quarta-feira, 9 de abril de 2008

A MINHA ALMA TE AMA, Ó SENHOR - SUBSÍDIO PARA A LIÇÃO BÍBLICA


O tema da lição bíblica desta semana fala-nos de comunhão com Deus.

1 - Análise Etmológica e Definição

O vocábulo comunhão, do grego κοινωνια (koinonia), significa ter em comum, participação, sociedade, parceria, convívio, companheirismo, compartilhamento, intimidade (At 2.42; Gl 2.9; 1 Co 1.9; 1 Co 10.16; 2 Co 13.13; Fp 3.10; 1 Jo 1.3, 6, 7).

No mundo grego, koinonia era um termo que significava a "comunhão evidente e ininterrupta entre os deuses e os homens. Relacionava-se também a estreita união e laços fraternais entre os homens.

Comunhão com Deus, pode ser definido como: o nosso relacionamento íntimo e constante com Ele, mediatizado pela obra rendentora e reconciliadora de Jesus, evidenciado por uma vida de adoração, santidade, devoção e serviço.

2 - Exemplos Bíblicos de Pessoas que Desfrutaram de Intimidade com Deus

- Enoque e Nóe (Gn 3.8-9; Gn 6.9): Diz o texto que "andaram" com Deus
- Abraão (2 Cr 20.7; Is 41.8): O amigo de Deus
- Moisés (Nm 12.8): O Senhor com ele falou boca a boca
- Davi (1 Rs 11.4; 15.3): Um coração perfeito diante de Deus

3 - Personalidades Citadas na Lição Bíblica

- William Bates D.D. (1625-169)

- Willard Cantelon (1916-1999)

- Billy Grahan (1918- )

- John Bunyan (1628-1688)

4 - Algumas Características do Deus de Nossa Comunhão

- Um Deus de amor e paz : "Quanto ao mais, irmãos, adeus! Aperfeiçoai-vos, consolai-vos, sede do mesmo parecer, vivei em paz; e o Deus de amor e de paz estará convosco." (2 Co 13.11)

- Um Deus bom e misericordioso: "Rendei graças ao SENHOR, porque ele é bom; porque a sua misericórdia dura para sempre." (1 Cr 16.34)

- Um Deus fiel: "Cantarei para sempre as tuas misericórdias, ó SENHOR; os meus lábios proclamarão a todas as gerações a tua fidelidade." (Sl 89.1)

- Um Deus companheiro: "Mas agora, assim diz o SENHOR, que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Porque eu sou o SENHOR, teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate e a Etiópia e Sebá, por ti. Visto que foste precioso aos meus olhos, digno de honra, e eu te amei, darei homens por ti e os povos, pela tua vida. Não temas, pois, porque sou contigo; trarei a tua descendência desde o Oriente e a ajuntarei desde o Ocidente." (Is 43.1-5)

5 - Conclusão

Deus tem todas as qualidades e virtudes em perfeição, que nos faz desejá-lo intensamente, nos levando a ansiarmos continuamente por sua presença (Sl 42.2).

A comunhão com Deus não é apenas possível, é acima de tudo, indispensável para um viver pleno e abundante, marcado por uma relação íntima, franca e confiável com Ele.

Não apenas buscar, mas manter esse nível de comunhão, é uma tarefa que exige disciplina.

Nenhum comentário: