Miranda Júnior, profissional de Ciência da Computação, explica que os blogs possuem a vantagem de permitir aos visitantes que comentem as informações ali publicadas. “Hoje, as homepages e sites estão utilizando as funcionalidades advindas dos blogs, tais como a possibilidade de comentar uma informação, publicar uma foto ou vídeo. O internauta deixa de ser passivo e passa a interagir com as pessoas. Um site que não tenha um blog temático por trás, para sua divulgação, deixa a desejar.”

Júnior orienta aos novatos em blog que deixem claro as regras de funcionamento e que sempre respondam a qualquer questionamento. “Nunca deixe esperando uma pessoa que poderá falar bem do seu blog”, ensina. A Enfoque também criou seu blog institucional (http://blog.revistaenfoque.com.br/) em maio passado, buscando interação com seus leitores e internautas e propondo uma discussão sobre temas que estejam ou não publicados na revista. “As pessoas também se comunicam entre si e, à medida que isso acontece, vão se formando outros assuntos. Isso é ótimo!”, observa a editora geral, Virgínia Rodrigues.

No livro Blog – Entenda a Revolução que Vai Mudar seu Mundo, o escritor e jornalista Hugh Hewitt, influente blogueiro norte-americano, sustenta que as pessoas devem ficar atentas a essa nova mídia para não perderem mercado em pouco tempo. Ele diz que os blogs são megafones da mídia. Hewitt considera fundamental a atenção aos conteúdos, levando-se em conta a velocidade e o alcance de um blog. Em seu livro, ele faz um alerta: um engano ou uma informação mal usada, e o blog se esvazia rapidamente. Nesse caso, a empresa vai amargar uma repercussão negativa quase que instantânea. Ou seja, é preciso saber usar o potencial dos blogs ou o efeito será pior do que se ele não existisse". (Fonte: Revista Enfoque Gospel)

Nenhum comentário: